Últimas notícias

Fique informado

ABINC anuncia os melhores projetos de IoT do ano nas categorias Acadêmica, Startups, Empresas Consolidadas e Soluções para Governos

9 de outubro de 2023

Spotlight

Entenda o que mudou na assinatura eletrônica em documentos a partir do Decreto nº 68306

Qual o impacto do Decreto nº 68.306 na assinatura eletrônica, simplificação de processos e nos avanços da digitalização dos serviços públicos?

24 de abril de 2024

AX4B impulsiona a resiliência cibernética de Pequenas e Médias Empresas

Conheça como a AX4B está revolucionando a Segurança Cibernética para PMEs.

24 de abril de 2024

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Veículos autônomos geram desafios específicos relacionados ao projeto automotivo

As montadoras estão dobrando a aposta na eletrificação e continuam investindo no desenvolvimento de veículos autônomos

11 de abril de 2023

IoT: saiba como a Internet das Coisas já está presente no dia a dia

A Internet das Coisas já revoluciona setores como Indústria, Agro, Saúde e Telecomunicações, e pode abrir cada vez mais portas

27 de março de 2023

(In)Segurança digital: quais os principais riscos de ter sua voz copiada?  

Voltando ao cenário dos assistentes de voz, imagine se a tecnologia for usada para atribuir uma fala falsa a um político

15 de março de 2023

Minsait é reconhecida como líder mundial na oferta de serviços IoT para o setor público

Companhia conquistou o título após avaliação de suas capacidades e estratégias voltadas à oferta industrial de IoT para serviços públicos

1 de janeiro de 2023

Do varejo ao agro, IoT tem potencial para expandir economia brasileira

A integração e conexão da tecnologia oferece oportunidades para diversos setores, que vão desde o varejo até atividades agrícolas

15 de dezembro de 2022

Especialista projeta que, em 2023, tecnologia 5G vai levar Internet das Coisas (Iot) a um patamar jamais visto

A capacidade superior para tráfego de dados, a baixa latência e a envergadura para suportar uma grande quantidade de dispositivos conectados com 5G irá levar a Internet das Coisas (IotT) a um novo patamar de possibilidades

7 de outubro de 2022

A implementação da IoT no campo agrícola

IoT, inteligência artificial e computação em nuvem devem ter uma expansão significativa em adoção e usabilidade em todos os segmentos

8 de junho de 2022

Encerrando a Futurecom 2023, entidade elegeu melhores iniciativas que estimularam o uso da IoT em diversas áreas da sociedade

Em cerimônia especial de premiação na Futurecom, nesta quinta-feira, 05, foram anunciados os vencedores do Prêmio ABINC de IoT 2023.

A premiação realizada pela Associação Brasileira de Internet das Coisas reconheceu as melhores iniciativas que estimularam o uso da IoT em diversas áreas da sociedade, com foco em obter ganhos de produtividade, eficiência e redução de custos em seus negócios e operações.

Dentre os 66 projetos inscritos nesta edição, foram anunciados os melhores projetos nas categorias Acadêmica, Startups, Empresas Consolidadas e Soluções para Governos/Infraestrutura, elegendo os primeiros e segundos colocados.

A banca de jurados que analisou os projetos inscritos foi composta por membros da diretoria da ABINC e experts da área de IoT, como: Paulo Spaccaquerche, Presidente da ABINC; Flávio Maeda, VP ABINC e Head de Digital da Pöyry/AFRY América Latina; Eduardo Iha, Conselheiro Fiscal ABINC e Sócio Future Hacker e Haroo Tecnologia; Camilo Eugênio Martinelli, Diretor de Relações Institucionais da ABINC, Gerente Comercial do NUTES (Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde); Dalton Oliveira, MBA – Conselheiro Consultivo na ABINC, Advisor Global em Transformação Digital na Wardston Consulting; Gustavo Zucchi, Conselheiro Fiscal ABINC e Consultor na Cambridge Management Consulting; Mauricio Figueiredo – Diretor de Relacionamento ABINC, Conselheiro na Futurecom e Co- Founder na Almaroma; e Mauricio Finotti – Coordenador do Comitê de Manufatura da ABINC e CEO da I-SENSI IoT.

Segundo Flavio Maeda, a entidade se preocupou em não dar foco excessivo nas tecnologias, mas sim no benefício da aplicação das tecnologias para as empresas e para a sociedade em geral. “Nesse sentido, o prêmio visou dar visibilidade aos casos reais de aplicação das tecnologias da Internet das Coisas e os ganhos de produtividade, eficiência, redução de custos ou criação de novas fontes de receitas que esses projetos proporcionaram para as empresas e sociedade para encorajar outros líderes empresariais e gestores públicos a inovarem com o uso da Internet das Coisas.

Maeda explica ainda que outro objetivo do Prêmio foi fortalecer o ecossistema de IoT brasileiro, realizando a aproximação entre o mercado com os fornecedores de soluções, bem como incentivar o empreendedorismo pelas Startups.

Na Categoria Acadêmica, o 1º colocado foi o projeto “Baby IoT – monitoramento do bem-estar de recém-nascidos”, do Instituto Mauá de Tecnologia. O 2º colocado foi o projeto “Gêmeos Digitais: A integração do BIM e do IoT no Smart”, também do Instituto Mauá de Tecnologia.

Na Categoria Startups, o 1º lugar ficou com o projeto “Green IoT – Emissões de Poluente Veiculares em Tráfego Real”, da empresa Zane. Já o 2º lugar foi ocupado pelo projeto “Concilia – da Base à Bomba”, da empresa Via Flex.

Na Categoria Empresas Consolidadas, o 1º colocado foi o projeto “Religador Monofásico Rocket-1 – 15/27 KV”, da empresa HartBR. O 2º colocado foi o projeto “Sistema geral de pesagens”, da empresa CrazyTechLabs.

Na Categoria Soluções para Governos/Infraestrutura, o 1º lugar ficou com projeto “UniQ: Unificando tecnologias no ecossistema digital de transporte urbano”, da empresa UniQ. Já o 2º lugar esteve com o projeto “SMART City Angra dos Reis”, da empresa ENEL X.

Conheça os projetos eleitos os melhores do ano:

Baby IoT – monitoramento do bem-estar de recém-nascidos: o projeto do Instituto Mauá de Tecnologia propõe a introdução de um dispositivo eletrônico na vestimenta do bebê e em seu quarto, captando dados via LoRaWAN e tratando-os. O monitoramento é apresentado por meio de um aplicativo, disponibilizando informações para os pais, pediatras e profissionais. A instalação pode ser feita tanto em berçários de hospitais como nas próprias residências, visando a integração da tecnologia na área da saúde.

Green IoT – Emissões de Poluente Veiculares em Tráfego Real: o projeto da empresa Zane trata-se de uma solução que propõe um novo conceito de controle de emissão de gases em veículos a diesel através do monitoramento IoT por sensores instalados no escapamento para medir o índice de gases NOx gerados pelos motores em situações reais de trânsito, para evidenciar as condições de homologação do veículo e posterior, avaliação de conformidade com lei.

Religador Monofásico Rocket-1 – 15/27 KV: o Rocket 1 é um religador monofásico desenvolvido pela HartBR através do programa P&D ANEEL e patrocinado pelo Grupo Energisa. O produto possui pedidos de patentes depositados no Brasil e no exterior.  É uma solução de smart grid para automação das redes de distribuição de energia. O equipamento é integrado aos sistemas SCADA, através de módulo de comunicação IoT embarcado. O Rocket-1 é 100% fabricado no Brasil e autoalimentado, instalado em bases fusíveis convencionais, além de operar sem baterias e com correntes primárias muito baixas.

UniQ – Unificando tecnologias no ecossistema digital de transporte urbano: através de tecnologias como ITS, IoT e telemetria, a UniQ unifica e integra diversas fontes de informação em circulação na operação da empresa, padronizando-as e oferecendo melhores serviços de Tecnologia da Informação para administrar o Transporte de passageiros com qualidade, agilidade, confiabilidade e custo baixo. A UniQ investe no uso de informação correta no tempo certo, trazendo efetividade ao transporte público, inserindo valor e inovação ao negócio dos clientes de forma sustentável.


Direção segura: inteligência artificial e Internet das Coisas previnem acidentes no trânsito

Segurança em IoT: conheça três maneiras de evitar ataques virtuais

IoT: entenda como essa tecnologia impulsiona negócios

Acompanhe os principais conteúdos sobre Internet of Things (Internet das coisas)!