Últimas notícias

Fique informado

Como a criptografia vem transformando o comércio eletrônico

3 de agosto de 2021

Spotlight

Philip R. Zimmermann apresenta o 3º episódio AET Security Topics: Quantum Key Distribution

Philip R. Zimmermann, um dos maiores criptógrafos, apresenta uma nova webserie. Não perca o 1º episódio! Com legenda em português!

15 de setembro de 2021

NSA publica atualização sobre criptografia resistente a quantum

A NSA publicou o FAQ “Quantum Computing and Post-Quantum Cryptography. Confira nesse artigo!

3 de setembro de 2021

A condição paradoxal do hacktivismo

O início dos anos 2000 foi marcado pela formação do movimento Anonymous e por ataques relevantes, classificados como hacktivistas.

1 de setembro de 2021

CertForum 2021: Fórum Mundial de Assinatura Digital

Como parte integrante do CertForum, será realizado o Fórum Mundial de Assinatura Digital, com o objetivo de ampliar o debate do uso da assinatura digital.

1 de setembro de 2021

CertForum 21: evento on-line para quem quer saber tudo sobre identificação digital e documentos eletrônicos

O CertForum é realizado pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) e organizado pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (ABRID).

31 de agosto de 2021

Empresas do Brasil se unem para capacitar de graça e empregar estudantes em blockchain, tecnologia e mercado financeiro

A Investtools e a Grana Capital, fintechs parceiras incubadas no Instituto Gênesis, da PUC-Rio, estão oferecendo um programa de formação para universitários, na área de tecnologia para o mercado financeiro

5 de abril de 2021

O impacto do Open Banking para o mercado financeiro

Desde o anúncio do open banking, um dos pontos mais questionados foi a segurança e a privacidade dos dados.

30 de março de 2021

Investindo em inovações no mercado financeiro

Lançamento do PIX; modernização da legislação cambial; agilização e ampliação da concessão de microcrédito a pequenos empreendedores; e lançamento da cédula de R$ 200 fizeram parte do mercado financeiro

14 de dezembro de 2020

As empresas que aceitam uma gama diversificada de métodos de criptografia de pagamento podem acolher um novo público

Por Rubens Neistein

Rubens Neistein é Business Manager da CoinPayments

O comércio eletrônico anda de mãos dadas com o movimento de pagamentos digitais e a criptografia vem revolucionando o segmento varejista.

Atualmente os players têm mais a ganhar nesta era de interrupções alimentada por blockchain. Confira abaixo:

Compradores sem fronteiras

A Internet possibilitou um mercado sem fronteiras para os varejistas, já que os comerciantes não estão mais limitados a atender os clientes nas lojas físicas. 

No entanto, a indústria de pagamentos tradicional não foi projetada ou equipada para dar suporte a esse mercado sem fronteiras. 

Algumas empresas conseguem contornar os custos usando um banco adquirente que apoia o processamento em várias moedas, direcionando clientes a distribuidores locais ou registrando uma filial em um país onde ocorrem grandes volumes de vendas.

Essas opções são caras e inviáveis ​​para as empresas menores que mais sofrem o impacto das taxas. Os pagamentos criptográficos são uma alternativa, reduzindo a desordem para comerciantes e consumidores, eliminando as taxas de câmbio de moeda estrangeira e facilitando os pagamentos transfronteiriços contínuos.

Combate à Fraude

Os estornos de cartão de crédito ocorrem quando um cliente solicita seus fundos de devolução de banco para uma compra. Projetado para proteger os consumidores contra fraudes, os estornos devem ser iniciados durante um período de tempo específico, normalmente 120 dias após a compra inicial. 

Durante esse tempo, o comerciante perderá o dinheiro da venda e poderá pagar uma multa. O processo é demorado e geralmente favorece o consumidor. 

Outro problema é que muitos pedidos de estorno são fraudulentos, a chamada fraude amigável. A imutabilidade do Blockchain torna virtualmente impossível para fraude amigável e estornos, colocando o poder de volta nas mãos do comerciante e dando-lhes a autoridade final sobre o “reembolso” de um cliente.

Transações de alta velocidade

O tempo que os estabelecimentos que aceitam pagamentos com cartão de crédito levam para receber os fundos pode variar de 24 horas a três dias, impactando o capital de giro.

A razão por trás desse atraso é o processo de várias etapas pelos quais os fundos devem passar para mover-se de uma conta bancária para outra, com muitas partes envolvidas. 

Eliminando a necessidade de vários intermediários, as finanças mediadas por blockchain preparam o terreno para tempos de liquidação de transações mais rápidos.

Eliminando taxas

Além de possíveis taxas de câmbio e internacionais, os pagamentos com cartão de crédito incorrem em taxas de processamento padrão de 2 a 4% (ou mais) para cada transação – sem mencionar as taxas de configuração, mensais e outras. Essas taxas afetam consideravelmente os resultados financeiros. 

As empresas estão acorrentadas a esses custos e muitas vezes não entendem totalmente a divisão das taxas no processo de faturamento menos que transparente.

Sem taxas de intercâmbio e com taxas de processamento tão baixas quanto 0,5%, aceitar pagamentos criptográficos ajuda as empresas a se tornarem mais econômicas.

Vantagem competitiva

A aquisição de novos clientes é um dos empreendimentos mais caros para empresas ambiciosas que estão tentando aumentar a participação no mercado e aumentar os lucros. 

Novas linhas de produtos, promoções de preços, comunicações de marketing e parcerias são ótimas maneiras de garantir a participação da mente e do bolso, mas também exigem um investimento inicial. 

As empresas que aceitam uma gama diversificada de métodos de criptografia de pagamento podem acolher um novo público, dando-lhes uma vantagem sobre os concorrentes sem ter que mudar seu produto principal.

Sobre a CoinPayments

Primeira e maior processadora de pagamentos em criptomoedas do mundo, a CoinPayments é a forma mais fácil, rápida e segura para os empresários transacionarem em criptomoedas.

Fundada em 2013, a plataforma oferece aos clientes APIs de pagamentos especializados em cripto, plug-ins de carrinho de compras, carteiras digitais e diversas soluções para o mercado de criptomoedas. Ao longo de sua história, ultrapassa a marca de US$ 10 bilhões em transações e oferece suporte a mais de 2 mil moedas digitais.

ACI Worldwide e BigDataCorp oferecem acesso mais seguro ao comércio eletrônico no Brasil com solução que aumenta precisão na detecção de fraude

Assinado Acordo sobre Comércio Eletrônico do MERCOSUL

Comércio eletrônico acelera no Brasil com a temporada de compras de fim de ano, mas segue vulnerável aos criminosos cibernéticos