Últimas notícias

Fique informado

Gabriela Pugliesi entrevista Renato Opice Blum e Samara Schuch Bueno sobre crimes digitais

09/01/2019

Gabriela Pugliesi recebeu em seu canal Vendi Meu Sofá, da Snack, maior rede multiplataforma brasileira de social vídeo, os doutores Renato Opice Blum e Samara Schuch Bueno, especialistas em crimes digitais, para falar sobre os limites da liberdade de expressão na Internet.

Segundo o Dr. Renato, o ideal é que as pessoas pensem antes de postar algum tipo de conteúdo na Internet:

“Sabe aquela teclada que a gente dá com sono e depois quando acorda se arrepende? Na internet, você não tem tempo de arrependimento”.

E para quem pensa que isso só vale para famosos com grande número de seguidores, a Dra. Samara diz que vale para todos:

“Tem diversos limites que a gente precisa respeitar na internet com relação ao uso de imagens, de textos, de trilhas sonoras. Se essa utilização passar dos limites da lei, isso pode sofrer consequências também. As pessoas se aproveitam de qualquer erro que a gente comete na internet, ou qualquer comentário ou postagem que possa ser interpretado de duas formas, para que possa fofocar, abusar e perseguir muitas vezes, então o cuidado tem que ser redobrado”, afirma.

Segundo Renato, outra dica importante é tomar cuidado com os reposts:

“Você reencaminhar posts, ou dar curtidas em posts ilícitos, desde que a pessoa possa perceber que aquele conteúdo é ilegal, pode gerar uma responsabilidade civil. Nós temos decisões aqui no Tribunal de São Paulo, responsabilizando pessoas que repassaram conteúdos, isso é super importante”.

Ele ainda completa falando sobre a pena aplicada aos haters: “Pode chegar até dois anos de prisão. Normalmente a pessoa não vai presa, mas pode prestar serviço a comunidade, ou pagar uma multa que o juiz vau determinar. Também tem a parte indenizatória que vai ter que compensar o sofrimento e a humilhação que aquela pessoa sofreu”.

Confira como foi a entrevista:

BTAS em LA apresenta estudo que comprova que impressões digitais falsas podem ser criadas

Modiax, corretora de ativos digitais prioriza entre seus pilares, segurança e tecnologia