Últimas notícias

Fique informado
CNJ | Sistema de Registro Eletrônico usará certificado digital ICP-Brasil

CNJ | Sistema de Registro Eletrônico usará certificado digital ICP-Brasil

4 de abril de 2016

Spotlight

Zero Trust e viagens pós-COVID ocupam o centro das atenções no Identity Week 2021

Identity Week 2021 será realizado de 22 a 23 de setembro de 2021 em Londres e reúne as mentes mais brilhantes do setor de identidades.

27 de setembro de 2021

NSA publica atualização sobre criptografia resistente a quantum

A NSA publicou o FAQ “Quantum Computing and Post-Quantum Cryptography. Confira nesse artigo!

3 de setembro de 2021

CertForum 21: evento on-line para quem quer saber tudo sobre identificação digital e documentos eletrônicos

O CertForum é realizado pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) e organizado pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (ABRID).

31 de agosto de 2021

Certificação Digital – Curso ID PLUS – 20 Junho de 2016 em São Paulo

 Curso sobre Certificação Digital do CryptoID  |  São Paulo O

4 de abril de 2016

Sistema do PJe será desenvolvido para alcançar dispositivos móveis

O Comitê Gestor Nacional do Processo Judicial Eletrônico (PJe) autorizou

22 de março de 2016

Sistema de Registro Eletrônico deve utilizar certificado digital ICP-Brasil para assinatura

A Corregedoria Nacional de Justiça instituiu regras para funcionamento do sistema eletrônico que permitirá o compartilhamento e a integração, em nível nacional, dos dados e informações dos cartórios de registro de títulos, de documentos e civil de pessoas jurídicas.

A regulamentação foi estabelecida pela corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, por meio do Provimento 48, de 16 de março de 2016.De acordo com o documento, as serventias extrajudiciais terão o prazo de 360 dias, a partir de sua publicação, para que os serviços eletrônicos compartilhados estejam em funcionamento.

O objetivo do Provimento é justamente facilitar o intercâmbio de informações entre os cartórios de todo o país, o Poder Judiciário, a Administração Pública e o público em geral”, avaliou a corregedora Nancy Andrighi.

A partir do Provimento, o envio e a recepção dos títulos e registros será em formato eletrônico assinado digitalmente com certificados digitais da ICP-Brasil, bem como a emissão de certidões e prestação de informações.Essa atribuição estará a cargo de centrais de serviços eletrônicos compartilhados que serão criadas em cada unidade da federação, a partir de ato normativo da corregedoria dos tribunais de Justiça nos estados.

Haverá uma única central em cada um dos estados e no Distrito Federal. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Entre as regulamentações está a obrigatoriedade do uso do certificado digital no padrão ICP-Brasil Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil.

O sistema, que deve ser implantado e integrado por todos os oficiais de registro de títulos e documentos e civil de pessoas jurídicas de cada estado e do Distrito Federal, tem por função permitir o intercâmbio de documentos eletrônicos e de informações entre os ofícios de títulos, o Poder Judiciário, a Administração Pública e público em geral, a expedição de certidões e formação de repositórios eletrônicos para o acolhimento de dados e armazenamento de documentos.

Os documentos eletrônicos deverão ser assinados com certificado digital ICP-Brasil.

O normativo, de 16 de março deste ano, prevê que os serviços eletrônicos compartilhados passarão a ser prestados dentro do prazo de trezentos e sessenta dias.

Fonte:  Com informações do CNJ |  ITI  | Conjur

Clique aqui para ler o Provimento 48/2016.

Nenhum comentário até agora

Ir para a discussão

Nenhum comentário ainda!

Você pose ser o primeiro a iniciar a discussão.

<