Últimas notícias

Fique informado

ITI realiza quarta reunião virtual com representantes do mercado, indústria e associações de certificação digital

17 de dezembro de 2020

Spotlight

Comitê Gestor da ICP-Brasil aprova emissão primária por videoconferência

A aprovação cria o amparo jurídico necessário para a edição da Instrução Normativa que regulamentará e viabilizará o processo operacional da emissão primária de Certificados Digitais através de videoconferência.

22 de janeiro de 2021

Veja o que diz Miguel Martins da AET Europe sobre gerenciamento de eIDS

Como traçar a estratégia de IAM para sua organização? Confira o que diz a AET Europe, líder global em gerenciamento de identidades.

19 de janeiro de 2021

Reconhecimento facial sem prova de vida está com os dias contados, afirma CEO de uma das principais plataformas brasileiras de biometria facial

Conversamos com José Luis Volpini, CEO da CredDefense, uma das pioneiras e mais conceituadas plataformas de biometria facial do mercado brasileiro.

6 de janeiro de 2021

Carimbo do Tempo dá início ao fim da era dos protocolos proprietários na ICP-Brasil. Ouça

Segundo Dr. Roberto Gallo, o fim da era dos protocolos proprietários na ICP-Brasil tem data marcada e deve beneficiar fabricantes, prestadores de serviços e clientes finais.

28 de dezembro de 2020

O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITIda Informação (ITI) realizou na manhã desta quinta-feira, 17 de dezembro, a quarta reunião virtual com representantes do mercado, indústria e associações de certificação digital, para apresentar o atual estágio dos trabalhos do Grupo de Trabalho Técnico Vídeo Conferência (GTT/VC), instituído pela Portaria ITI n° 049, de 20 de outubro de 2020.

Foto ASCOM ITI



O GTT/VC tem a finalidade de realizar estudos e apresentar uma proposta para normatizar  procedimentos e requisitos técnicos de coleta biométrica e cadastro inicial por videoconferência, de requerentes de certificados digitais ICP-Brasil.

Na ocasião, o ITI informou que a partir das avaliações de uma base de cerca de 160 mil registros, foram tiradas conclusões extremamente positivas e animadoras, porém ao mesmo tempo foram identificadas fragilidades que precisam ser tecnicamente endereçadas.

O coordenador do grupo de trabalho e assessor especial do ITI, Wilson Hirata, comunicou que o grupo está analisando, em paralelo, as soluções de biometria de empresas do mercado, que permitiriam, por videoconferência, capturar as digitais e efetuar a prova de vida dos requerentes.

Também foi informado que, diante da complexidade do tema, do elevado grau de segurança exigido e do volume de dados a serem analisados, será necessária prorrogação de 60 dias no prazo inicialmente previsto.

Objetiva-se assim, com o aprofundamento destes estudos, que as conclusões e recomendações do grupo sejam bem embasadas, minimizando os riscos que possam ameaçar o nível de segurança do processo de emissão de certificados digitais ICP-Brasil.

O pedido de prorrogação fundamenta-se no art. 3° da portaria que instituiu o GTT/VC, o qual estabelece o prazo de até 60 dias, prorrogáveis por igual período, para a entrega de relatório com as conclusões e recomendações à direção do ITI.

O ITI estima que a minuta da Instrução Normativa seja discutida ainda em 2020, compartilhada com o mercado no início de 2021, para discussão e recebimento de contribuições, e então, se necessário, imediatamente pautada em reunião do Comitê Gestor da ICP-Brasil.

A reunião foi coordenada pelo diretor-presidente do ITI, Carlos Fortner, e contou com a participação dos assessores e membros da equipe técnica do Instituto e de representantes da Casa Civil, AARB, ABRID, ANCD, ANCert, ATID, Certisign, DigitalSign, Safeweb, Serasa Experian, Soluti e Valid. 

Fonte: ITI