Últimas notícias

Fique informado

Coletiva de imprensa realizada pela Thales aborda os impactos e vantagens da tecnologia 5G para o Brasil

29 de abril de 2021

Spotlight

O que é PKI? Definição e guia para infraestrutura de chaves públicas.

A infraestrutura de chave pública – PKI, em português ICP – gerencia a identidade e a segurança nas comunicações da Internet para proteger pessoas, dispositivos e dados.

13 de maio de 2021

GlobalSign anuncia mudanças no comprimento da chave de assinatura de código

Os clientes TSA devem migrar para os novos URLs até 1º de junho de 2021.

12 de maio de 2021

Entrevista com Daniela Costa – VP da Arcserve LATAM – sobre Proteção de dados e soluções de backup

Daniela Costa, VP Arcserve Latam, fala sobre o porque as corporações precisam repensar suas estratégias de backup.

7 de maio de 2021

Viviane Bertol explica o que é AR Eletrônica e fala sobre os novos procedimentos de validação da ICP-Brasil

Drª Viviane Bertol, fala sobre os novos procedimentos da ICP-Brasil, panorama mundial de eIDs e sobre LGPD.

8 de abril de 2021

O que o futuro da segurança na Internet mantém em 2019 segundo especialistas da Sectigo – Ouça

Especialistas em identificação digital e criptografia da Sectigo se reúnem para traçar as principais questões sobre segurança na internet em 2019

21 de janeiro de 2019

Com a chegada da tecnologia 5G ao Brasil espera-se um  aumento de serviços por meio eletrônico que precisarão de autenticação segura

A Thales realizou uma coletiva de imprensa no dia 14 de Abril de 2021 sobre os impactos e vantagens da tecnologia 5G para o Brasil, onde participaram Andre Mattos, Felipe Roberto de Lima, Wellington Rodrigues e Abilio Branco.

Felipe Roberto de Lima, Andre Mattos, Abílio Branco e Wellington Rodrigues

Procuramos saber da Thales questões relacionadas a autenticação e controle de acesso uma vez que com a chegada dessa tecnologia ao Brasil espera-se um aumento de serviços por meio eletrônico que precisarão de autenticação segura. 

A primeira pergunta da coletiva foi  feita por Susana Taboas, do Crypto ID, e o moderador Wellington Rodrigues endereçou ao Abílio Branco.

Susana Taboas

A pergunta feita pela economista se desenvolveu no âmbito das credenciais de acesso no cenário em que a chegada do 5G ao Brasil ocorre na mesma época do início da aplicação das sanções relacionadas a Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD.

Como pontuado pelo moderador, Susana coloca uma questão relacionada à realidade tecnológica que vivemos hoje, onde o perímetro é o indivíduo. 

“Será que as credenciais de acesso estão sendo valorizadas hoje em dia pelo mercado brasileiro e como será com a chegada do 5G?”, perguntou a Diretora de relacionamentos e operações do Crypto ID, Susana Taboas. 

Em sua resposta o então Gerente de Vendas de Proteção de Dados da Thales, Abílio Branco abordou uma ampla visão sobre o crescimento acelerado sobre a tecnologia e a área e o business de autenticação em sua resposta.

Abílio Branco

“Com o advento da Covid19 o negócio de autenticação da Thales tende a crescer muito rapidamente. O business de autenticação cresceu muito rapidamente porque, antes tínhamos 5% ou 10% da empresa com trabalho remoto, alguns executivos, talvez um pouco mais ou um pouco menos, mas realmente era um número limitado que possui esse acesso, e em virtude da pandemia todos passaram a trabalhar de casa.”

“Sendo assim, as empresas tiveram que fazer uma jornada não só de se adequar na questão da velocidade de acesso aos links – nesse caso o 5G teria facilitado -, mas também a questão da autenticação de garantir que quem está acessando de casa é realmente aquele indivíduo, pois na empresa você tem a autenticação na catraca e em mais alguns processos de autenticação. Já em casa não, pois você está acessando uma rede pública e que, não necessariamente, seu computador está com a mesma segurança que estaria na sua empresa.”

“Então vimos uma corrida muito grande por essa questão de autenticação e tecnologia, e a gente tem visto o mercado se preocupar muito mais, porque para você garantir a transformação digital você tem dois componentes:

Primeiro você tem que garantir que somente as pessoas autorizadas tenham acesso a informação, e você garante isso através do conceito de criar uma blindagem ao cofre de dados.

A solução da Thales vai criar uma blindagem através da criptografia. Não vou entrar em detalhes técnicos, mas se alguém tiver ouvindo e for um pouco mais técnico, tem tokenização e criptografia, podemos falar em outra oportunidade.”

“Basicamente você vai criar uma blindagem no dado, ou seja, quem não tem que ter acesso ao dado só vai ver o dado criptografado e quem tem que ter acesso vai ver o dado em texto claro. Não importa se ele está local ou se está em uma cloud ou ambiente virtual, dado vai estar criptografado.”

A pergunta da Susana foi muito pertinente, porque temos que ter a garantia de quem está acessando é mesmo o indivíduo que deveria e que não alguém fazendo se passar por ele e que talvez esteja utilizando uma credencial roubada. Então uma solução de duplo fator de autenticação forte é importante.”

Abílio citou também a importância da autenticação forte considerando a Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD e segundo o executivo, historicamente a atenção com a proteção de dados era mais presente entre alguns setores como o financeiro e o de saúde, mas agora, com a chegada da Lei Geral de Proteção de Dados, essa preocupação avança entre outros segmentos de mercado.

Atualmente todas as empresas precisam levar muito a sério a proteção de dados e a autenticação de acesso é parte central da estratégia de gestão dos dados custodiados pelas empresas.

“A preocupação com a proteção de dados passa a ser maior em outros segmentos em função das regulamentações. Visualizando todo esse processo eu te diria que nós estamos em um bom estágio. Em alguns segmentos a preocupação com a autenticação começa a receber mais atenção em virtude da evolução dos conceitos de segurança e das regulamentações, e tudo que temos visto aí para poder viabilizar a transformação digital” , finaliza Abílio Branco.

Abílio Branco da Thales fala sobre as principais etapas para conformidade com a LGPD

Dicas do Crypto ID: tecnologias para prevenção de riscos com Susana Taboas e Regina Tupinambá

Quantas aplicações sua empresa já tem em Cloud? Por Susana Taboas

Sobre o Crypto ID | O maior Portal Brasileiro sobre identificação digital

O Crypto ID está entre os mais segmentados e conceituados portais brasileiros sobre conteúdo de segurança da informação. Temos foco em soluções que agregam garantias legais às transações feitas nos meios eletrônicos.

Mais de 1,14 mil pessoas diferentes acessam o Crypto ID por ano para ler pelo menos uma matéria e destacamos que 76% da nossa audiência é orgânica e 67% dos nossos leitores são profissionais C-Level.

Leitores do Crypto ID acessam nosso conteúdo para se atualizarem e obterem conhecimento sobre as inovações e os respectivos fornecedores do mercado brasileiro e internacional.

Nossa audiência | Mídia kit 2020, acesse aqui!