Últimas notícias

Fique informado

Mais de 30% dos brasileiros se acha “comum” demais para ser hackeado

05/08/2020

Spotlight

A sanção da Lei 14.063 de 2020, segundo agência Senado.

A nova lei cria dois novos tipos de assinatura eletrônica em comunicações com entes públicos e em questões de saúde: simples e avançada.

25/09/2020

Lei Geral de Proteção de Dados Brasileira – LGPD começa a valer

Começa a valer nesta sexta 18 de setembro de 2020 conforme o texto aprovado pelo Senado .

18/09/2020

Como gerenciar Identidades Digitais em empresas públicas e privadas? Ouça

Sobre como gerenciar eIDs, conversamos com Luís Correia – Business Development da AET EUROPE, empresa global na área de soluções de segurança digital.

02/09/2020

Brasil está entre os 20 países com melhor oferta de serviços públicos do governo digital

Segundo análise feita pela ONU, o país avançou para o nível ‘muito alto’ de desenvolvimento de governo eletrônico e nos serviços digitais.

23/07/2020

4 maneiras reais de vazar os dados da sua empresa

Algumas histórias sobre como é fácil acidentalmente vazar informações e dados sensíveis para o público.

22/07/2020

Novo relatório da Kaspersky mostra ainda que, mesmo tendo maior consciência sobre os riscos digitais, 48% dos brasileiros não mudaram seus hábitos online

A mais recente pesquisa realizada pela Kasperksy mostra que o brasileiro está mais consciente de sua segurança digital, porém ainda precisa mudar seu comportamento online para que esteja realmente seguro.

O estudo foi feito em maio deste ano em nível global e contou com a participação online de brasileiros com pelo menos dois dispositivos conectados em casa.

Entre os principais achados, destaca-se que 73% dos brasileiros que estão em home office afirmam estar mais conscientes de sua segurança digital, porém 48% deles disseram que não mudaram seus hábitos online.

A negligência com a cibersegurança tem origem em três motivos: 45% dos brasileiros a deixam de lado, pois a vida é corrida, mesmo reconhecendo que deveriam prestar mais atenção a isso; 36% simplesmente se sentem seguros em realizar transações financeiras e de negócios de forma online; e, por fim, 33% dos brasileiros duvidam que tenham algo de valor para serem vítimas de ciberataques.

Para lidar com as questões de segurança, quase dois terços (62%) dos brasileiros dizem instalar apenas apps confiáveis em seus dispositivos, obtidos em lojas oficiais como Apple Store e Google Play, e mais da metade (54%) faz verificações de segurança regularmente em todos. Apesar disso, uma tendência perigosa também aparece para 10% dos brasileiros, que admitiram já ter usado o Wi-Fi de vizinhos sem o conhecimento deles.

“Este ano ficará marcado por como o isolamento social acelerou a transformação digital das empresas e das pessoas. Por isso, tentamos entender como isso está afetando nosso comportamento online e quais são as novas ‘zonas de conforto digitais’”, afirma Roberto Rebouças, gerente executivo da Kaspersky no Brasil.

“Porém, não me surpreende o baixo impacto que tudo isso teve nos hábitos dos brasileiros. Somos um povo muito digital, tanto que figuramos entre os top 3 usuários nas principais redes sociais. A boa notícia é que estamos mais conscientes sobre segurança digital.”

“Sempre digo que não podemos acreditar que algo novo seja seguro e espero que este conceito seja adota por mais pessoas a cada dia. Entender essas brechas de informação sobre cibersegurança nos ajuda a saber como podemos ajudar a otimizar a segurança em ‘zonas de conforto digitais’”, diz.

Dicas para proteger seus dados brasileiros

• Preste atenção à autenticidade dos sites. Não acesse nenhuma página até ter a certeza de que é legítima. Procure análises e avaliações de sites que pareçam suspeitos;

• Mantenha uma lista de suas contas online para compreender quais serviços e sites podem estar armazenando suas informações pessoais;

• Bloqueie a instalação de programas de origem desconhecida nas configurações do seu celular e instale somente aplicativos de lojas oficiais;

• Utilize o “Privacy Checker”, que ajuda tornar seus perfis em mídias sociais privados. Assim, será mais difícil para terceiros encontrarem informações pessoais;

• Use o Kaspersky Security Cloud com o recurso de monitoramento da rede doméstica, que envia alertas e avisos em tempo real a todos os dispositivos da casa que estão em risco, além de detectar invasores imediatamente.

Fonte: Kaspersky Daily

Crise de habilidades de carreira em cibersegurança piora pelo quarto ano consecutivo

ESET explica: por que é importante ter uma tela de bloqueio?

Os roteadores domésticos viraram ciberinimigos?

Apresente suas soluções e serviços no Crypto ID! 

Nosso propósito é atender aos interesses dos nossos leitores, por isso, selecionamos muito bem os artigos e as empresas anunciantes. Conteúdo e anúncios precisam ser relevantes para o mercado da segurança da informação, criptografia e identificação digital. Se sua empresa é parte desse universo, baixe nosso Mídia Kit, escreva pra gente e faça parte do Portal Crypto ID!

ACESSE O MÍDIA KIT DO CRYPTO ID

contato@cryptoid.com.br  
+55 11 3881 0019