Menu

Últimas notícias

Fique informado

O tema Blockchain continua dominando os grandes eventos

06/11/2017

Spotlight

Serviços eletrônicos proporcionam mobilidade, mas estão seguros?

COVI-19 alterou muitos hábitos de indivíduos e empresas em todo o mundo e nunca a tecnologia da informação foi tão importante quanto agora para disponibilizar serviços eletrônicos seguros.

30/03/2020

Em caráter de urgência ITI publica Instrução Normativa nº 2 para validação dos titulares dos certificados digitais por videoconferência

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02, DE 20 DE MARÇO DE 2020 Estabelece os procedimentos de confirmação de cadastro de requerente de certificado digital por meio de videoconferência.

20/03/2020

Diretor-presidente do ITI alerta para a validade de certificados digitais de empresários brasileiros

Marcelo Buz do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI alerta os empresários brasileiros para a validade do certificado digital.

20/03/2020

IT Forum completa 20 anos e fala sobre Big Data & Analytics, Cloud Computing, IoT (Internet das coisas), Inteligência Artificial e Blockchain

Como foi o IT Forum Expo 2017 realizado no Transamérica Expo Center em São Paulo nos dias 07 e 08 de Novembro de 2017.

12/11/2017

No Gartner Symposium/ITxpo em São Paulo realizado entre os dias 23 e 26 de outubro de 2017, foram apresentadas duas excelentes palestras sobre a Blockchain

Fernando Taboas

Por Fenando Taboas

A primeira palestra sobre Blockchain durante o evento foi ministrada pelo analista do Gartner Fábio Chesini e a segunda por Don Tapscott.

Fábio Chesini abordou o tema Blockchain em profundidade.  Numa palestra rica em cases e informações técnicas, apresentou distintos cenários onde a proposição de valor para distintas aplicações do Blockchain vem ocorrendo, cenários estes organizados segundo o grau utilizado de descentralização e se focada em um ou mais ativos digitais ou se orientada para a execução e registro das transações em elos de cadeias.

O primeiro cenário, denominado “Disruptores Emergentes”, engloba as proposições de novos negócios (embora o modelo de negócios já possa existir) baseados nos fundamentos do Blockchain, um livro-razão descentralizado em rede P2P (“peer-to-peer”) e organizado em cadeia de blocos de transações. A aplicação OpenBazaar, um marketplace descentralizado ilustra bem este grupo.

No segundo cenário, o “Mercado de Ativos Digitais”, o foco está na criação de novos mercados para ativos digitais baseados em ativos não digitais. Neste grupo a descentralização não é o essencial para a proposição de valor, mas sim a criação de mercado para um ativo digital. Um exemplo de aplicação deste grupo é o LAtoken.

No terceiro grupo, o dos “Processadores de Negócios”, as aplicações buscam melhorias na eficiência das transações, interações e rastreabilidade da proveniência de ativos. Neste grupo a proposição de valor é fechada aos participantes do negócio. O exemplo de aplicação para este grupo é o da cadeia de suprimentos do Walmart.

Finalmente, no quarto grupo, o dos “Mantenedores de registros”, as aplicações focam o gerenciamento de registros, para si mesmo ou para uma comunidade. A proposição de valor também é fechada aos integrantes de uma organização ou de uma comunidade, mas a descentralização possivelmente tem relevância para a aplicação. Como exemplos de aplicação para este grupo temos o registro de imóveis rurais na Geórgia e o controle das identidades digitais dos cidadãos da Estônia.

Fábio Chesini também aponta que nos dois primeiros cenários, o objetivo é o de criação de novos modelos de negócios e de crescimento da receita, o dos outros dois é o de apoiar modelos de negócios existentes e de redução de custos.

Assim, o potencial disruptivo atribuído ao Blockchain está concentrado nos dois primeiros cenários, embora os ganhos com as aplicações nos outros cenários não sejam desprezíveis.

Já Don Tapscott, fez a palestra de encerramento do primeiro dia com uma palestra empolgante sobre a Blockchain.

Don vem sendo um dos principais divulgadores desta nova tecnologia, que foi projetada como sendo um dos pilares da moeda digital Bitcoin, embora hoje se visualizem outras aplicações possíveis.

A esse respeito, Don tem um posicionamento muito otimista sobre as inúmeras possibilidades que esta tecnologia proporcionará, a qual ele define como sendo o protocolo da confiança que transformará a Internet da informação na internet de valor, uma plataforma distribuída que pode nos ajudar a reformular o mundo dos negócios através do seu impulso para a confiança e para a desintermediação, transformando não somente os serviços financeiros, mas também a arquitetura das corporações, sendo capaz de reformular o papel do governo, alavancar a internet das coisas e consertar indústrias como a da música, entre outros.

Esta segunda era da Internet tem profundas implicações para a competitividade, a estratégia de negócios, a arquitetura das corporações e liderança.

Para entender melhor todo o potencial vislumbrado para esta nova era da Internet, Don Tapscott recomenda a leitura do seu livro, escrito em parceria com seu filho Alex Tapscott, sob o título “Blockchain Revolution – Como a tecnologia por trás do Bitcoin está mudando o dinheiro, os negócios e o mundo”, já traduzido para o português e publicado pela editora SENAI-SP.

 

* Fernando Taboas – Consultor de TI, Processos e Aplicações. É engenheiro formado pelo IME, mestre em Finanças pela PUC Rio, atuou em tecnologia da informação nas empresas Gillette e P&G.  [fernando@cryptoid.com.br]

 

  Acesse aqui nossa coluna sobre Blockchain!

Nenhum comentário até agora

Ir para a discussão

Nenhum comentário ainda!

Você pose ser o primeiro a iniciar a discussão.

<

X
Pular para a barra de ferramentas