Últimas notícias

Fique informado

Relatório Anual de Riscos e Fraudes no Cenário Cibernético

15/06/2019

Abaixo os highlights do 4º Relatório Anual de Riscos e Fraudes no Cenário Cibernético, produzido pela NS Prevention, empresa do Grupo New Space especializada em inteligência cibernética e prevenção a fraudes pela internet. O levantamento foi realizado no período junho de 2018 a maio de 2019.

Por meio de investigação realizada pela equipe NS Prevention, foram mais de 2 bilhões de credenciais mapeados em diversos canais, sendo os mais comuns o IRC, da sigla em inglês Internet Relay Chat (20,9%), seguido de sites de compartilhamentos (9,6%), grupos no Skype (5,1%) e Telegram (0,9%). Entendem-se por credenciais, CPF, e-mail e senha para acesso a serviços diversos.

O monitoramento também mostrou mais de 370 milhões de dados de cartões vazados e comercializados, sendo que o Skype foi o principal canal com 43,7% do total, seguido por salas de IRC com 25%. Na sequência, aparecem os sites de indexação e compartilhamento (10,2%) e Telegram (2,1%).

O relatório também apontou 7 milhões de anúncios de vazamento e/ou comercialização de dados, realizados em diversos canais na internet.

Foram identificados 2033 malwares e 2495 informes enviados para um único cliente, ou seja, durante o monitoramento realizado, a equipe da NS Prevention identificou quase 2500 tentativas de ataque a uma mesma empresa.

Houve ainda 1571 perfis de cibercriminosos mapeados em diversas redes sociais e 708 telefones identificados como ilícitos, números esses usados pelos cibercriminosos em grupos de WhatsApp/Telegram.

O relatório também destaca os seguimentos mais afetados. Do volume total de dados coletados pela NS Prevention, pouco mais da metade (51%) são do segmento de turismo e hotelaria, seguido por redes sociais (40%), TV por assinatura (5%), aplicativos (3%) e E-commerce (1%).

Entre as tendências observadas no relatório, estão a migração dos cibercriminosos de grupos de WhatsApp/Telegram para salas de IRC.

Não houve mudança em relação aos métodos de ataque, sendo que os mais comuns continuam com o spoofing e o phishing.

  Leia aqui a Revista da NS Prevention

Série ‘You’ serve de alerta para os riscos na exposição virtual

Pesquisa mostra que ransomware é a ameaça mais perigosa para empresas