Últimas notícias

Fique informado

São Paulo lidera ranking de 2017 das cidades mais inteligentes do Brasil

21/06/2017

Estudo é desenvolvido pela Urban Systems está sendo apresentado de maneira completa no Connected Smart Cities 2017, em 21 e 22 de junho

São Paulo é a cidade mais conectada e inteligente do Brasil, aponta o ranking Connected Smart Cities 2017, que a Urban Systems, especializada em inteligência de mercado, divulgará de maneira completa durante o evento homônimo, realizado em parceria com a Sator, focada em planejamento e desenvolvimento de oportunidades, no Centro de Convenções Frei Caneca, em 21 e 22 de junho.

O Connected Smart Cities é o mais importante levantamento sobre cidades inteligentes e conectadas do País. Está em sua terceira edição, sempre anual. Analisa 11 setores de mais de 700 municípios, a partir de 70 indicadores. Os 11 setores são: Mobilidade, Urbanismo, Tecnologia e Inovação, Empreendedorismo, Governança, Educação, Energia, Meio Ambiente, Saúde, Segurança e Economia.

A capital paulista ficou em primeiro lugar no ranking geral, seguida por Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e Vitória (ES).

A região Sudeste concentra as cidades mais inteligentes e conectadas, sendo seis municípios entre os 10 mais bem colocados.

A região Norte é a única sem representante entre as 10 melhores – Palmas (TO) ocupa o 15º lugar.

No Sul, Curitiba é a que detém a melhor posição. Recife (PE) lidera a região Nordeste.

Já Brasília (DF) aparece à frente no Centro-Oeste.

“São Paulo lidera essencialmente por se destacar em praticamente todos os 11 setores analisados. É a cidade com mais disponibilidade de modais de transporte coletivo de massa e conta com novas leis de Plano Diretor e Uso e Ocupação do Solo. Ainda é nascedouro de muitas pequenas empresas, além de destino de verbas de pesquisas. Por fim, é sede de empresas de tecnologia de todos os portes, atraindo investimentos e negócios”, afirma Thomaz Assumpção, CEO da Urban Systems.
“Mas é importante ressaltar que as cidades brasileiras ainda estão muito longe de suas ‘concorrentes’ pelo mundo. O espaço que nossas cidades têm para avançar em relação a elas mesmas é de 50%. Em relação ao mundo é muito maior”, completa Assumpção.

Mais sobre o ranking

O ranking também classifica as três melhores cidades por porte. Assim como nos parâmetros nacional e regional, São Paulo é a primeira colocada entre as cidades com mais de 500 mil habitantes. Vitória ficou com a melhor posição entre 100 e 500 mil habitantes (quinto lugar do ranking geral). Já Cajamar, no interior paulista, é a cidade melhor classificada com até 100 mil habitantes (36ª posição no ranking geral).

Ainda foram elaborados rankings a partir de cada setor analisado, com destaque para Belo Horizonte, primeiro lugar em Meio Ambiente, Vitória, como primeira colocada em Saúde, Vinhedo (no interior de São Paulo), no topo em Segurança, e a capital paulista, primeira em Mobilidade.

Cidades inteligentes

Existem diversos conceitos de cidades inteligentes, desde os mais apoiados em tecnologia até aqueles que estão mais relacionados ao meio ambiente e sustentabilidade. Pensando nisso, a Urban Systems elaborou o ranking Connected Smart Cities, que considera conectividade como a relação entre os 11 setores analisados. Ou seja, o desenvolvimento só é atingido quando os agentes da cidade compreendem a capacidade de conexão entre todos os eixos.

Exemplo disso é o fato de que investimentos em saneamento estão atrelados não apenas aos ganhos ambientais, como aos ganhos em saúde da população, reduzindo os gastos e a necessidade de atendimentos de saúde básica e, consequentemente, impactarão em questões de governança e economia.

Desta forma, o ranking identifica fatores relevantes para o crescimento sustentável dos municípios e aponta as cidades brasileiras com maior potencial de desenvolvimento.

Nenhum comentário até agora

Ir para a discussão

Nenhum comentário ainda!

Você pose ser o primeiro a iniciar a discussão.

<