Últimas notícias

Fique informado

Novo marco da ICP-Brasil: emitidas Cadeias V6 e V7 em curvas elípticas

28/12/2018

O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, continuando a busca por inovações e permanência na vanguarda tecnológica de um criptossistema de chaves públicas, anuncia que na data de hoje, 28, às 10h, foram emitidas as Cadeias V6 e V7 da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil baseadas, respectivamente, nas curvas elípticas Ed448-Goldilocks e E-521.

Este marco histórico é, até onde tem-se conhecimento, feito único no mundo para uma Autoridade Certificadora Raiz com tamanha infraestrutura de entidades, aplicações e usuários.

As novas Cadeias foram emitidas em cerimônia com a participação dos cinco signatários da chave privada da AC Raiz, o diretor-presidente do ITI, Gastão Ramos, o diretor de Infraestrutura de Chaves Públicas do ITI, Waldeck Araujo Junior, o diretor de Auditoria, Fiscalização e Normalização do ITI, Rafaelo Abritta, o diretor substituto de Tecnologia da Presidência da República – DITEC/PR, Moisés Henrique da Silva, e o diretor do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações – DSIC/GSI, Coronel Marcelo Paiva Fontenele.

As novas Cadeias colocam a ICP-Brasil em um elevado patamar de segurança criptográfica, preparada para recepcionar atuais e novas aplicações, sistemas, plataformas, equipamentos e, com isso, ampliar suas fronteiras de atuação. Além de, por mais um ano seguido, o ambiente da AC-Raiz, gerido pelo ITI, renovar seu selo WebTrust sem qualquer inconformidade, o Brasil possui um ambiente único em que o parquet criptográfico está pronto a uma nova década de avanços (destacando que nossos equipamentos também já estão homologados para a curva 25519), com o rigor e segurança necessários para uma infraestrutura de identidade e assinatura digital.

Essa vanguarda tecnológica e procedimental faz da ICP-Brasil a única infraestrutura de assinatura e identificação digital no país capaz de entregar de fato plena presunção de validade jurídica aos documentos eletrônicos e autenticações feitas com seus derivados tecnológicos, como seus certificados digitais, carimbos de tempo e certificados de atributos.

O Brasil conta com uma Autarquia Federal e uma Infraestrutura de Chaves Públicas que estão aptas para desburocratizar e agilizar, com a segurança técnica e jurídica necessária, todos os procedimentos e segmentos da sociedade brasileira, diminuindo os custos e fraudes, tornando a vida do cidadão melhor. Ademais, permanentes estudos e formulações de projetos, para os avanços que a sociedade da informação requer, estão em desenvolvimento, como os registros de ativos digitais em uma rede blockchain, internet das coisas e uma nova era de algoritmos pós-quânticos que se aproxima.

A emissão das cadeias V6 e V7 em curvas elípticas é um marco para ICP-Brasil e garante que toda infraestrutura estará preparada para os desafios futuros na área de segurança da informação. Tamanha evolução foi possibilitada pela determinação e qualidade do corpo técnico do ITI, em especial das equipes da Coordenação-Geral de Operações – CGOPE, da Coordenação de Infraestrutura e Segurança da Informação – CGISI e dos assessores técnicos do instituto”, afirmou o diretor-presidente do ITI, Gastão Ramos.

Ramos destacou ainda que as novas cadeias possibilitarão, entre outras ações, a criação da Autoridade Certificadora da Justiça Eleitoral no âmbito da ICP-Brasil e o uso do certificado digital em objetos metrológicos homologados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro.