Últimas notícias

Fique informado

Emirates testará o Passaporte de Imunização proposto pela IATA que segue padrões da ICAO e terá identidade digital embarcada

20 de janeiro de 2021

Vaccination Credential Initiative

A “Vaccination Credential Initiative” – VCI é a proposta de um certificado de vacinação europeu único para ser armazenado em dispositivos móveis em carteiras digitais para registros de vacinação contra o coronavírus

Um grupo formado por grandes empresas de tecnologia entre elas: Salesforce, Oracle e Microsoft, se comprometeu em desenvolver um sistema único de verificação digital para ajudar a identificar as pessoas que já vacinadas com COVID-19.

A Vaccination Credential Initiative (VCI), é apoiada por um grupo de empresas de saúde.

A ferramenta em desenvolvimento pode ser armazenada em dispositivos móveis com total interoperabilidade com aplicativos.

O sistema de registro de saúde europeu atual, gerenciado pelo clínico geral do paciente, não é capaz de fornecer acesso “conveniente” e não pode ser compartilhado ou facilmente usado como verificação, disse o consórcio de empresas que atuam no projeto.

Em vez disso, o VCI tem sido apresentado como uma forma de as pessoas obterem cópias digitais criptografadas de suas credenciais de imunização, que podem ser armazenadas em uma carteira digital de sua escolha.

À medida que os programas de vacina são lançados e as pessoas começam a olhar para as viagens internacionais novamente, acredita-se que um sistema verificável – essencialmente um passaporte de vacina – ajudará as autoridades a conter a disseminação do coronavírus .

Padrões de criptografia do VCI

Os cartões são baseados nos padrões de criptografia do World Wide Web Consortium (W3C), mas, para aqueles que não possuem smartphones, um papel impresso com códigos QR contendo as credenciais do W3C pode ser usado.

As organizações de saúde que estão participando da iniciativa concordaram em fornecer aos indivíduos acesso digital aos seus registros de vacinação por meio dos Cartões Inteligentes de Saúde, enquanto as empresas de tecnologia concordaram em apoiar fontes de dados de vacinação para emitir os cartões.

“À medida que o mundo começa a se recuperar da pandemia, ter acesso eletrônico à vacinação, testes e outros registros médicos será vital para retomar as viagens e muito mais”, disse Mike Sicilia, vice-presidente executivo das Unidades de Negócios Globais da Oracle.

IATA pede apoio para certificado de vacinação digital comum europeu

A International Air Transport Association (IATA), nesse momento, incentiva a todos os setores da União Europeia para se chegar a um acordo sobre um certificado europeu de vacinação COVID-19 digital que permitiria aos vacinados viajarem livremente pela Europa sem o teste COVID-19.

Uma carta aberta a Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, e com cópia aos principais decisores políticos da UE, o Diretor-Geral e CEO da IATA, Alexandre de Juniac, apelou aos Estados da UE para coordenarem uma política de segurança que trará à Europa benefícios econômicos e sociais com a renovação da liberdade de movimento, a começar pelos vacinados.

Alexandre de Juniac, Diretor-Geral e CEO da IATA

A iniciativa do Primeiro Ministro Mitsotakis da Grécia na proposição de um certificado único e digital deve ser adotada com urgência pela Comissão e por todos os Estados membros. A vacinação é fundamental para reabrir fronteiras com segurança e estimular a recuperação econômica. 

Um certificado de vacinação pan-europeu mutuamente reconhecido seria um passo importante para dar aos governos a confiança para abrir suas fronteiras com segurança e aos passageiros a confiança para voar sem a barreira da quarentena ”, disse de Juniac.

A proposta grega é de um certificado de vacinação que poderia contribuir “para o restabelecimento da mobilidade em escala global, que é a base para o restabelecimento da atividade econômica aos níveis anteriores à crise”. 

Os Chefes de Estado da UE reúnem-se amanhã, quinta-feira, 21 de janeiro de 2021, e a proposta do Primeiro-Ministro Mitsotakis estará na ordem do dia. 

IATA Travel Pass

A IATA está promovendo uma solução conhecida como IATA Travel Pass enquanto outras organizações estão desenvolvendo suas próprias soluções. 

IATA Travel Pass está sendo desenvolvido como quatro módulos independentes

  1. Um registro de requisitos de entrada
  2. Um registro de laboratórios, centros de teste ou fornecedores de vacinação
  3. Um meio para os passageiros carregarem com segurança certificados de teste ou vacinação em seus telefones e compartilhá-los quando apropriado, e
  4. Uma identidade digital para verificar o proprietário do certificado de vacinação.

Todos os quatro módulos estarão prontos no final de março de 2021.

Esses módulos podem funcionar juntos como uma solução de ponta a ponta completa ou podem ser usados ​​separadamente para complementar sistemas que outras organizações estão construindo. 

A abordagem no desenvolvimento desses módulos é garantir que eles sejam interoperáveis ​​com outras soluções do setor. 

Os recursos básicos do passe de viagem IATA estão sendo construídos para cumprir os padrões globais definidos, onde eles existem e onde os padrões ainda não estiverem em vigor, a IATA publicará as interfaces para uso por terceiros.

Informações adicionais sobre o IATA Travel Pass

  1. A verificação de identificação é baseada nos padrões da ICAO – Organização da Aviação Civil Internacional – para credenciais digitais de viagens e os padrões W3C são usados ​​para a troca de dados de credenciais verificáveis
  2. Os requisitos de entrada usarão o TIMATIC da IATA, que tem sido usado pela indústria por décadas e que se integra facilmente aos sistemas de TI de companhias aéreas e aeroportos
  3. Por último, o resultado da iniciativa da OMS para digitalizar os certificados de saúde será um elemento-chave do aplicativo. 

A interoperabilidade não depende apenas da IATA, mas também depende do que os governos estão desenvolvendo. Muito frequentemente, os governos optam por seguir seus próprios caminhos, em vez de adotar padrões globais estabelecidos. 

Parceria da companhia aérea Emirates com a IATA

A companhia aérea com sede em Dubai fez uma parceria com a International Air Transport Association (IATA) para testar o aplicativo móvel IATA Travel Pass pela primeira vez.

Os passageiros que viajarem com a companhia aérea Emirates serão os primeiros a experimentar o chamado Passaporte da VacinaIATA Travel Pass, assim que a empresa lançar um teste para a tecnologia em abril de 2021.

Os passageiros com o aplicativo poderão verificar se foram vacinados com COVID-19 ou se tiveram resultados negativos em um teste pré-viagem, comprovando que cumpriram os requisitos governamentais para o país para o qual pretendem viajar.

Os passageiros que viajarem do Oriente Médio poderão compartilhar os resultados dos testes de coronavírus diretamente com a companhia aérea antes mesmo de chegar ao aeroporto e ter seus dados preenchidos automaticamente no sistema de check-in.

Fonte: Com informações do portal inglês ITPro

Plataforma desenvolvida na Índia pretende utilizar certificados digitais como prova de vacinação

Aeroporto de Roma lança “certificado digital” para Covid

PL 5217/20 cria a carteira de vacinação digital e institui o processo de rastreamento de vacinas

Acompanhe nossas redes sociais 📲

Pinterest | Instagram | Twitter | Facebook | LinkedIn