Últimas notícias

Fique informado

Brasil e União Europeia dialogam para reconhecimento mútuo de assinaturas digitais

24/01/2020

Spotlight

A Estônia já está aqui. Por Marcelo Buz

Artigo do diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, Marcelo Buz, e uma comparação entre Brasil e Estônia.

18/02/2020

A evolução do processo judicial eletrônico. Por Ophir Cavalcante Junior

O processo judicial eletrônico (PJE) veio para atender esse novo momento e a exigência de uma prestação jurisdicional mais célere.

17/02/2020

Comitê Gestor normatiza emissão de certificado digital pelos Conselhos Profissionais Federais

A digitalização de documentos e processos em diferentes setores profissionais

13/02/2020

Lei de Informatização do Processo na pauta do Supremo Tribunal Federal – Por Marcos da Costa e Augusto Marcacini

A assinatura digital, tal como a assinatura manuscrita, permite conferir a autoria de uma manifestação escrita e, evidentemente, isto impede que esta seja substituída por outra, falsa, que não foi a intenção emanada pelo sujeito que praticou o ato.

11/02/2020

Identidade Digital na Europa. Prof. Jean Martina

O sistema de identificação digital na Itália funciona de forma similar ao Brasileiro.

09/02/2020

Certificado ICP-Brasil fortalece as ações de governança cibernética nacional

A ampliação do uso do certificado digital no padrão da

06/02/2020

Brasil e União Europeia dialogam para reconhecimento mútuo de assinaturas digitais

Os diálogos entre Brasil e União Europeia – UE para a implementação de um acordo de reconhecimento mútuo de assinaturas digitais foram iniciados nesta quarta-feira, 22 de janeiro.

24/01/2020

Lançado em Davos Blockchain e Plataforma de rastreamento e autoatendimento para negócios

Primeira plataforma pública feita com blockchain criada para ajudar empresas de todos os setores a responder às demandas dos consumidores para produtos éticos e ecológicos

24/01/2020

Acordo sobre Facilitação do Comércio do Mercosul e a interoperabilidade dos certificados digitais entre os países do bloco

Outro ponto relevante relacionado ao emprego de tecnologias é o compartilhamento de certificados de origem e certificados fitossanitários em formato eletrônico, eliminando o uso de documentos em papel

06/12/2019

Os diálogos entre Brasil e União Europeia – UE para a implementação de um acordo de reconhecimento mútuo de assinaturas digitais foram iniciados nesta quarta-feira, 22 de janeiro, por videoconferência com a diretoria do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI e representantes de Bruxelas da Direção-Geral de Redes de Comunicação, Conteúdos e Tecnologias da Comissão Europeia, acompanhados dos representantes da UE no Brasil.

Na oportunidade, os participantes compartilharam conhecimentos técnicos sobre suas respectivas infraestruturas, além de estabelecerem uma agenda de trabalho para o ano.

O mundo digitalizado exige dos usuários uma mudança de comportamento em relação ao ambiente digital. São novos modos de se identificar a partir de documentos digitais, disponíveis a um toque diretamente em smartphones, tablets. O ITI explica que para se ter segurança em documentos digitais é necessário o reconhecimento da assinatura ou do certificado presente na versão digital.

No caso internacional, imagine um turista brasileiro que queira alugar um carro em um dos países europeus para passear durante as férias. Ele poderia apresentar sua Carteira Nacional de Habilitação – CNH em formato digital, serviço que já conta com assinatura digital do órgão responsável e QR-code para validação do documento. Mas algumas perguntas devem ser feitas: como a autoridade de trânsito estrangeira pode garantir que a CNH digital é realmente válida e não apenas uma imagem na tela de um dispositivo eletrônico portátil? Quais tratados darão segurança jurídica a essa relação?

As respostas começam a ser desenhadas ao mundo por iniciativa do ITI.

Marcelo Buz | Presidente-Executivo do ITI

“As nações precisam de mecanismos para conseguir garantir o reconhecimento das infraestruturas digitais de cada país. O cenário é de um mundo digital, no qual não há mais fronteiras físicas para as comunicações de dados. Transações online como o envio documentos, assinatura de contratos já fazem parte da rotina de pessoas e empresas”, defendeu o diretor-presidente do ITI, Marcelo Buz.

A reunião realizada por videoconferência é continuidade do XI Diálogo Brasil – União Europeia sobre Sociedade da Informação, do qual Buz participou em novembro passado, em Bruxelas.

De Brasília, além do diretor-presidente e diretoria do ITI, ainda acompanharam a videoconferência o ministro Conselheiro da Missão do Brasil junto à UE, Carlos Villanova; o chefe do Setor de Políticas da UE para a Economia, Indústria, Mercado Digital e Mobilidade da Delegação da UE no Brasil, ministro Conselheiro Carlos Oliveira; e a representante da Sociedade da Informação e Mercado Digital da Delegação da UE no Brasil Thaylise Bezerra.

Fonte: ITI

Acordo sobre Facilitação do Comércio do Mercosul e a interoperabilidade dos certificados digitais entre os países do bloco

Reconhecimento das assinaturas digitais é uma das pautas da reunião do Mercosul que está sendo realizada no Rio Grande do Sul com a presença do Presidente da República

Em reunião técnica no ITI, representantes do Mercosul debatem reconhecimento mútuo da assinatura eletrônica

GDPR muda a confiança do consumidor e a segurança dos dados na Europa e o que esperar da LGPD para o Brasil  

Pronova Europa comemora 4 anos de sua unidade em Portugal