Últimas notícias

Fique informado

Segurança de Dados: principais tendências para 2023

9 de dezembro de 2022

A Arcserve, um dos principais fornecedores globais de proteção de dados, aponta quatro tendências para 2023 nesse delicado campo da segurança

Os dados hoje são a força vital para os negócios. Sem acesso a dados e sistemas críticos, a empresa está totalmente vulnerável frente ao mercado.

Estar protegido contra as ameaças mais recentes aos seus dados e as ferramentas que você pode usar para protegê-los é vital.

Neste contexto, a Arcserve, um dos principais fornecedores globais de proteção de dados e provedor de plataforma unificada de resiliência de dados, aponta quatro tendências para 2023 nesse delicado campo da segurança.

1. Uma interrupção maciça de SaaS poderá atuar como um alerta

Empresas em todo o mundo estão cada vez mais consumindo software como serviço, em vez de executar sua própria infraestrutura de TI no local.

Imagine se um serviço como o Microsoft 365 tiver uma grande interrupção.

É importante ter consciência de que os provedores de SaaS de primeira linha garantem seu serviço, mas não garantem a segurança de seus dados.

Por isso é necessário ter software de terceiros para sobreviver a uma interrupção e proteger seus dados a longo prazo.

O armazenamento imutável de objetos é uma ferramenta de segurança de dados de última geração que protege continuamente as informações tirando instantâneos a cada 90 segundos.

Ele garante que, mesmo no caso de uma interrupção significativa de SaaS, você possa recuperar rapidamente seus dados. Isto pode ser a diferença entre a sobrevivência ou não da empresa.

2. O corte de custos causará mais danos do que benefícios

Com a espiral descontrolada dos preços da energia e a inflação, as empresas em geral implementarão a otimização de custos em 2023.

Mas uma coisa que as organizações não podem se dar ao luxo de fazer é reduzir seus esforços de proteção de dados.

Mesmo que elas repensem seus gastos operacionais para lidar com a inflação, elas ainda precisam investir na proteção, armazenamento e backup de seus dados.

O mais recente Relatório de Custo de uma Violação de Dados da IBM descobriu que o custo médio de uma violação para uma empresa dos EUA em 2022 foi de US $ 9,44 milhões.

Garantir que quaisquer cortes no orçamento tenham um impacto mínimo nas operações do negócio é a melhor forma de prevenir grandes danos financeiros e de imagem.

3. As empresas terão que alocar seus orçamentos de segurança com precisão 

Muitas empresas reduzirão seus custos.

Aquelas que o fazem devem estar cientes de que este é o momento esperado pelos cibercriminosos. Eles estão sempre procurando vulnerabilidades.

Portanto, as empresas que consideram medidas econômicas devem fazê-lo com sabedoria e analisar onde alocam seu orçamento em relação à segurança dos dados.

Hoje, a maioria das empresas investe no básico, como firewalls, antivírus e soluções de detecção de intrusão.

Mas os criminosos inevitavelmente passarão por essas defesas pelo menos uma vez.

É vital ter um plano para essa eventualidade e alocar seu orçamento de segurança de acordo. Para cada centavo gasto em firewalls ou soluções antivírus, é fundamental gastar outro centavo em soluções de backup e de rápida recuperação dos dados após um ataque cibernético.

4. É imperativo proteger os dados colocados em risco pelos trabalhadores remotos

A maioria das organizações implementou com sucesso programas de trabalho remoto ou híbrido durante a pandemia.

Muitos continuarão essas políticas em 2023 porque sabem que protegerão a saúde financeira de suas empresas, mantendo os funcionários mais felizes, engajados e produtivos.

Muitas pessoas preferem trabalhar em casa em vez de se deslocar para o escritório porque, com o alto preço da gasolina e os congestionamentos, podem economizar dinheiro e tempo não dirigindo.

Muitas empresas estão descobrindo que, com menos trabalhadores no escritório, podem economizar em suas contas de serviços públicos.

A questão central é que quando os funcionários estão remotos, os dados ficam ainda mais fragmentados e as vulnerabilidades se expandem.

Agora que o trabalho híbrido veio para ficar, as empresas em 2023 precisarão buscar soluções simples e de baixo custo que possam efetivamente fazer backup e proteger dados em seus ambientes remotos sem a necessidade de implantar novos recursos ou aportar novos investimentos.

Em um mundo em um ritmo cada vez mais acelerado – e cada vez mais imprevisível – os desafios de negócios de todos os tipos estão se tornando mais difíceis de serem identificados e resolvidos.

A proteção de dados é uma delas. As empresas que o fizerem com sucesso em 2023 e nos anos seguintes permanecerão à frente ao implementar as ferramentas e estratégias inovadoras necessárias para proteger seus dados e avançar com competência e confiança em um ambiente cada vez mais repleto de ameaças.

Sobre a Arcserve –  A Arcserve, um dos 5 principais fornecedores globais de proteção de dados e provedor de plataforma unificada de resiliência de dados, oferece o mais amplo conjunto das melhores soluções da categoria para gerenciar, proteger e recuperar todas as cargas de trabalho de dados, de pequenas e médias empresas a grandes corporações, independentemente da localização ou complexidade.

As soluções da Arcserve eliminam a complexidade ao mesmo tempo em que oferecem a melhor proteção e segurança, com ótimo custo-benefício, agilidade e ampla escalabilidade para todos os ambientes de dados.

Isso inclui infraestruturas locais, externas (incluindo DRaaS, BaaS e Cloud-to-Cloud), hiperconvergentes e de borda.

As quase três décadas de premiadas tecnologias da empresa, aliadas ao foco contínuo em inovação, significa que parceiros e clientes, incluindo MSPs, VARs, LARs e usuários finais, têm a garantia do caminho mais rápido para cargas de trabalho e infraestruturas de dados da próxima geração.

Uma empresa 100% canal, a Arcserve está presente em mais de 150 países, com 19.000 canais parceiros auxiliando a proteger ativos de dados críticos de 235.000 clientes.

Explore mais em arcserve.com e siga @Arcserve no Twitter.

Hotéis podem garantir a segurança de dados dos hóspedes?

LGPD: entenda como a logística pode garantir a segurança de dados dos consumidores

Redes sociais e apps de mensagens são os maiores desafios para a segurança de dados corporativos

LGPD e fintechs: como a segurança de dados é garantida no setor financeiro

Crypto ID trilhou um caminho incrível!

Em novembro de 2024 completaremos uma Década De Sucesso!

Desde o seu início, temos sido acompanhados por uma comunidade apaixonada e engajada, que cresce a cada ano. Com dois milhões de seguidores por ano, nossa jornada é marcada por conquistas, inovação e colaboração.

As empresas mantenedoras têm sido pilar fundamental para o nosso crescimento contínuo. Seu apoio nos permite manter a qualidade e a relevância das informações que compartilhamos. Agradecemos a cada uma delas por acreditar na nossa missão e nos ajudar a construir uma comunidade forte e informada. Contamos com a colaboração de um excepcional time de colunistas! São eles que trazem insights, análises e opiniões valiosas para os nossos leitores. Com suas vozes únicas, eles enriquecem o conteúdo do Crypto ID e nos ajudam a manter a excelência. E não podemos esquecer de parcerias incríveis que temos com as Assessorias de Imprensa que nos fornecem informações detalhadas e atualizadas sobre as empresas que atendem.

À medida que nos aproximamos de mais um aniversário, renovamos nosso compromisso com a segurança digital, a privacidade e a tecnologia. Obrigado a todos que fazem parte dessa incrível jornada!

Juntos trabalhamos por um mundo digital com mais sigilo, identificação, segurança e gestão gerando confiança para que empresas, máquinas e pessoas possam confiar umas nas outras.