Últimas notícias

Fique informado

Investir em cibersegurança ainda é um desafio para empresas brasileiras

12 de setembro de 2021

Spotlight

FEBRABAN TECH traz renomados keynotes internacionais e nacionais para a edição 2022

Ban Ki-moon, Paul Krugman, Makaziwe Mandela, Ilan Goldfajn, Roberto Campos Neto e o ex-jogador Cafu estão entre os destaques do tradicional evento de tecnologia, que ocorre de 9 a 11 de agosto, na Bienal de São Paulo

3 de agosto de 2022

Primeiros cidadãos do país têm acesso ao RG digital no Acre

Documento de identificação dos brasileiros já está disponível digitalmente no aplicativo GOV.BR

3 de agosto de 2022

IDENTITY WEEK 2022 – O mais importante evento de Identidade e Autenticação nos USA

Identity Week: Como autenticar ou identificar cidadãos, consumidores e funcionários, em domínios físico, digital e móvel?

28 de julho de 2022

CISO Forum Brazil 2022 acontece 100% on line com o apoio do CRYPTO ID

CISO Forum Brazil 2022, a ser realizado nos dias 18, 19 e 20 de outubro de 2022 de forma 100% online.

25 de julho de 2022

Diversidade, metaverso, blockchain e formato de trabalho presencial são as principais tendências do Vale do Silício

Empresas e negócios devem absorver essas tendências que hoje estão no centro das discussões sobre inovações no mundo

14 de julho de 2022

NIST anuncia os primeiros quatro algoritmos criptográficos resistentes ao computador quântico

Os 4 algoritmos de criptografia selecionados farão parte do padrão criptográfico pós-quântico do NIST.

6 de julho de 2022

É fundamental que seja incentivado, cada vez mais, a cultura de cibersegurança e que haja interesse pelas empresas em implantar

A cibersegurança tem sido pauta ao longo deste ano dada a quantidade de ataques que vêm ocorrendo na base de dados das empresas. Isso tem acontecido também devido à pandemia, que acelerou o processo de transformação digital, somado aos avanços da tecnologia, a inteligência artificial e a expansão de redes 5G.

Além disso, o momento de adequação à LGPD exige das instituições prioridade na segurança de dados, porém, ainda assim, investir em cibersegurança é um grande desafio para a maioria das instituições. 

Isso porque no Brasil, mesmo com o cenário apontando a necessidade de haver maior implementação de recursos de segurança digital, as organizações só o fazem depois de serem atacadas ou após receberem ameaças fraudulentas. E é justamente a falta de conscientização, investimento preventivo e pouca mão de obra que favorecem para o aumento de ataques.

Gustavo Duani, Cyber Security Director da Claranet

Ainda hoje, mesmo com o assunto em voga, as empresas não investem na criação de um departamento especializado em cibersegurança e, normalmente, só o fazem quando são alvos de ataques maliciosos. Por outro lado, a falta de incentivo sobre a cultura de segurança da informação nas empresas também corrobora para que a demanda seja maior frente à quantidade de profissionais capacitados“, afirma Gustavo Duani, Cyber Security Director da Claranet, multinacional de tecnologia. 

Segundo o especialista, descredibilizar a atuação de ferramentas e ações vindas da área de TI colocam em risco toda a segurança da interface das empresas, bem como possibilita maior atuação de hackers.

“As empresas brasileiras conseguiram se adaptar bem com o trabalho remoto e a utilização da tecnologia em nuvem. O comércio eletrônico, a utilização de aplicativos e o cumprimento de deveres pessoais sem sair de casa são exemplos disso.”

“Mas, é justamente neste cenário que criminosos aproveitam para agir e aplicar ataques maliciosos, com o despreparo dos negócios e com a ausência de estruturas de software e ferramentas que garantam a segurança da informação“. 

Para se ter uma ideia, apenas no primeiro trimestre deste ano o Brasil sofreu mais de 3,2 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos e, para piorar, cerca de 70% das empresas não têm equipes dedicadas exclusivamente à segurança cibernética, de acordo com pesquisa da Mastercad/Datafolha.

Dentro deste contexto, é fundamental que seja incentivado, cada vez mais, a cultura de cibersegurança e que haja interesse pelas empresas em implantar ferramentas tecnológicas e sistemas eficazes o bastante para evitar ataques.

Todas as informações nas redes se transformam em alvo para os hackers, por isso a necessidade de investir, de maneira inteligente, em ambientes de segurança digital nas organizações. Não podemos lidar com o problema como algo isolado. Hoje, o mercado possui empresas especializadas em cibersegurança capazes de prevenir, detectar e bloquear ameaças que se tornam cada vez mais diversificadas“, ressalta Duani. 

A digitalização e a tecnologia são fundamentais para toda empresa que deseja se desenvolver, já que beneficiam a operacionalização das organizações, reduz custos e oferece melhor experiência às pessoas que utilizam os serviços oferecidos. Nesse processo de expansão, contudo, é essencial que as empresas enxerguem a segurança da informação como parte desse crescimento.

É importante estar ciente sobre os aspectos de segurança no desenvolvimento de toda a cadeia produtiva, uma vez que esse processo está interconectado com toda a segurança da informação. A IOT trouxe vários desafios para manter uma base de dados segura, e os padrões de segurança são essenciais para empresas e a população em geral a fim de evitar um caos coletivo“, pontua o especialista. 

E mesmo agora, com as sanções e penalidades que podem ocorrer pelo descumprimento da LGPD, o executivo acredita que as instituições ainda não detêm plena consciência sobre a gravidade de continuar a manter espaços com vulnerabilidade digital. Hoje o mercado oferece diversas soluções eficazes para garantir a segurança das informações, como suporte gerenciado, acesso protegido de redes, processos automatizados para aplicação rápida e segura de serviços e centros de operação de segurança. 

Por isso, é necessário que as organizações busquem parceiros no mercado que as ajudem a se proteger de maneira eficaz. Nesse aspecto, a Claranet se destaca com especialistas em tecnologia altamente qualificados e que estão prontos para implantar sistemas de inteligência capazes de identificar, de maneira precoce, ataques direcionados e possíveis violações de dados. Os nossos clientes podem contar, por exemplo, com um centro especializado em segurança e análises de vulnerabilidade e utilização de softwares acelerados“, finaliza Gustavo Duani. 

Sobre a CLARANET


Fundada em 1996, aClaranet é uma multinacional de tecnologia, com foco em cloud computing, cyber security, Dados, DevOps, plataformas digitais e serviços gerenciados. O grupo está presente em 10 países no mundo e os quase 3 mil colaboradores têm como missão ajudar os clientes em todas as etapas da transformação digital. Com 5 estrelas do ISG Provider Lens, nas categorias de nuvem pública e privada no Brasil, a empresa é destaque na liderança por diversos analistas internacionais de tecnologia.

Cibersegurança é solução para empresas evitarem prejuízos milionários com ataques digitais

Seis livros para se prevenir a um ataque de ransomware

A IBM traz 5 dicas de segurança. Por Roberto Engler

Siga o Crypto ID no LinkedIn e acompanhe artigos e notícias sobre segurança da informação, cibersegurança e transformação digital com foco em Criptografia e Identificação Digital!