Últimas notícias

Fique informado

Vazamento de dados cai, mas exposição de credenciais do governo cresce 236,75% no segundo trimestre de 2021, aponta relatório

10 de setembro de 2021

Spotlight

Facebook fala sobre o incidente de 4 de outubro

“Agora que nossas plataformas estão funcionando normalmente após a interrupção de 4 de outubro achei que valeria a pena compartilhar,”Santosh Janardhan.

6 de outubro de 2021

Let’s Encrypt root cert update catches out many big-name tech firms

A legacy certificate used by the certificate authority – the IdentTrust DST Root CA X3 – expired on September 30.

6 de outubro de 2021

Zero Trust e viagens pós-COVID ocupam o centro das atenções no Identity Week 2021

Identity Week 2021 será realizado de 22 a 23 de setembro de 2021 em Londres e reúne as mentes mais brilhantes do setor de identidades.

27 de setembro de 2021

O segundo trimestre de 2021 registrou 465,5 milhões de registros vazados segundo o Relatório de Vazamento de Dados no Brasil

O segundo trimestre de 2021 registrou 465,5 milhões de registros vazados segundo o Relatório de Vazamento de Dados no Brasil, elaborado pela Axur, empresa líder em monitoramento, detecção e derrubada de riscos digitais na internet no Brasil.

O número, que inclui vazamentos tanto de empresas privadas quanto de órgãos governamentais, representa uma redução de 87,6% em relação ao trimestre anterior.

No entanto, houve um crescimento expressivo no vazamento de credenciais de órgãos do governo: aumento de 236,75% na comparação com os primeiros três meses de 2021.

Dos 465,5 milhões de registros vazados, o número de CPFs expostos foi o mais relevante, representando 82,9% do total, um crescimento de 89% em relação ao trimestre anterior.

Apesar da predominância no vazamento de números de CPF, chamou a atenção o crescimento de 1392,5% na exposição de passaportes: enquanto no primeiro trimestre do ano foram vazados 21 mil passaportes, entre abril e junho registrou-se o vazamento de quase 317 mil.

O número total de credenciais (e-mails e senhas) expostas – tanto de empresas privadas quanto do governo – também registrou expansão: entre os meses de abril e junho, a  Axur detectou 181,5 milhões de casos, um aumento de 220% em relação ao primeiro trimestre do ano.

A maior fatia desse crescimento se deve ao vazamento das credenciais do governo, que saltou de 47.654 credenciais expostas entre janeiro e março para 160.478 entre abril e junho. Entre as empresas brasileiras, o crescimento foi de 176,88%.

Esse aumento de exposições não necessariamente quer dizer que os sistemas internos dessas empresas, bem como dos órgãos governamentais, tenham sido comprometidos.”

Há vários motivos para uma credencial ser vazada. Por exemplo, um ponto de atenção para a população é o uso do e-mail de trabalho para cadastros em sites com interesses pessoais. ”, comenta Fabio Ramos, CEO da Axur.

O estudo mostra também que, mesmo com o aumento de 20,4% na preferência pela utilização de senhas com caracteres especiais -, que tende a dificultar a vida dos cibercriminosos – a sequência numérica “123456” continua sendo a senha mais utilizada pela população em geral.

Neste trimestre, 845.399 pessoas optaram por utilizar a senha mais querida dos cibercriminosos. 

Quando o assunto é cartões, no segundo trimestre deste ano, a Axur identificou 267.921 vazamentos na web superficial e na deep e dark web.

Esse número representa uma queda de 36,2% na detecção mundial de cartões de crédito e débito, ou seja, 152.156 cartões a menos do que no trimestre anterior. 

O Brasil, apesar de também apresentar uma queda  de 8,1% na incidência de cartões expostos entre o primeiro e segundo trimestres de 2021, mantém a posição de campeão de vazamentos de cartões de crédito e débito, com 137.483 cartões identificados. Isso representa 44,3% a mais do que o segundo colocado, os EUA, com 60.939 cartões expostos. 

Sobre a Axur

A Axur é a empresa líder em monitoramento, detecção e derrubada de riscos digitais na internet no Brasil, com foco em preservar a valiosa relação de confiança entre as empresas e seus públicos. Conta com tecnologia de ponta e uma infraestrutura global de monitoramento para diversos riscos na web como: fraudes digitais, uso abusivo de marca, apropriação de identidade, perfis falsos, phishing, aplicativos fraudulentos, estelionatos digitais, vendas não autorizadas, pirataria digital, vazamento de dados, entre outros.

Isso significa proteger o consumidor ao longo da sua jornada de compra, assim como em toda a experiência com os pontos de contato digitais das marcas.

A Axur atende marcas nacionais e internacionais nos mais diversos segmentos: aviação, saúde, educação, mídia, serviços financeiros, varejo online e seguros monitorando sua presença digital no Brasil e no mundo. Para mais informações, visite axur.com e conheça o blog blog.axur.com.

Acompanhe os principais movimentos brasileiros e mundiais em torno de Privacidade e Proteção de Dados aqui no Crypto ID.

Contas digitais para o crime: O que a abertura delas tem a ver com o vazamento de dados pela Internet?

Segurança de dados no trabalho remoto: como evitar vazamento de dados da empresa, de colaboradores e clientes

ISH Tecnologia anuncia novo produto que monitora deep e dark web em busca de vazamento de dados

Siga o Crypto ID no Linkedin e acompanhe as atualizações sobre inovação e segurança da informação com foco em eIDs e Criptografia!