Últimas notícias

Fique informado

Luiza Dias, Executiva da GlobalSign explica como a implementação de 2FA pode tornar seguro o acesso e evitar ataques e vulnerabilidades nos sistemas 

24 de abril de 2024

Spotlight

Nuvens Tempestuosas: Navegando pelo Panorama Complexo da Cibersegurança na Nuvem

Enquanto as organizações migram cada vez mais dados e serviços para a nuvem, a complexidade e a magnitude das ameaças cibernéticas também crescem.

15 de maio de 2024

Cancelamento de hipotecas – Assinatura avançada versus qualificada – Parte II

Essa segunda parte discute os padrões e requisitos para o processamento eletrônico de documentos no registro de imóveis no Brasil.

15 de maio de 2024

Cancelamento de hipotecas – Assinatura avançada versus qualificada – Parte I

Questão das assinaturas eletrônicas no Registro de Imóveis é incerta, mesclando aspectos tecnológicos e jurídicos.

14 de maio de 2024

Por que é tão complexo se proteger de ataques cibernéticos? Por Rodrigo Fragola

“A meta agora não é alcançar segurança absoluta, mas sim segurança relativa no mercado em que se atua.” Fragola

13 de maio de 2024

Edmar Araujo, o novo diretor-executivo da ANCD concede sua 1ª entrevista ao Crypto ID

Edmar Araujo diretor-executivo da Associação Nacional de Certificação Digital e fala com exclusividade ao Crypto ID.

13 de maio de 2024

Confira 7 dicas para a redução do uso de papel nas empresas

São sete dicas essenciais para ajudar as empresas a reduzirem o uso de papel e promoverem práticas mais sustentáveis.

9 de maio de 2024

Empresa brasileira de segurança eletrônica conquista certificação internacional na área de proteção de dados

A Orsegups, maior empresa de segurança eletrônica do Brasil, há anos desenvolve sistemas próprios de criptografia e proteção de dados

21 de julho de 2022

Autenticação em dois fatores é solução para proteção de sistemas financeiros

Por Luiza Dias

Por Luiza Dias, Diretora Presidente da GlobalSign para o Brasil

Sistemas de empresas de serviços públicos são alvos frequentes de ataques.

Desta vez, a Polícia Federal está investigando uma possível transferência ilegal de recursos da União por meio de emissão de ordens bancárias do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi).

O ataque teria sido viabilizado por meio do sistema de autenticação, permitindo que os invasores utilizassem os dados de acesso de pessoas autorizadas para realizar as operações. 

Segundo dados do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, o governo federal detectou em janeiro deste ano quase 1 mil casos de ataques cibernéticos e vulnerabilidades em seus sistemas, maior patamar para o mês nos últimos quatro anos. 

O governo está tomando uma série de medidas para coibir novos ataques, como a exigência de certificados digitais para acesso. Além disso, há outras ações que garantem a proteção de dados e sistemas.

A utilização da autenticação em dois fatores (2FA) tem demonstrado ser uma medida eficaz na mitigação de ataques cibernéticos.

Segundo a Microsoft, a implementação da 2FA em suas contas reduziu em 99,9% os casos de roubo de contas e em 87% os ataques de phishing. 

O aumento do roubo de identidade e violação de dados é resultado da utilização de senhas fracas, o que reforça que a utilização de métodos com um único fator de autenticação, como uma senha, não são mais suficientes para controlar a segurança.

O Relatório de Investigações de Violações de Dados da Varizon de 2023 constatou que 80% das violações de credenciais envolveram o uso de senhas fracas ou reutilizadas, as quais podem ser facilmente contornadas com a implementação da 2FA

As soluções de autenticação robustas da GlobalSign utilizam certificados digitais para fornecer autenticação por dois fatores, de maneira conveniente e segura, baseada em certificados e tokens para a proteção das redes, informações e aplicativos das empresas

Luiza Dias, Diretora Presidente da GlobalSign para o Brasil

Luiza Dias é Presidente da GlobalSign Brasil. Possui 18 anos de carreira, 9 deles dedicados à GlobalSign,é a única mulher latino-americana a ocupar esta posição em uma Autoridade Certificadora de Raiz Internacional. Na GlobalSign, ocupou os cargos de Vendedora, Gerente de Vendas Latam, e em 2021, se tornou Presidente da empresa no Brasil. À frente da primeira Autoridade Certificadora de Raiz Internacional a se instalar fisicamente no país, Luiza se tornou uma importante referência feminina do mercado em toda América-Latina.

Sobre a GMO GlobalSign

Uma das autoridades certificadoras mais difundidas no mundo, a GlobalSign é o fornecedor líder de soluções confiáveis de identidade e segurança digital que permitem às pequenas e grandes empresas de todo o mundo, bem como às empresas fornecedoras de serviços na nuvem e às empresas inovadoras na área da Internet das Coisas (IoT), assegurar as comunicações on-line, gerenciar milhões de identidades digitais verificadas e automatizar a autenticação e criptografia.

A sua PKI escalável e suas soluções de identidade suportam bilhões de serviços, dispositivos, pessoas e coisas que compõem a IoT. Subsidiária da GMO GlobalSign Holdings K.K. e GMO Internet Group, empresas estabelecidas no Japão, a GMO GlobalSign tem escritórios nas Américas, na Europa e na Ásia.

Entenda o Incidente de Segurança no Siafi que fez o Tesouro exigir a autenticação exclusivamente com Certificados Digitais ICP-Brasil

Os 10 principais tipos de ataque de DNS e como prevenir um ataque. Por Adriano Frare

GlobalSign explica como evitar ataques de phishing

Brasil retorna ao grupo das dez maiores potências globais do mercado de tecnologia, aponta novo estudo da ABES