Últimas notícias

Fique informado

Movimento Brasil Digital assina protocolo de intenções para colaboração com o programa Minha Chance, do Estado de São Paulo

07/11/2019

Iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico oferece cursos de capacitação profissional para atender demandas das empresas cadastradas no programa

Nesta terça-feira (05), o presidente do conselho do Movimento Brasil Digital, Adelson de Sousa, assinou com o Governo do Estado de São Paulo, na figura do governador João Doria, um protocolo de intenções para cooperação com o programa Minha Chance, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

O documento, que visa conjugar esforços para o desenvolvimento conjunto de projetos com o intuito de contribuir para o aumento da empregabilidade em São Paulo, foi assinado no evento de balanço dos primeiros seis meses do programa, no Palácio dos Bandeirantes. A solenidade contou também com a presença da Secretária do Desenvolvimento Econômico Patrícia Ellen, do Secretário da Justiça e Cidadania Paulo Dimas e da Vice-Diretora-Superintendente do Centro Paula Souza Emilena Lorenzon Bianco.

Representando o Movimento Brasil Digital, Luiz Sergio Vieira, presidente da EY, uma das companhias mantenedoras do Movimento, falou sobre a parceria. “Nossa missão é promover o diálogo entre o setor público e o privado. Um dos nossos pilares de atuação é a capacitação de trabalhadores para as profissões do futuro de forma humanizada, gerando ocupações e garantindo a sustentação do crescimento econômico. E essa ocasião é a realização de um grande esforço para isso”, contou.

O programa Minha Chance é uma ação voltada à qualificação profissional e geração de trabalho e renda. Apesar de ser o estado mais rico do país, atraindo investimentos bilionários, o desemprego em São Paulo afeta 3,3 milhões de pessoas. Quase três em cada 10 jovens de 18 a 24 anos que buscam emprego formal não conseguem.

No Minha Chance, o Estado funciona como um intermediador entre trabalhador e vaga. O programa oferece e customiza cursos de qualificação profissional de acordo com as demandas das empresas e do mercado de trabalho. Através dele, o empregador tem a vantagem de direcionar suas vagas a profissionais com boa qualificação e o trabalhador faz o curso com a perspectiva de conseguir um emprego após se formar.

As empresas se cadastram em uma plataforma online para personalizar suas necessidades de mão de obra. Com as informações, a Secretaria avalia a possibilidade de formação na região indicada e com o conteúdo proposto. Desde maio, quando a iniciativa entrou em vigor, 63 empresas se inscreveram pelo portal. As empresas parceiras indicaram 22 mil postos de trabalho, e 15 cursos diferentes foram executados em 19 municípios paulistas.

“No nosso diálogo com o empresariado, percebemos que há uma demanda das companhias para preencher vagas com mão de obra capacitada. O Movimento enxerga o potencial do Minha Chance para ajudar a suprir essa necessidade. O programa mostra que o trabalho interdisciplinar, com a atuação em parceria entre governo e empresariado, é um facilitador para o aumento da empregabilidade”, afirmou de Sousa.

Os currículos dos cursos são desenvolvidos pelo corpo acadêmico do Centro Paula Souza, que administra 547 unidades de ensino, entre Etecs, Fatecs e outros. Eles são ministrados nas regiões do Estado que mais têm oportunidades, aumentando a empregabilidade onde existe necessidade.

Sobre o Movimento Brasil Digital

Criado em 2018, o Movimento Brasil Digital busca promover o diálogo entre os setores público e privado para a construção de propostas que tragam tecnologia e inovação ao centro da estratégia do país. Deste modo, o MBD pretende preparar a sociedade para as profissões do futuro de forma humanizada, gerando ocupações qualificadas e garantindo sustentação do crescimento econômico.

No próximo dia 21 de novembro, o Movimento promove a 1ª Edição do Fórum Brasil Digital. O evento acontecerá no Cubo Itaú, em São Paulo, e é uma iniciativa para reunir lideranças empresariais, políticas, acadêmicas e da sociedade civil com o objetivo de debater e implementar caminhos para tornar o Brasil um país mais inovador e inclusivo. O Fórum Brasil Digital tem o compromisso de gerar um plano para transformar o país digitalmente, considerando três pilares: Educação, Empreendedorismo e Infraestrutura. Paul Romer, ganhador do Prêmio Nobel de Economia, professor de Economia na Stern School of Business e Fundador do NYU Stern Urbanization Project, será o keynote speaker do evento.

Para mais informações, acesse o site do programa.

Como se tornar um analista de segurança cibernética

Programa de Estágio 2020 do Banco Votorantim tem vagas para estudantes de TI

Transformação digital: a hora é agora

Segurança digital: o que é preciso saber sobre a autenticação multifator

  Temos uma coluna sobre Carreiras. Dá uma olhadinha e compartilhe as oportunidades com seus colegas!