Últimas notícias

Fique informado

ProID: a identidade digital do profissional conectado

23/10/2020

Spotlight

ITI é um dos representes do Brasil na IV Reunião Ministerial da Red Gealc sobre Governo Digital da América Latina e Caribe

A Rede de Governo Eletrônico da América Latina e Caribe, Red GEALC, reúne – desde 2003 – as autoridades dos órgãos governamentais digitais dos países da região.

19/11/2020

Cidadãos poderão assinar documentos e validar transações com o governo de forma simples e eletrônica

O gestor público poderá adequar o nível de assinatura eletrônica exigido em um serviço levando em consideração o nível de segurança da transação.

18/11/2020

Decreto 14.543/2020 regulamenta o artigo 5º da Lei 14.063/2020

O decreto 14.543/20 define alguns requisitos do artigo 5º Lei 14.063/2020.

16/11/2020

Entenda o Universo dos Certificados de Atributo

# TBT | Este artigo escrito em novembro de 2014, apresenta o que são Certificados de Atributo, como estão regulamentados, na época, para uso na ICP-Brasil, quais suas possíveis utilizações e como se tornar uma EEA – Entidade Emissora de Atributos. 

13/11/2020

Com a solução Digital me, conselhos de classe e órgãos públicos desburocratizam a emissão, reduzem custos e garantem um documento mais moderno e seguro para filiados e servidores

O Digital me é uma tendência tecnológica que, segundo estudo recente do Gartner, deve transformar o mundo nos próximos cinco anos. O “Eu digital” é composto pelos novos métodos digitais de identificação, como um passaporte de saúde, uma interface entre o cérebro e a máquina, uma identidade digital para acessar um edifício ou para acionar um exoesqueleto.

É neste contexto que se insere o ProID, no país: uma moderna e segura identidade profissional eletrônica. Desenvolvido pelo Serpro, o ProID adota a mesma tecnologia presente na CNH Digital para garantir confiabilidade ao documento.

Marcelo Mesquita – Gestor do ProID no Serpro

“O diferencial do ProID é o uso de um QR Code com um algoritmo de criptografia que permite armazenar não só dados textuais mas também imagens. Tecnologia desenvolvida pelo Serpro, ainda não replicada em outros correntes nacionais, até o presente momento”, destaca o gestor do ProID no Serpro, Marcelo Mesquita.

“Ao ler o código, além de todos os dados escritos no documento, é possível visualizar, de forma nítida, a foto do portador. Sem contar que não é preciso internet para que o QR Code seja lido, a validação pode ser feita offline, por meio do app Vio”, acrescenta Marcelo.

Outra característica do ProID é, obviamente, a mobilidade que traz, ao levar o que antes era em papel ou plástico para um app no celular. “E a economia com o processo digital é fantástica. Há também os aspectos de segurança que a cada dia se modernizam, e é muito mais fácil modernizar uma solução digital do que uma física. Para um documento físico, se tiver evoluções, é preciso emiti-lo novamente, se deslocar para solicitar isso”, reforça o gestor. Ele acrescenta que, desde o lançamento, em junho de 2019, o ProID continua em evolução.

“Colocamos uma funcionalidade para que abra diretamente a versão da ‘carteira física’, em vez de abrir primeiramente a ‘carteira digital’. Outra melhoria foi a inserção de sobreposição de imagens no documento, o que gera mais segurança. E há ainda a opção de ter a carteira ou no formato horizontal ou no vertical. À medida que as instituições contratantes chegam com novas necessidades, elas são implementadas no aplicativo do ProID”, explica o gestor. 

ProID

Vantagens

– Acessível via celular
– Fácil portabilidade, em caso de perda ou furto do celular
– Mesma fé pública dos documentos tradicionais
– Mais barato que o documento físico, para entidades e usuários
– À prova de fraude com utilização da tecnologia Vio (QR Code)
– Mais interação entre conselho/órgão público com filiados/servidores, por notificações e mensagens
– Pode ser contratado a partir da dispensa de licitação
– Ajuda a reduzir a inadimplência, a partir da gestão eficiente da base de profissionais
– Viabiliza o bloqueio da carteira para inadimplentes ou licenciados

Quem pode contratar

– Conselhos de classe, para oferta aos filiados
– Órgãos públicos, para oferta aos servidores

Como funciona

– Com a chave privada, o emissor (conselho ou órgão público) informa os dados do documento físico e o ProID criptografa e armazena as informações em um QR Code no documento digital
 
–  A autenticidade do documento digital pode ser checada com o app Vio do Serpro que, após ser baixado pelo usuário, realiza a leitura e a decodificação do QR Code e mostra os dados originais do documento fornecido

Vem mais por aí

Além das funcionalidades já disponíveis no ProID, o Serpro, que é um Prestador de Serviço de Confiança (PSC) reconhecido pelo governo, está desenvolvendo mais três evoluções para o serviço, que devem ficar prontas até o fim do ano.

Uma delas permitirá a inclusão de outros documentos funcionais do mesmo indivíduo, como uma outra carteira profissional, contracheques, etc.

Mais uma novidade prevista para o ProID é a habilitação da funcionalidade de reconhecimento facial, que aumenta substancialmente a segurança da verificação de identidade e contribui para evitar fraudes e garantir uma maior proteção aos usuários.

A terceira ferramenta programada é a que propicia a realização da prova de vida de aposentados e pensionistas de forma virtual, evitando o deslocamento de pessoas de baixa mobilidade.

“Ao fazer o reconhecimento, e se não tiver um grau de semelhança, a partir de parâmetros pré-definidos com o cliente, a pessoa não conseguirá fazer o download do documento, pois será mostrada a incompatibilidade entre a pessoa em si e o documento que ela está tentando baixar”, acrescenta Marcelo Mesquita.

Essas três funcionalidades foram demandadas por um cliente do Serpro, mas a empresa ressalta que colocará as opções à disposição de outros clientes que porventura tenham interesse ou necessidade de uso das mesmas ferramentas.

Fonte: Serpro

Fazendo uma Identidade Digital na Itália. Por professor Jean Martina

Identidade Digital na Europa. Prof. Jean Martina

A identidade digital para a criação de partidos políticos. Por Edmar Araújo da AARB