Últimas notícias

Fique informado

Um ano de superação e evolução para o mercado da certificação digital

18 de dezembro de 2020

Spotlight

Reconhecimento facial sem prova de vida está com os dias contados, afirma CEO de uma das principais plataformas brasileiras de biometria facial

Conversamos com José Luis Volpini, CEO da CredDefense, uma das pioneiras e mais conceituadas plataformas de biometria facial do mercado brasileiro.

6 de janeiro de 2021

Carimbo do Tempo dá início ao fim da era dos protocolos proprietários na ICP-Brasil. Ouça

Segundo Dr. Roberto Gallo, o fim da era dos protocolos proprietários na ICP-Brasil tem data marcada e deve beneficiar fabricantes, prestadores de serviços e clientes finais.

28 de dezembro de 2020

Em tempo de mobilidade extrema e home office, como controlar o perímetro de segurança da empresa? Ouça

Conversamos com Jan Rochat da AET Europe, sobre a eficiência das tecnologias que protegem as informações das empresas, especialmente nesse momento de extrema necessidade de mobilidade das pessoas em “home office.

8 de dezembro de 2020

Identificar, confiar e conectar. Quantas vezes por dia nos autenticamos?

Controlar credencias de acesso nas organizações é tão difícil quanto

2 de dezembro de 2020

Doutor Fabiano Menke Concede Entrevista Sobre a Evolução das Assinaturas Eletrônicas

Nesta entrevista Dr. Fabiano Menke fala sobre a Lei 14.063 de setembro de 2020 e sobre o Decreto 14.543 de novembro de 2020 sobre os tipos de assinaturas eletrônicas

25 de novembro de 2020

ICP-Brasil tem crescimento de 19,4% em setembro

As emissões de certificados digitais no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil seguem em crescimento em 2020

15 de outubro de 2020

O ano de 2020 ficará marcado pelos grandes desafios impostos pela pandemia da Covid-19, apesar das perdas e de toda a tristeza do ponto de vista humano, para o setor da certificação digital ICP-Brasil este foi um ano de superação e evolução.

Por Egon Schaden Junior

Egon Schaden Júnior – Presidente-executivo da ANCD

A Infraestrutura, Autoridades Certificadoras e Autoridades de Registro, mostrou-se pronta para atender à crescente demanda pelas assinaturas eletrônicas em tempos de mobilidade reduzida, proporcionando à população e às empresas brasileiras a possibilidade de continuarem em funcionamento à distância, com segurança e credibilidade.

É notável que mesmo em um ano impactado pela pandemia, já tenham sido emitidos 5.804.404 certificados digitais, dados de 18 de dezembro do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI.

O número já representa um recorde de emissões anuais e aponta para constante adesão da população ao certificado digital. O avanço foi possível graças à rápida resposta do ITI e do mercado da certificação digital à necessidade da emissão dos certificados ICP-Brasil por meio da videoconferência, garantindo a manutenção das emissões mesmo durante os períodos de isolamento mais rigoroso.

O ano também foi de grandes transformações que possibilitaram as mais importantes atualizações normativas no campo das assinaturas digitais e eletrônicas desde 2001. A Associação Nacional da Certificação Digital – ANCD participou ativamente dos intensos debates em torno das Medidas Provisórias nº 951 e 983 que culminaram na aprovação da Lei nº 14.063/20, o novo marco das assinaturas eletrônicas no Brasil.

É importante salientar que o próprio setor de certificação ajudou na construção desta legislação, complementar a MP nº 2200-2/2001, que criou mais duas alternativas de assinaturas eletrônicas, as simples e avançadas, e positivou a ICP-Brasil, assinatura qualificada, como a mais forte e segura entre todas.

A forte aceleração digital foi uma das marcas deste ano. Com a rápida transformação digital dos Governos Federal e Estaduais e de diversas empresas, o número de ataques cibernéticos também teve um grande aumento, segundo estudo da empresa de cibersegurança Kaspersky, o Brasil foi o país da América Latina que registrou o maior número de ataques cibernéticos durante a pandemia, os dados apontam para a necessidade de estratégias rigorosas de segurança cibernética para garantia da proteção de sistemas e dados.

Para além disso, em 2021 entrarão em vigor as punições previstas na Lei Geral de Proteção de Dados, logo, a questão da segurança digital deve tornar-se ainda mais estratégica.

Neste cenário é relevante destacar que o Brasil possui uma Infraestrutura nacional, altamente segura e em constante atualização: a ICP-Brasil, que promete continuar sendo uma das principais tecnologias para assinatura de documentos que necessitam de validade jurídica e autenticação em sistemas de alta criticidade.

A ANCD seguirá em 2021 defendendo a ICP-Brasil, assinatura qualificada, e divulgando os benefícios desta tecnologia que mesmo em meio a um ano de tantos desafios mostrou-se forte e sólida para continuar inovando, evoluindo e garantindo a segurança cibernética do Brasil.

Por fim, neste momento de pandemia tão crítico e doloroso para todo o mundo, lembramos que a ICP-Brasil é mais do que uma sigla e um serviço eletrônico, é uma cadeia de confiança construída por milhares de pessoas diariamente.

São milhares de agentes de registro Brasil afora aplicando técnicas de identificação e validação, milhares de técnicos, fornecedores e especialistas em segurança da informação e centenas de profissionais capacitados atuando na massificação e expansão dos certificados digitais.

Número de certificados digitais emitidos em 2020 já supera 2019

ANCD participa de Encontro Nacional de Presidentes de Juntas Comerciais

Conheça a ANCD

Fundada em setembro de 2014, a Associação Nacional de Certificação Digital – ANCD é uma associação sem fins lucrativos, cujo objetivo é a defesa dos interesses do setor da Certificação Digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). Tecnologia implantada no Brasil há quase vinte anos.

A entidade possui assento no Comitê Gestor da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (CG ICP-Brasil), fórum superior do setor, e juntamente com os demais integrantes da sociedade civil e governo federal é responsável pela discussão e formulação das políticas públicas do setor.

Empresas brasileiras são beneficiadas pelo certificado ICP-Brasil