Últimas notícias

Fique informado

Prefeitura de São Paulo premia projetos que modernizam a gestão da cidade

13/12/2018

Premia Sampa destacou boas práticas da administração municipal e propostas da sociedade civil para ampliar o potencial inovador da capital

A Prefeitura de São Paulo promoveu nesta quarta-feira (12) a final do Premia Sampa – Prêmio de Inovação da Cidade de São Paulo que valoriza soluções inovadoras para a gestão da cidade.

Organizada pelas secretarias de Gestão e de Inovação e Tecnologia, com apoio da Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo (EMASP) e da Prodam, a cerimônia contou com a presença do prefeito Bruno Covas.

Relançado em agosto deste ano, o Premia Sampa recebeu a inscrição de 143 projetos de organizações públicas, privadas, startups e entidades da sociedade civil com propostas de boas práticas que fomentam a cultura da inovação na gestão da capital. Em 2008, ano da última edição da premiação, foram avaliadas cerca de 70 propostas.

“Costumo dizer que a população é digital, mas o serviço público ainda é analógico. A maioria dos projetos foi desenvolvida e elaborada por servidores públicos e acredito que boas iniciativas como estas nos colocam no caminho certo para aperfeiçoar a prestação de serviços da Prefeitura de São Paulo”, destacou o prefeito Bruno Covas

A etapa final do título contou com seleção por parte da comissão julgadora* independente de apenas 20 projetos entre as 105 iniciativas registradas nas categorias “Inovação em processos internos” e “Inovação em serviços e políticas públicas”, propostas por 19 diferentes órgãos da administração direta e indireta.

As secretarias municipais de Saúde, de Inovação e Tecnologia, do Verde e do Meio Ambiente, de Assistência e Desenvolvimento Social, da Educação, da Pessoa com Deficiência e das Subprefeituras foram algumas das pastas que tiveram o maior número de programas inscritos.

Daniel Annenberg, secretário municipal de Inovação e Tecnologia, à frente do programa

“O Premia Sampa é uma ação importante para a consolidação da cultura da inovação na Prefeitura de São Paulo. Serve de estímulo também aos hubs e redes criativas da Capital”, complementa Daniel Annenberg, secretário municipal de Inovação e Tecnologia.

Já a sociedade civil contribuiu com 38 indicações de propostas que poderão vir a ampliar a qualidade de vida na cidade, como parte da categoria “Inovação aberta”, das quais foram selecionadas 10 iniciativas.

“Estamos extremamente surpresos e felizes com o nível de engajamento dos servidores públicos e da sociedade civil na premiação, iniciativa que valoriza a participação de todos nos desafios para a gestão eficiente da cidade”, completou o secretário municipal de Gestão, Cesar Angel Boffa de Azevedo.

Resultados

O programa Empreenda Fácil, que simplifica e reduz a burocracia para a abertura de novos negócios na Capital, e o Processo Eletrônico, que dá fim ao uso de papel pela administração foram algumas das iniciativas vencedoras nas categorias com foco nas organizações públicas.

Já o projeto SmartSíndico, aplicativo que permite a gestão ágil e mais barata de condomínios, foi o finalista na categoria de inovação aberta.