Últimas notícias

Fique informado

Senado aprova projeto que torna CPF o número de identificação geral no país

29 de setembro de 2021

Spotlight

Facebook fala sobre o incidente de 4 de outubro

“Agora que nossas plataformas estão funcionando normalmente após a interrupção de 4 de outubro achei que valeria a pena compartilhar,”Santosh Janardhan.

6 de outubro de 2021

Sistema viabiliza a utilização de assinaturas eletrônicas na USP

“USP Assina” começou a ser desenvolvido no ano passado, com o objetivo de possibilitar a substituição das assinaturas em papel

11 de junho de 2021

ANCD participa de Comitê Gestor da ICP-Brasil

A Associação Nacional de Certificação Digital – ANCD participou nesta

18 de maio de 2021

ICP-Brasil supera 10 milhões de certificados digitais ativos

Com a consolidação da emissão primária de Certificados Digitais de forma totalmente remota, a ICP-Brasil atingiu pela primeira vez em sua história, em março deste ano, a marca de mais de 10 milhões de certificados ativos simultaneamente

12 de abril de 2021

O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira, 28, em votação simbólica, o Projeto de Lei nº 1.422/2019 que estabelece que o Cadastro de Pessoas Físicas – CPF será o “número único e suficiente”

O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira, 28, em votação simbólica, o Projeto de Lei nº 1.422/2019 que estabelece que o Cadastro de Pessoas Físicas – CPF será o “número único e suficiente” para identificação do cidadão brasileiro em todos os bancos de dados do poder público.

Senador Esperidião Amin

O relator da matéria foi o senador Esperidião Amin (PP-SC), que acatou as duas emendas apresentadas ao texto. Devido às mudanças feitas no projeto, ele voltará à Câmara dos Deputados, onde teve origem, para nova análise.

A numeração do CPF será protagonista e os indivíduos não mais terão que se recordar ou valer-se de diferentes números para que os diversos órgãos públicos, bases de dados e cadastros os identifiquem” disse o relator, que destacou ainda que a aprovação do projeto contribui para a massificação de uma política pública que já é realidade em termos de segurança na identificação digital que é o e-CPF no padrão ICP-Brasil.

De acordo com o texto aprovado, o número de inscrição no CPF deverá constar nos cadastros e nos documentos de órgãos públicos, no registro civil de pessoas naturais ou nos conselhos profissionais, como certidões de nascimento, casamento ou óbito; no Documento Nacional de Identificação – DNI; no Número de Identificação do Trabalhador – NIT; no registro no Programa de Integração Social – PIS ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público – Pasep; no Cartão Nacional de Saúde; no título de eleitor; na Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS; na Carteira Nacional de Habilitação – CNH; no certificado militar; na carteira profissional; e em “outros certificados de registro e números de inscrição existentes em bases de dados públicas federais, estaduais, distritais e municipais”.

O projeto determina que, para ter acesso a informações e serviços, para o exercício de direitos e obrigações ou para a obtenção de benefícios perante os órgãos e as entidades federais, estaduais, distritais e municipais ou serviços públicos delegados, o cidadão terá que apresentar apenas o CPF, ou outro documento que contenha o número de seu CPF, “dispensada a apresentação de qualquer outro documento”.

O mesmo valerá para cadastros, formulários, sistemas e outros instrumentos exigidos dos usuários para a prestação de serviço público.

Com informações da Agência Senado e ANCD

Conheça a ANCD

Fundada em setembro de 2014, a Associação Nacional de Certificação Digital – ANCD é uma associação sem fins lucrativos, cujo objetivo é a defesa dos interesses do setor da Certificação Digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). Tecnologia implantada no Brasil há quase vinte anos.

A entidade possui assento no Comitê Gestor da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (CG ICP-Brasil), fórum superior do setor, e juntamente com os demais integrantes da sociedade civil e governo federal é responsável pela discussão e formulação das políticas públicas do setor. 

Acesse a coluna da ANCD aqui!

ANCD celebra 7 anos de atuação em defesa da ICP-Brasil

ANCD participará de Audiência Pública sobre Telemedicina

ANCD lança cartilha “Porquês da ICP-Brasil”