Últimas notícias

Fique informado

Empresa cria solução que estende a cibersegurança ao mundo da automação e da IoT

16/09/2019

Cibersegurança além do ambiente de TI é destaque da CYLK no Mind The Sec

À medida que equipamentos industriais, dispositivos conectados, redes de OT e IoT se tornam alvo de ataques direcionados e meticulosos, empresa cria oferta que estende a cibersegurança ao mundo da automação e da IoT

Alexandre Martinez

Alexandre Martinez, executivo responsável pela área de Cybersecurity da CYLK e palestrante no Mind The Sec, explica que a crescente interseção entre a TI e sistemas de automação industrial, dispositivos da cadeia de logística e outras máquinas e coisas que passam a ser conectadas faz com que as estratégias de cibersegurança das empresas tenham que ir muito além da abordagem tradicional da proteção de servidores e redes.

“Na planta industrial, os protocolos são muito voltados à precisão operacional e normalmente não pressupõem nenhuma camada de segurança ou criptografia. A correlação das prioridades – disponibilidade, performance e segurança – também é tratada de forma diferente pelo pessoal do data center ou do chão de fábrica. Junto a essas premissas do legado, fabricantes de dispositivos de IoT buscam reduzir ao máximo o custo, o que muitas vezes implica pouco ou nenhum recurso de segurança. À medida que entes inseguros são conectados, é preciso criar barreiras a tentativas de ataques com grande potencial de danos (como desligar o forno de uma siderúrgica ou provocar um apagão no município)”, exemplifica Martinez.

A CYLK Technologing, empresa do Grupo IHC focada em consultoria, integração de soluções e serviços gerenciados de cibersecurity, apresenta no Mind The Sec 2019 sua visão e suas soluções para integrar à cibersegurança o ambiente de TI e network, e também as máquinas, sensores, catracas, controladores e outros sistemas de telemetria e automação que hoje compõem o ecossistema de riscos e ameaça

A especialização da CYLK em cibersegurança integrada de IT e OT (tecnologia de operações, ou a computação embarcada em equipamentos industriais e outros dispositivos automatizados) foi alavancada com o ingresso da Munio, empresa do Grupo IHC, focada em proteção de sistemas industriais e gestão empresarial de missão crítica, no final de 2018.

Eduardo Honorato

“Criamos uma abordagem que vai além da oferta padrão de firewall e anti-malware, e busca detectar e responder a falhas e ataques em todos os sistemas críticos, inclusive os sistemas legados (como de automação), ou software de produção com brechas de segurança (como extensões do ERP, ou servidores sem patches)”, descreve Eduardo Honorato, fundador da Munio. “A integração entre a Munio e a CYLK insere nossas soluções em uma oferta completa de infraestrutura e cibersegurança, o que simplifica e alavanca os projetos de nossos clientes. Também ganhamos escala para a prestação de serviços, assim como os padrões corporativos agora compartilhados entre ambas empresas”, acrescenta.

 

Sobre a CYLK Technologing

Empresa do Grupo IHC, a CYLK se dedica àqueles profissionais e empresas que estão sempre se aperfeiçoando, que buscam soluções de TI criativas e inovadoras para reduzir custos, mitigar riscos e ganhar agilidade em seus negócios. Mais do que soluções tecnológicas, a CYLK entrega a seus clientes inteligência e qualidade, comprovadas em projetos de alta complexidade, para companhias líderes em seus segmentos. Atualmente oferece segurança para mais de 150 empresas de grande porte.

Em 2018, a Munio, renomada empresa de segurança da automação, se juntou a CYLK para fortalecer a oferta de cibersegurança do grupo.

Sobre a MUNIO Security

A Munio Security combina conhecimentos avançados em cibersegurança e engenharia, para proteção de seus ativos críticos de OT (tecnologia de operações). A empresa é especializada em consultoria e processos para proteção de sistemas de automação, gestão de chão de fábrica, equipamentos e dispositivos conectados, e outros elementos envolvidos em processos industriais e redes de automação de missão crítica.

Roadsec São Paulo 2019 com 24 horas de programação. Vai perder?

Chris Wysopal, cofundador e CTO da Veracode fala sobre LGPD

Roadsec mostra em 24 horas porque é maior festival hacker da América Latina

Tem competição bug bounty no HFBR19 São Paulo. Confira!