Últimas notícias

Fique informado

A tecnologia ao alcance de todos – Ouça

04/03/2020

Spotlight

Lei Geral de Proteção de Dados Brasileira – LGPD começa a valer

Começa a valer nesta sexta 18 de setembro de 2020 conforme o texto aprovado pelo Senado .

18/09/2020

Como gerenciar Identidades Digitais em empresas públicas e privadas? Ouça

Sobre como gerenciar eIDs, conversamos com Luís Correia – Business Development da AET EUROPE, empresa global na área de soluções de segurança digital.

02/09/2020

PLV 32/2020 passa pelo Senado!

Senado Federal aprovou nesta 3ª feira 1º de setembro o Projeto de Lei de Conversão (PLV) 32/2020, oriundo da Medida Provisória (MP) 983/2020

01/09/2020

Entidades encaminham Carta Conjunta ao Senado Federal em prol da aprovação do PLV nº 32/2020

Oriunda da MP 983/2020, normativa. que está no senado, amplia a cidadania digital ao normatizar as assinaturas eletrônicas.

18/08/2020

O que é Criptografia?

Criptografia é uma ciência secular que utiliza a cifragem dos dados para embaralhar as informações de forma que apenas os que detém a chave para decriptografar os dados tenham acesso à informação original.

17/08/2020

Autenticidade digital, como garantir? – Ouça

Vivemos um momento de transição do meio físico para o digital, e nesse aspecto a Estonia é hype!

19/01/2020

Bird ID: Soluti inova e traz solução de Certificação Digital em nuvem

O Bird ID irá permitir o acesso ao Certificado Digital por meio de qualquer dispositivo móvel de forma segura e com validade jurídica.

23/08/2019

Não são todas as pessoas que tem acesso a tecnologia no Brasil, mas saiba como isso vem se alterando e a sociedade se adaptando as mudanças

Por Lucas Vieira

Lucas Vieira – Gerente de Produtos da Soluti

Nesse início de 2020 ainda temos municípios no Brasil que não tem acesso à tecnologia 4G. Mesmo que não se encontre mais smartphones novos apenas com esta tecnologia, o interior mais remoto do país ainda tem problemas de acesso.

Em cidades mais pobres, os munícipes se aglomeram em frente a residências que possuem internet banda larga para conseguirem acessar informações que não estão em sua realidade.

No tocante a permitir que todos tenham o mesmo nível de acesso à informação, tem surgido diversos hubs tecnológicos com foco em atender locais mais remotos.

A infraestrutura para que todos possam utilizar estas tecnologias ainda não é uma realidade palpável, o que recai sobre a grande incógnita: desenvolver para os grandes centros e ter retornos mais rápidos, ou apostar em setores que ainda estão em expansão e não possuem o mesmo poder de compra?

De acordo com estudos do Sebrae, em algumas regiões do Brasil existem diferenças de até 44,5% na renda per capita entre os cidadãos das capitais e regiões metropolitanas em comparação ao interior dos Estados.

Nessas regiões mais afastadas ainda existem muitos dispositivos low-end, que dificultam a inserção digital das pessoas. Dos 44,4 milhões de celulares vendidos no Brasil em 2018, 14% são de entrada – segundo dados do IDC Brasil.

É necessário ainda que as aplicações sejam feitas, atendendo a este público, e que a infraestrutura chegue até os interiores para que ocorra um nivelamento do potencial de usabilidade.

Uma pesquisa recente da Pew Research Center mostra que 17% dos adultos no Brasil não têm acesso a qualquer tipo de tecnologia móvel e 33% têm um aparelho móvel não inteligente.

Apesar disso, o Brasil é líder em tempo de uso de smartphones entre os países emergentes, o que mostra a desigualdade no acesso aos produtos digitais que tanto podem auxiliar as pessoas nas tarefas diárias. Vale ressaltar que boa parte desse percentual está entre pessoas jovens e escolarizadas.

O uso desregulado dos smartphones levou Google e Apple a criarem dashboards de consumo diário de aplicativos e até de desbloqueio dos aparelhos, com o intuito de ajudar as pessoas a entenderem seus exageros e controlarem e limitarem o acesso.

A interiorização tanto de smartphones quanto da internet pode ajudar a desacelerar o inchaço das regiões metropolitanas e acelerar o crescimento, uma vez que o Cetic anota que apenas 39% das escolas rurais tem acesso à internet, com tecnologias que ajudem a desenvolver melhor o campo no Brasil.

Fonte: Soluti Responde – Artigo publicado originalmente no Canal Tech

Sociedade 5.0: a tecnologia como ferramenta para promover o bem-estar

Porque as gigantes da tecnologia querem atuar com serviços financeiros?

Brasileiros estão dispostos a pagar mais para ter internet 5G dez vezes mais rápida que 4G, aponta Deloitte

Navegue mais em nosso portal, temos tudo sobre tecnologia! 

  Explore outros artigos!