Últimas notícias

Fique informado

Israel legaliza uso de câmeras de reconhecimento facial “real time” para proteger a segurança do país

18 de setembro de 2023

Spotlight

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

A Transformação Digital do Mercado Imobiliário: Blockchain, Moedas digitais, Cartórios e o Futuro

A tecnologia blockchain tem despertado interesse devido ao seu potencial disruptivo em vários setores, incluindo o setor imobiliário.

8 de abril de 2024

Empresa de Israel traz tecnologia de ponta em cibersegurança para o mercado brasileiro

Com o potencial de crescimento do mercado brasileiro e sua consequente inserção no ambiente digital, os fundadores da Cysfera decidiram trazer as inovações de ponta israelenses ao cenário nacional.

3 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

O governo de Israel aprovou um projeto de lei que legaliza o uso policial de câmeras de reconhecimento facial em espaços públicos. A medida, que foi aprovada pelo Comitê Ministerial de Legislação na segunda-feira, 19 de setembro de 2023, tem como objetivo combater o crime, especialmente na comunidade árabe.

De acordo com o projeto de lei, a polícia poderá implantar câmeras de reconhecimento facial em todas as vias de acesso de e para uma determinada localidade com a aprovação de um policial sênior. A aprovação será concedida por um período de até seis meses, mas o diretor superior poderá prorrogá-la por mais seis meses.

A polícia fornecerá relatórios anuais sobre o uso da tecnologia ao Knesset e ao Procurador-Geral. O Knesset é o parlamento de Israel. É um parlamento unicameral composto por 120 membros, eleitos para mandatos de quatro anos. O Knesset é responsável por fazer leis, aprovar o orçamento e fiscalizar o governo. Já o Procurador-Geral é o principal advogado do Estado de Israel.

No contexto do projeto de lei de reconhecimento facial, o Knesset é o órgão responsável por aprovar a legislação. O Procurador-Geral é responsável por supervisionar o uso da tecnologia de reconhecimento facial pela polícia.

O projeto de lei foi co-patrocinado pelo ministro da Justiça, Yariv Levin, e pelo ministro da Segurança Nacional, Itamar Ben Gvir. Para o ministro da Justiça Levin o projeto de lei é necessário para “prevenir, frustrar ou detectar infrações penais graves e detectar os envolvidos no planejamento ou na prática de infrações penais graves”.

Ben Gvir disse que o projeto de lei é uma ferramenta importante para combater o crime na comunidade árabe, onde os assassinatos estão em alta.

A tecnologia de reconhecimento facial tem sido alvo de críticas por parte de grupos de direitos civis, que afirmam que ela é tendenciosa e viola a privacidade. No entanto, o governo de Israel defende a medida, dizendo que ela é necessária para proteger a segurança do país.

O que o projeto de lei prevê?

– A polícia poderá implantar câmeras de reconhecimento facial em todas as vias de acesso de e para uma determinada localidade com a aprovação de um policial sênior.

– A aprovação será concedida por um período de até seis meses, mas o diretor superior poderá prorrogá-la por mais seis meses.

– A polícia fornecerá relatórios anuais sobre o uso da tecnologia ao Knesset e ao Procurador-Geral.

– A implantação da tecnologia de reconhecimento facial “terá a finalidade de prevenir, frustrar ou detectar infrações penais graves e detectar os envolvidos no planejamento ou na prática de infrações penais graves”.

Com informações do Times of Israel

Acompanhe como o reconhecimento facial e impressões digitais, de íris e voz estão sendo utilizados para garantir a identificação digital precisa para mitigar fraudes e proporcionar aos usuários conforto, mobilidade e confiança. Crypto ID, o maior canal brasileiro sobre identificação digital. Leia outros artigos aqui!

Learn how facial recognition and iris, voice and fingerprints are being used to ensure accurate digital identification to mitigate fraud and provide users with comfort, mobility and trust. Read other articles here! Crypto ID, the largest Brazilian channel on digital identification. Read other articles here!

Descubra cómo se utilizan el reconocimiento facial y el iris y las huellas dactilares del voz para garantizar una identificación digital precisa para mitigar el fraude y brindar a los usuarios comodidad, movilidad y confianza. Crypto ID, el mayor canal brasileño de identificación digital. ¡Lea otros artículos aquí!

Empresas brasileiras mostraram muitos usos positivos da tecnologia biométrica na BioCon Brasil 2023

ID R&D introduces frictionless voice biometrics for securing access to ChatGPT

Ministério da Igualdade Racial promove debate sobre o Racismo Algorítmico

Case HID: Tecnologia biométrica para controle de ponto e horas trabalhadas

Como proteger os dados e a identidade de pessoas vulneráveis? Por Regina Tupinambá

A escala de Tons de Pele MST é um importante passo em direção a uma IA mais justa e inclusiva

Você quer acompanhar nosso conteúdo? Então siga nossa página no LinkedIn!