Últimas notícias

Fique informado

Brasil Bitcoin é a primeira corretora de criptomoedas a integrar depósitos via PIX

17 de novembro de 2020

Spotlight

Facebook fala sobre o incidente de 4 de outubro

“Agora que nossas plataformas estão funcionando normalmente após a interrupção de 4 de outubro achei que valeria a pena compartilhar,”Santosh Janardhan.

6 de outubro de 2021

Reimaginando o novo contrato social para a era digital. Entrevista com Don Tapscott

Don Tapscott é uma das maiores autoridades mundiais no impacto da tecnologia nos negócios e na sociedade. Ele compartilha sua visão de futuro de um novo contrato social.

21 de outubro de 2020

Com a novidade, os clientes poderão realizar operações de transferências, depósitos e saques em tempo real, 24 horas por dia, por meio do aplicativo da empresa de bitcoin

A Brasil Bitcoin, corretora de criptomoedas, é a primeira do mercado a integrar depósitos via PIX antes do lançamento desta modalidade de pagamentos, cujo início está marcado nacionalmente para 16 de novembro.

Com a novidade, os clientes poderão realizar operações de transferências, depósitos e saques junto à corretora em tempo real, 24 horas por dia, por meio do aplicativo da Brasil Bitcoin.

Antes da novidade, as operações só podiam ser realizadas nos dias úteis dentro do horário de expediente bancário. “A integração com o PIX representa um marco em nosso segmento porque a compra e venda de criptomoedas é extremamente dinâmica, oscilando em velocidade com o ritmo da oferta e da procura. É comum que pessoas façam seus investimentos de madrugada. Logo, esta é uma facilidade que chega em boa hora para os nossos clientes”, reforçou Marco Castellari, CEO da Brasil Bitcoin.

As transferências e depósitos podem ser realizadas em reais dentro da plataforma da corretora; em breve, poderão realizar também saques. Os clientes não pagam nenhuma taxa adicional por isso. Por questões de segurança, as operações só são permitidas para contas que tenham a mesma titularidade.

Atualmente, a Brasil Bitcoin conta com 98 mil clientes na carteira. A corretora nasceu em 2018, com a proposta de oferecer atendimento personalizado, com ferramentas avançadas de tecnologia capazes de encantar o cliente.

“Prezamos pela excelente experiência do usuário, por meio de uma linguagem acessível, interface amigável e funcionalidades totalmente automatizadas”, diz o CEO, lembrando que todos os sócios da empresa são programadores e que cada linha de código dentro da ferramenta foi escrita por eles.

A empresa já processou cerca de 500 mil transações de compra e venda de Bitcoin. Em 2020, registrou crescimento de 100% em número de clientes em relação ao ano anterior.

“Acreditamos que o bitcoin seja um bom investimento em momentos de instabilidade, como o que vivemos hoje. Por isso, este é um mercado que tende a crescer mesmo que a pandemia ainda não tenha chegado ao seu final”, avalia o CEO. A expectativa dele é que a Brasil Bitcoin cresça 25% em faturamento em relação a 2019, atingindo R﹩ 2,5 milhões.

Projetos latino-americanos se destacam no desafio em blockchain, BlockchAngel

Entenda os principais termos usados no mundo das moedas digitais

R$ 5 bilhões em Bitcoin foram movidos de carteira da Deep Web

Confira a nossa cobertura completa sobre o PIX! bitcoin