Últimas notícias

Fique informado

3 motivos que tornam a Inteligência Artificial uma poderosa ferramenta na proteção de dados

31 de janeiro de 2024

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Como a Lei Geral de Proteção de Dados pode influenciar os sistemas de videomonitoramento nas empresas

É preciso considerar o planejamento e gestão de incidentes de segurança, caso ocorra um vazamento ou perda de dados

1 de fevereiro de 2023

Proteção de dados: o risco dos certificados digitais

Será que você ou sua empresa realmente fazem tudo o que podem para proteger os dados dos seus clientes e colaboradores?

27 de janeiro de 2023

80% das empresas não se adequaram à Lei Geral de Proteção de Dados

Levantamento feito pelo Grupo DARYUS também mostra que 35% das empresas estão parcialmente adequadas à Lei Geral de Proteção de Dados

8 de dezembro de 2022

Com avanços do mundo digital e tecnológico, privacidade e segurança de informações se tornaram mais vulneráveis

À medida que o mercado tecnológico foi crescendo com inúmeras ferramentas e soluções inovadoras, ameaças e riscos também foram aumentando em relação à privacidade e proteção de dados.

E, em meio a uma série de possibilidades tecnológicas, a Inteligência Artificial surge para promover confiança, proteger dados e manter a segurança de informações sigilosas.

De acordo com um estudo da Acumen Research and Consulting, o tamanho do mercado global de Inteligência Artificial (IA) no setor de cibersegurança foi responsável por US$ 14,9 bilhões em 2021l, e a consultoria ainda estima que o valor de mercado atinja US$ 133,8 bilhões até 2030.

“A Inteligência Artificial pode ser uma grande aliada para promover mais segurança, independente do setor. Ela já vem transformando o modo como as companhias realizam as análises de dados de seus negócios. No entanto, é necessário implementar a tecnologia à meios que tragam mais confiabilidade e controle, gerando uma resposta positiva às ameaças. Ou seja, para que funcione de forma assertiva, processos de trabalho precisam ser reconstruídos, adaptados e implementados para diminuir potenciais riscos”, destaca Fábio Falcão, CEO da IARIS, startup paraibana especializada em aplicações de inteligência artificial. 

A falta de segurança pode trazer muitos impactos negativos, como a violações de dados sigilosos, como de clientes também, o que pode prejudicar a imagem e credibilidade da empresa no mercado.

Além disso, a violação de privacidade fere a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que dispõe sobre o tratamento de dados pessoais, inclusive nos meios digitais, e estabelece regras de segurança da informação para coleta, armazenamento e compartilhamento de informações. 

Pensando nisso, o CEO apontou três motivos que apontam a Inteligência Artificial como uma poderosa ferramenta para promover mais segurança:

1. Agilidade na detecção de ameaças

Por meio da capacidade de obter o poder de análise de um volume grande de conjuntos de dados e informações, a Inteligência Artificial torna-se uma ferramenta fundamental para auxiliar na proteção de dados e informações.

Isso porque, de forma rápida e automatizada, a tecnologia é capaz de identificar e barrar possíveis ameaças e fraudes cibernéticas com rapidez, antes mesmo que elas possam agir e causar danos. 

“Os processos corporativos atuais vêm passando por uma série de adaptações que possuem a finalidade de torná-los mais céleres e seguros. Utilizando soluções de inteligência artificial estes processos trazem ainda economia nos custos, uma vez que tais análises são feitas em frações de segundos.” destaca Fábio Falcão

2. Segurança em serviços de nuvem

O serviço de nuvem em IA além de proporcionar mais economia e flexibilidade para empresas, traz mais segurança cibernética.

As plataformas de inteligência artificial em nuvem possuem uma base de segurança elevada, que, por meio de um conjunto de dados e infraestrutura robustos, atende às necessidades de cada organização, podendo oferecer serviços de proteção específicos e auxiliar na cibersegurança dos negócios.

3. Automação de processos repetitivos

Por meio da automação de processos em IA  é possível transformar e otimizar os fluxos e a gestão de um grande volume de dados e informações, que fazem parte da rotina de trabalho de analistas de dados.

Com a IA, essas tarefas, muitas vezes repetitivas, podem ser automatizadas, o que possibilita às equipes centralizarem suas atuações em atividades ainda mais necessárias.

“Considerando que estamos cada vez mais suscetíveis na era digital ao cibercrime, remapear os processos atuais visando a utilização de novas soluções em IA para a gestão e análise dos dados tendem a surgir cada vez mais, principalmente voltadas para a segurança e privacidade de informações”, finaliza o CEO.

Sobre a IARIS

Fundada em 2021, a IARIS é uma startup especializada em aplicações de inteligência artificial que nasceu com expertise acadêmica e de mercado no desenvolvimento de produtos de inteligência artificial. Com sede em João Pessoa, na Paraíba, a empresa, que atua em aplicações de visão computacional com distribuição SaaS, foi criada com o objetivo de ser uma fábrica SaaS de inteligência artificial, desenvolvendo produtos que auxiliam organizações na certificação de processos, tornando-os mais seguros.

ANPD alerta para ligação entre Inteligência Artificial e Proteção de Dados

O desafio da inteligência artificial por meio do reconhecimento facial: como equilibrar inovação, proteção e privacidade de dados

Backup inteligente: a proteção de dados como ativo fundamental para uma marca

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!

Você quer acompanhar nosso conteúdo? Então siga nossa página no LinkedIn!