Últimas notícias

Fique informado
Receitas médicas sem papel a partir de agosto

Receitas médicas sem papel a partir de agosto

28/07/2015

Já foi publicado em Diário da República a portaria que prevê a desmaterialização das receitas médicas

Bandeira de portugalReceitas médicas sem papel

A partir de agosto, em Portugal, vai ser possível em todas as farmácias do país aviar receitas médicas por meio do cartão de cidadão, sem ser necessário usar o papel.

O Governo garante que praticamente todas as farmácias já têm o software que permite a leitura do cartão de cidadão, falta agora que este seja implementado em todos os Hospitais, Unidades de Saúde Locais e Centros de Saúde.

O médico vai passar a receita através do computador, o que muda é a assinatura digital. Depois, basta que o paciente entregue o cartão do cidadão na farmácia, o “chip” é lido e o remédio entregue.

Fácil e, mais importante ainda, impossível de corromper

O governo defende que o grande objetivo é combater a fraude. Deixa de ser possível, por exemplo, aviar a mesma receita duas vezes.

Os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde já distribuíram cerca de 42 mil leitores por todo o Serviço Nacional de Saúde.

Para já o sistema vai arrancar em 16 unidades, entre elas hospitais de grandes dimensões. Estão previstos meios alternativos para quem não tem cartão do cidadão.

O Executivo reconhece a dificuldade de implementação das Receitas médicas sem papel, por isso não tem uma data para o fim definitivo das receitas em papel.

 

Nenhum comentário até agora

Ir para a discussão

Nenhum comentário ainda!

Você pose ser o primeiro a iniciar a discussão.

<