Últimas notícias

Fique informado

O importante papel da segurança digital para as instituições de ensino

8 de novembro de 2022

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Por mais que pareçam ser temas distantes, cada vez mais, segurança digital é um assunto presente na sala de aula

Por Michel Metzger

Em um mundo cada vez mais conectado, a área da educação tem um papel importante a cumprir.

Com o avanço tecnológico, a consciência pessoal das medidas de proteção no ambiente da rede digital passa a ser um assunto importante para ser conversado com professores e alunos.

Além disso, com a aplicação da Lei Geral da Proteção de Dados (LGPD), as instituições de ensino começaram a olhar com mais cuidado para os dados que geram e distribuem fora de seus muros.

É neste contexto de múltiplos desafios que surgem cada vez mais funcionalidades em plataformas digitais que auxiliam a tarefa de proteção digital para o setor educacional.

Hoje, a Cultura Digital faz parte do currículo de computação do Ensino Básico recém homologada pelo MEC, e indica entre as competências a serem adquiridas pelos alunos o objeto de conhecimento que se refere à segurança e responsabilidade no uso de tecnologia computacional.

Isso torna a segurança digital ainda mais essencial como tema formador e parte desse novo currículo do século XXI.

O elo mais frágil sempre foi o usuário, por esse motivo, é importante torná-lo mais consciente em meio à rápida transformação da prática pedagógica.

Por mais que pareçam ser temas distantes, cada vez mais, segurança digital é um assunto presente na sala de aula.

Por isso, é necessário criar critérios específicos de acesso de acordo com cada perfil, seja de aluno, professor ou direção, e promover esclarecimentos de que as informações trafegadas no ambiente escolar são monitoradas e devem seguir regras determinadas pela instituição de ensino.

Desta forma, o próprio usuário sentirá a responsabilidade na utilização de equipamentos tecnológicos e disseminação de dados.

Com a constante transformação digital, a educação está cada vez mais conectada e interligada, aumentando o temor de ataques cibernéticos e vazamento de dados, problemas que até pouco tempo não estavam presentes nos pensamentos de um gestor de ensino.

Afinal, diferentes formas de vulnerabilidades e ameaças podem comprometer os dispositivos utilizados para o processo de ensino, e as escolas também têm o seu papel de responsabilidade institucional.

Com a LGPD, as instituições de ensino tomaram consciência da quantidade impressionante de dados que guardam e geram no seu cotidiano e sentiram a necessidade de passar por uma transformação em suas práticas de segurança, garantindo que plataformas digitais, sites e aplicativos estejam de acordo com base na nova política de uso e acesso.

Mas, será que esses desafios afastariam o uso de plataformas digitais nas escolas? A questão é constantemente levantada, contudo, se olharmos de uma forma mais ampla, a questão da segurança marca presença nas plataformas digitais.

O ensino remoto deu início a esse movimento no período da pandemia e mostrou o quanto a tecnologia é importante no ambiente educacional.

Para que esse processo de transformação aconteça com segurança, é imprescindível que as instituições de ensino implementem plataformas de segurança digital para armazenar as informações de alunos e professores.

O mercado de tecnologia educacional tem amadurecido diante destes novos desafios e começa a oferecer ferramentas próprias para conectar escolas com plataformas de ensino com segurança, login único e relatórios de uso, além de possuírem um papel importante no constante monitoramento, testes e aperfeiçoamento da segurança da infraestrutura, procurando sempre otimizar os ganhos pedagógicos para as escolas e minimizando os riscos cibernéticos atuais.

* Michel Metzger é consultor de produto do Educacional — Ecossistema de Tecnologia e Inovação, área da Positivo Tecnologia para negócios de educação.

Instituições educacionais são alvo de ataques cibernéticos

O 5G pode transformar definitivamente a educação

5G e educação: entenda como a forma de aprender será impactada

Reconhecimento facial aumenta segurança em escolas

Cadastre-se para receber o IDNews

E acompanhe o melhor conteúdo do Brasil sobre Identificação Digital! Aqui!