Últimas notícias

Fique informado

Thomas Greg & Sons do Brasil apresenta solução para o TSE no projeto “Eleições do Futuro”

1 de dezembro de 2020

Com unidades em 12 países, a Thomas Greg & Sons é uma das mais antigas e respeitadas gráficas de segurança do mundo. Com 60 anos de atuação e mais de 10 mil colaboradores, a multinacional está presente no Brasil desde o ano 2000.

Com a mais avançada tecnologia para o recebimento e processamento de dados a Thomas Greg & Sons desponta como uma maiores empresas nos segmentos de Impressos de Segurança, Soluções Tecnológicas, Cartões em PVC, Policarbonato e Teslin, Sistemas de Identificação, Rastreabilidade e Soluções Cloud.

A Thomas Greg & Sons do Brasil em parceria com a TPS – Thomas Processing & Systems – participou, do projeto “Eleições do Futuro” realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no mês de novembro de 2020, apresentando uma solução de eleição digital, ao lado das maiores empresas de software como Microsoft, IBM e Claro S.A.

O objetivo é iniciar estudos e avaliações para uma possível implantação no sistema eleitoral.

O sistema apresentado é robusto, responsivo e seguro em cada etapa, trazendo segurança em seus 04 pilares:

1. Sigilo do Voto

2. Identificação Segura do Eleitor nas diversas etapas

3. Contabilização de voto único

4. Transparência e Auditoria.

A solução funciona em qualquer dispositivo móvel, IOS, Android e etc, bem como através de computadores, de qualquer sistema operacional.

O sistema de votação virtual da Thomas Greg utiliza diversas estratégias de segurança durante todo o processo de votação. Desde o cadastro do eleitor, conferência dos dados, até o processo de votação propriamente dito.

O sistema utiliza-se de mais de uma validação de segurança para identificar o eleitor, seja no momento do cadastro ou no momento da votação.

Esta segurança possui três fatores de autenticação que são: confirmação de e-mail, recebimento de token SMS e reconhecimento facial.

Além disso, toda a plataforma está construída através de certificado de segurança SSL 2048 bits e todas as informações trafegadas entre o dispositivo do eleitor e os servidores são criptografadas.

Uma das preocupações da empresa é o cuidado para que a confidencialidade do voto seja assegurada, e isso é feito por dois fatores: 1. Identificação e Individualização do eleitor e 2. Pela possibilidade de realização de votação por diversas vezes enquanto dure o processo eleitoral, sendo que o sistema apenas computa para fins de apuração o último voto do eleitor, eliminando o efeito coação.

Vale ressaltar que nenhum dado relacionado ao voto é armazenado de forma a relacionar o eleitor com a sua escolha, bem como o voto é gravado em banco de dados criptografado.

A transparência é a mesma da sistemática atual, onde são realizados todos os procedimentos prévios a apuração para garantir que não há qualquer voto computado antes da eleição, com o incremento de garantir a correta e segura identificação de cada eleitor, inclusive por reconhecimento facial.

Saiba mais sobre a Thomas Greg & Sons, uma das maiores empresas nos segmentos de Impressos de Segurança, Soluções Tecnológicas, Cartões em PVC, Policarbonato e Teslin, Sistemas de Identificação, Rastreabilidade e Soluções Cloud.

Votação em 2022 pode ser feita pelo celular com reconhecimento facial, diz presidente do TSE

Acompanhe nossas redes sociais 📲

Pinterest |Instagram | Twitter | Facebook | Linkedin