Menu

Últimas notícias

Fique informado

Infovia Brasil revoluciona comunicação de dados no governo

30/09/2020

Spotlight

Thales apresenta nova edição do “Manual de Ciberameaças: o cibercrime organizado”

Especialistas apresentam o modus operandi dos cibercriminosos e as formas de combatê-los

21/10/2020

Reimaginando o novo contrato social para a era digital. Entrevista com Don Tapscott

Don Tapscott é uma das maiores autoridades mundiais no impacto da tecnologia nos negócios e na sociedade. Ele compartilha sua visão de futuro de um novo contrato social.

21/10/2020

eIDAS – REGULAMENTO (UE) N.o 910/2014 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

eIDAS – REGULAMENTO (UE) Nº 910/2014 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

20/10/2020

Empresas brasileiras são beneficiadas pelo certificado ICP-Brasil

A transformação digital, que após a pandemia tornou-se essencial para a economia, já era realidade em diversas empresas brasileiras antes de 2020 com o certificado digital

20/10/2020

Primeiro Documento Eletrônico assinado entre dois Países foi emitido em 2 de outubro de 2020

A possibilidade de acordos internacionais serem assinados por meio de documentos eletrônicos com reconhecimento mútuo entre os países é uma prerrogativa dos documentos que utilizam certificados digitais emitidos por PKIs.

05/10/2020

CRLV 100% Digital já está disponível

Até 30 de junho, todos os Detrans devem substituir o documento físico pela versão digital. A impressão do CRLV pode ser feita pelo usuário.

10/01/2020

Secretaria do Governo Digital firma Acordo de Cooperação Técnica da Infovia Brasil com Serpro para utilização da rede na Administração Pública Federal

A Secretaria do Governo Digital (SGD) firmou um Acordo de Cooperação Técnica com o Serpro para o projeto Infovia Brasil, que prevê a utilização da rede de comunicação de dados por órgãos da Administração Pública Federal.

O objetivo do acordo é oferecer uma rede de comunicação de alta velocidade com capacidade de transportar dados, voz e imagens para atender às necessidades de interligação entre os órgãos, com elevado padrão de qualidade, para disseminação de informações e acesso aos serviços de governo eletrônico. 

“O acordo prevê a gestão, manutenção e expansão do backbone, dos acessos e dos serviços da infraestrutura das redes óticas denominadas Infovia Brasília e Infovia Estadual, destinada ao atendimento dos órgãos e entidades da Administração Pública do Distrito Federal e estados.”

Além disso, possibilita a interligação, segura e com alto padrão de qualidade, entre as unidades administrativas em cada órgão participante, entre os órgãos participantes e, ainda, entre cada órgão participante e seus provedores de serviços”, explicou o chefe da Divisão de Produção do Serviço Infovia do Serpro, Leandro de Almeida Bittencourt.

De acordo com Leandro, a Infovia Brasil atende, atualmente, a mais de 80 órgãos do Executivo, Legislativo e Judiciário Federal, além do Governo do Distrito Federal. “São clientes que se utilizam da rede para tráfego de dados de alta criticidade e, por isso, exigem alta disponibilidade do serviço. O serviço Infovia está disponível em Brasília, Cuiabá, Porto Alegre, Pelotas, Santa Catarina,  Boa Vista, Macapá, Natal, Rio Branco e Salvador”, acrescenta Bittencourt.

O Serpro é responsável pela operação comercial e técnica das redes Infovias, além da prospecção e implantação de novas redes metropolitanas no Brasil.

“As redes Infovias possuem um importante papel de integração de entidades públicas, soluções digitais e centro de dados, incluindo a nuvem Serpro. As redes Infovias trazem benefícios para o Serpro no papel de integrador de soluções digitais ou como potencializador das atuais soluções através da oferta de maior segurança, disponibilidade de banda e menor tempo de resposta aos seus clientes do mercado privado.”

“Para a meta estratégica de conectividade em âmbito nacional, a expansão das redes metropolitanas Infovia é de suma importância para atingimento desse objetivo”, destacou o chefe da Divisão de Planejamento e Execução de Infraestrutura de Rede de Longa Distância e Infovia do Serpro, Moises Simões Seabra Resende.

A meta do Serpro é de continuar expandindo as redes metropolitanas por todo o Brasil, principalmente por meio de parcerias com entes públicos, compartilhando, assim, os benefícios e custos de infraestrutura.

“Neste momento, estamos construindo a rede Infovia São Paulo, com previsão de conclusão da primeira etapa em julho de 2021. Ademais, estamos em negociação de parcerias em Belo Horizonte, Vitória, Goiânia, Curitiba, Porto Alegre e no estado do Pará para concepção de novas redes metropolitanas”, informa Moises.

Infovia Brasil

Iniciada em 2015, a Infovia Brasil é uma infraestrutura de rede óptica metropolitana de comunicações criada para atender aos órgãos de governo situados em diversas cidades do Brasil. A infraestrutura foi construída para fornecer um conjunto de serviços e funcionalidades em ambiente seguro, de alta performance e alta disponibilidade.

Além dos serviços básicos de transporte de informações, a Infovia permite acesso à Internet e integra serviços e soluções digitais do Serpro, como hosting, colocation, acesso à nuvem, soluções de segurança, videoconferência e telefonia IP.

É objetivo das redes Infovias a racionalização e redução de custos com telecomunicações, fornecimento de serviços com elevados requisitos de qualidade e disponibilidade, implantação de rede multisserviços de uso da Administração Pública e melhoria da confiabilidade e segurança das informações governamentais que trafegam nas redes e desenvolvimento e implantação de novos serviços, bem como atendimento tempestivo às demandas dos órgãos participantes.

Desafios

Para Leandro Bittencourt, o maior desafio atualmente é a integração dessas redes com o Backbone Serpro, de forma a ter um produto integrado de conectividade em âmbito nacional.

“Estamos trabalhando atualmente nesse projeto, em busca de uma solução custo-efetiva e com as características de desempenho, segurança e qualidade que temos nas atuais redes metropolitanas. O serviço encontra-se em operação comercial em Brasília, Cuiabá, Porto Alegre, Pelotas/RS e Santa Catarina. Jé em Boa Vista, Macapá, Natal, Rio Branco e Salvador são redes construídas e tecnicamente implementadas, porém dependem da obtenção de inscrição estadual para iniciar operação comercial”.

Além da questão da inscrição estadual, para cada rede prospectada, é feita análise de viabilidade econômica, considerando o dispêndio com telecomunicações versus os custos para implantação e operação de redes Infovias. Por isso, estamos sempre em busca de parcerias com entes governamentais como prefeituras, empresas públicas de processamento de dados, universidades e outros para uso compartilhado de infraestrutura existentes.”

Neste modelo, o Governo economiza, evitando investimentos duplicados, pois há uso compartilhado de infraestrutura e há uma relação de interesse mútuo com a participação do Serpro na expansão e manutenção de redes, cessão de serviços ou mesmo assinatura de contrato com o parceiro”, pontua Leandro.

Fonte: Serpro

Caio Mario Paes de Andrade é confirmado para Secretaria Especial de Governo Digital

Brasil está entre os 20 países com melhor oferta de serviços públicos do governo digital

Tecnologia para o trânsito garante a segurança do cidadão

Siga o Crypto ID no Linkedin e acompanhe as atualizações sobre inovação e segurança da informação com foco em eIDs e Criptografia!

Pular para a barra de ferramentas