Últimas notícias

Fique informado

Governança de Dados: pilar essencial na Era de Ouro dos dados

30 de janeiro de 2024

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

5G: uma revolução para o setor de saúde e um desafio em segurança de dados 

Se hoje o cenário já é complexo e desafiador para as organizações, imagine como isso se intensificará com a chegada do 5G

10 de janeiro de 2023

Segurança de Dados: principais tendências para 2023

A Arcserve, um dos principais fornecedores globais de proteção de dados, aponta quatro tendências para 2023 nesse delicado campo da segurança

9 de dezembro de 2022

Hotéis podem garantir a segurança de dados dos hóspedes?

A utilização de ferramentas e recursos, como softwares adequados, são essenciais para que a tecnologia funcione de forma efetiva nos hotéis

4 de novembro de 2022

LGPD: entenda como a logística pode garantir a segurança de dados dos consumidores

Em vigor efetivo desde o segundo semestre de 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) determina diretrizes rigorosas

31 de outubro de 2022

A Governança de Dados garante segurança, agilidade e, acima de tudo, a capacidade de inovar e capitalizar dados de qualidade

Por Alexandre Poda

Alexandre Poda, Gerente Sênior de Data Analytics e IoT

Base inesgotável do mundo digital, os dados são, sem dúvida, o novo petróleo e, portanto, uma fonte de valor inestimável para empresas de todo o planeta.

No entanto, com a avalanche crescente de informações, a necessidade de uma Governança de Dados tornou-se não apenas urgente, mas também essencial para o sucesso e a segurança dos negócios.

A Governança de Dados é o primeiro passo crucial para uma gestão eficiente das informações empresariais, garantindo segurança, agilidade e, acima de tudo, a capacidade de inovar e capitalizar dados de qualidade. 

A promulgação da LGPD foi um importante combustível para uma maior atenção à gestão de dados. Trouxe à tona a importância crítica de um controle de dados focado na segurança de informações sensíveis e na proteção da privacidade, gerando inovação e abrindo horizontes em variados negócios. 

Uma pergunta fundamental surge nesse cenário: quem é o dono dos dados nas empresas e, portanto, quem irá responder sobre qualquer incidente de vazamento de dados? Esta questão pode não ter uma resposta direta. 

Diferentes tipos de dados podem ter proprietários distintos, muitas vezes, associados aos departamentos que os geram ou utilizam com maior frequência.

No entanto, em uma abordagem eficaz de Governança de Dados, cada setor e colaborador deve compartilhar a responsabilidade pela integridade, segurança e uso ético dos dados. 

Mas como desenvolver uma Governança de Dados eficiente, que esteja em conformidade com a LGPD e alinhada aos padrões de segurança e ética corporativos?

A contratação de uma consultoria especializada em Governança de Dados tem sido uma prática frequente no mercado, considerando ser uma ação altamente estratégica para o negócio e para a construção de uma área alinhada aos objetivos de negócios, na esteira de boas práticas.

Ela será responsável por gerir os princípios de organização e controle de dados e informações, envolvendo interface com diversas outras funções e criando políticas e diretrizes corporativas para, além de atribuir papéis e responsabilidades, governar os dados.

Pontos relevantes da estratégia:

– Mapeamento e classificação de dados: identificar e classificar os dados de acordo com sua sensibilidade e importância para a empresa;

– Políticas claras e procedimentos de segurança: desenvolver e implementar políticas robustas que regulem desde o acesso aos dados até seu compartilhamento;

– Cultura organizacional e treinamento: fomentar uma cultura de conscientização sobre a importância dos dados e oferecer treinamentos regulares sobre segurança e privacidade;

– Uso de tecnologia adequada: usar ferramentas e sistemas de proteção e gerenciamento de dados eficazes, como criptografia e softwares de segurança.

Os benefícios proporcionados pela Governança de Dados são vastos, entre eles, Segurança e Conformidade, com redução do risco de violações de dados e conformidade com regulamentações, como a LGPD; tomadas de decisão mais ágeis e assertivas para orientar estratégias de negócios; e inovação e monetização, que impulsionam a inovação e exploração de oportunidades de negócios.

Vale destacar que, em uma Governança de Dados bem estruturada, as responsabilidades são compartilhadas entre gestores, que vão definir diretrizes e políticas, além de garantir sua implementação eficaz; colaboradores, que irão seguir as políticas estabelecidas e assegurar o uso ético e responsável dos dados; e ainda entre parceiros corporativos, que vão aderir às políticas ao lidar com os dados da empresa.

À medida que avançamos na “Era de Ouro dos Dados”, a Governança de Dados emerge como um pilar indispensável para empresas que buscam prosperar em um ambiente de negócios cada vez mais orientado por informações. 

A capacidade de gerenciar, proteger e utilizar dados de maneira ética e eficiente não é apenas uma vantagem competitiva, mas também uma necessidade incontornável e inadiável.

Governança de dados: qualidade e disponibilidade são desafios para organizações Data Driven

Por uma cultura de proteção de privacidade: a governança de dados e as boas práticas LGPD

Governança de dados como fator crítico para a indústria 4.0

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!