Últimas notícias

Fique informado

Gartner diz que as organizações devem alcançar o TechQuilibrium para vencer durante as mudanças

30/10/2019

Analistas identificam as chaves para alcançar o TechQuilibrium durante o Gartner IT Symposium/Xpo™ 2019, que ocorre até quinta, em São Paulo

Don Scheibenreif,  João Tapadinhas, De’Onn Griffin e Helen Huntley.

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, alerta que os CIOs (Chief Information Officers) estão enfrentando um mundo que está constantemente mudando e, para obter sucesso nesse ambiente, os líderes de TI precisam encontrar maneiras de superar as incertezas, vencendo nos momentos de “viradas” de direções. Nesse cenário, existem três forças que, hoje, podem ser apontadas como as principais geradoras de “viradas” – a geopolítica, a economia e o surgimento de gigantes digitais -, que estão criando incerteza e maior pressão para os CIOs. Essas forças são uma mudança do curso normal do momento.

Para superar com sucesso essas “viradas” e se destacar na sociedade digital, os analistas do Gartner disseram que as organizações precisam encontrar o TechQuilibrium – um ponto de equilíbrio tecnológico capaz de definir o quão digital a empresa precisa ser para competir ou liderar a sociedade digital.

Don Scheibenreif, Distinguished Research Vice President do Gartner, explicou hoje a uma audiência de mais de 1.900 CIOs e executivos de TI no Gartner IT Symposium/Xpo™ 2019 que uma “virada” muda a dinâmica do status quo e força uma reação. Essas “viradas” geralmente ocorrem em combinações, aumentando assim a necessidade de reagir em diferentes vetores de negócios, e exigem uma equipe executiva de alto desempenho.

“TecQuilíbrio” é como o Gartner define a combinação entre as abordagens tradicional e digital da nova sociedade. Don Scheibenreif

“O TechQuilibrium pode ajudar a criar equilíbrio entre as complexas interrupções e muitos extremos que as organizações estão enfrentando hoje”, diz Scheibenreif. “Os CIOs devem fazer parceria com suas equipes executivas para projetar uma proposta de valor que conduza à combinação certa de negócios tradicionais e digitais. Ao atingir esse ponto de equilíbrio, você alcançou seu TechQuilibrium. Empresas individuais e indústrias inteiras terão pontos diferentes de TechQuilibrium. Nem todo setor precisa ser digital da mesma maneira ou na mesma extensão”.

Analistas do Gartner disseram que a melhor estratégia de negócios digitais considera a rapidez e o alcance das organizações na digitalização de suas operações internas e de sua proposta de valor externa. A pesquisa Gartner CIO Agenda 2020 mostrou que, em média, 20% dos produtos, serviços e propostas de valor de receita das organizações são digitais. E 39% de seus locais de trabalho, processos e cadeias de suprimentos têm se tornado mais eficazes com a tecnologia digital.

No entanto, os CIOs de melhor desempenho disseram que mais da metade de suas operações são digitalizadas e um terço de suas propostas de valor são digitais.

“Atualmente, a maioria das organizações precisa acelerar suas iniciativas digitais para alcançar seu TechQuilibrium. Porque quanto mais longe a empresa estiver do ponto de TechQuilibrium de seu setor, maior será a probabilidade de sofrer algum tipo de interrupção”, afirma Scheibenreif.

Os CIOs devem se concentrar em quatro áreas para ajudar a alcançar o TechQuilibrium em suas organizações:

– Tomada de decisão corporativa

– Liderança

– Experiência do cliente

– Sociedade Digital

Tomada de decisão corporativa

Boas decisões são essenciais para o sucesso de todas as partes de todas as organizações e da sociedade. À medida que as empresas incorporam mais tecnologia e mais decisões são automatizadas em uma sociedade digital, pode ser difícil para a liderança humana acompanhar esses processos. “As organizações devem encontrar o TechQuilibrium entre as tomadas de decisão humanas e as de sistemas de Inteligência Artificial (IA), afirma Scheibenreif.

“Seu TechQuilibrium de decisão provavelmente será uma mistura de ambos, focada na colaboração entre pessoas e máquinas. O Gartner prevê que, até 2022, 40% dos funcionários consultarão um agente de Inteligência Artificial para suporte à decisão. A maioria dos ambientes, particularmente os complexos e ricos em dados, exigirá uma parceria entre humanos e máquinas, com máquinas realizando o trabalho pesado de processamento de dados e pessoas interpretando e reforçando as decisões”.

Liderança

De acordo com a pesquisa Gartner 2020 Board of Director, dois terços dos diretores veem a interrupção digital e tecnológica como seu desafio de negócios número um, mais importante que a aquisição, a regulamentação e o desenvolvimento de talentos. Além disso, mais da metade dos diretores avalia que as iniciativas digitais serão suas principais prioridades nos próximos dois anos. Esta é uma oportunidade para os CIOs e executivos de TI avançarem para ajudar a liderar suas organizações rumo ao TechQuilibrium.

“No entanto, uma autoavaliação de liderança do Gartner com mais de 15.000 CIOs e executivos de TI mostrou que a maioria dos CIOs se considera mais suscetível a serem reativos ou defensivos do que assertivos ou ofensivos”, diz João Tapadinhas, Research Vice President do Gartner. “Para alcançar o TechQuilibrium e vencer nas ‘viradas’, os CIOs devem adotar a postura ofensiva. Isso significa ser capaz de se reposicionar, gerar energia e pontuar”.

O analista sugere que os CIOs façam três coisas:

1) Mudem para uma posição de liderança mais ofensiva – Decidam os termos ideais de envolvimento no trabalho com o restante do negócio; decidam as pré-condições ideais para os colegas acessarem os recursos de TI; e então negociem colaborativamente os termos finais como parceiros e cheguem a um acordo final sobre os princípios de trabalho.

2) Fortaleçam as equipes ofensivas – Criem equipes de fusão de especialistas de TI e funcionais que possam expandir os negócios e defendê-los ao mesmo tempo.

3) Ganhem pontos com as comunicações do conselho – Conduzam discussões tradicionais e digitais sob o ponto de vista de receita, custo e risco.

Experiência do Cliente

A tecnologia criou um novo tipo de demanda ou “virada” do cliente – o “Cliente Total” (Everything Client, em inglês). O Gartner define esse Everything Client como um cliente que deseja coisas conflitantes ao mesmo tempo, geralmente impulsionado por uma tecnologia difundida. Por exemplo, os clientes que desejam todos os recursos necessários em um aplicativo móvel, mas que também desejam que sejam fáceis e simples.

No entanto, o uso da tecnologia para atender suas demandas, às vezes, deixa os clientes desconectados das marcas, criando uma lacuna entre a tecnologia e as pessoas. Para preencher essa lacuna, o CIO vencedor se compromete a projetar experiências que criam valor a partir da intersecção de clientes e tecnologia, garantindo que o “Cliente Total” esteja engajado continuamente.

“Para fazer isso, as organizações precisam de uma plataforma tecnológica que traga vida a essas experiências bem projetadas. O Gartner chama isso de plataforma de múltiplas experiências”, diz Helen Huntley, Managing Vice President do Gartner. “Usando peças da plataforma digital de negócios, a plataforma de múltiplas experiências entrega experiências consistentes em pontos de contato multimodais. Seu telefone, Internet, roupas, relógio, assistente virtual e geladeira serão capazes de interagir com você, o “Cliente Total”, a qualquer hora e em qualquer lugar”.

“Vencer nas ‘viradas’ exige mais do que disponibilizar mais tecnologia aos clientes. O TechQuilibrium para os clientes é alcançado quando obtemos o maior valor de cada momento em que as pessoas e a tecnologia se cruzam”, explica Huntley.

Sociedade Digital

A sociedade digital é a soma de todas as interações entre pessoas, organizações e coisas – e a sociedade está se digitalizando rapidamente. As melhores práticas e regras antigas não funcionam mais. Novas práticas e regras são necessárias, incluindo como gerenciar a abundância de dados e inteligência que a Inteligência Artificial e a Internet das Coisas (IoT) forneceram. Encontrar os dados não é mais um desafio. A “virada”, nesse caso, é como as informações são usadas.

“Três coisas são necessárias para equilibrar o valor e o uso responsável dos dados – a governança sólida da informação, a oferta de valor real baseado em informações para que as pessoas possam ver como o compartilhamento de dados pode beneficiá-las, e a oferta de mais transparência e controle para ganhar confiança”, afirma De’Onn Griffin, Senior Research Director do Gartner. “As organizações também podem implementar uma proposta de valor social que se concentre na construção de negócios para melhorar nossa sociedade digital”.

Setenta por cento das partes interessadas esperam que as empresas tomem uma posição pública em questões sociais relevantes para seus negócios. As organizações devem considerar a construção de uma proposta de valor social. Não se trata de doar ou ser voluntário por uma boa causa. Trata-se de construir um negócio para melhorar a sociedade digital.

“A sociedade digital é a melhor oportunidade para vencer nas ‘viradas’. Os CIOs e executivos de TI devem se concentrar em mudar o gerenciamento de segurança e riscos para proteger seus negócios e a sociedade. Eles devem planejar experiências personalizadas para os clientes e uma sólida governança das informações, para serem depositários confiáveis de dados, encontrar um tópico social relevante para o seu setor e construir uma proposta de valor social”, diz Griffin.

Sobre o Gartner IT Symposium/Xpo™ 2019

O Gartner IT Symposium/Xpo™ 2019 é o encontro mais importante do mundo entre CIOs e executivos de TI. Esse evento fornece conteúdo independente e objetivo com a autoridade e o peso da principal organização de consultoria e pesquisa de TI do mundo e fornece acesso às soluções mais recentes dos principais provedores de tecnologia. Os CIOs e executivos com poder de decisão confiam no Gartner IT Symposium/Xpo para obter informações sobre como suas organizações podem usar a tecnologia para enfrentar os desafios dos negócios e melhorar a eficiência operacional. 

Sobre o Gartner

O Gartner, Inc. (NYSE: IT) é a principal empresa de pesquisa e consultoria do mundo e membro do S&P 500. Fornecemos aos líderes de negócios insights, conselhos e ferramentas indispensáveis para alcançarem suas prioridades em missões críticas e para desenvolverem organizações de sucesso no futuro. Nossa combinação incomparável de pesquisas lideradas por especialistas e orientadas por profissionais e baseadas em dados aconselha os clientes para a tomada de decisões corretas sobre os assuntos que mais importam. Somos confiáveis como um recurso de apoio e parceiro crítico para mais de 15.000 empresas, em mais de 100 países – por meio de todas as principais funções e para todos os tipos de empresa. Para saber mais como ajudamos executivos com poder de decisão a impulsionarem o futuro dos negócios, visite o site da Gartner.

Clique aqui e acesse a apresentação “Winning in the turns: Leading in digital society” feita no evento.

Centro de Operação de Cibersegurança do Futuro será apresentado na Conferência Gartner de Segurança e Gestão de Risco

Stefanini debate transformação digital no Gartner IT Symposium / Xpo 2019

Gartner IT Symposium/Xpo 2019 – São Paulo