Últimas notícias

Fique informado

Laboratório de Estudos do Mackezie Brasilia tem trabalhos voltas a proteção de dados e mais

11 de fevereiro de 2021

Spotlight

PL 317/21: Plenário aprova criação do Governo Digital

O PL 317/2021, conhecido como o do Governo Digital segue agora para sanção presidencial.

26 de fevereiro de 2021

Qual é o valor legal de uma assinatura eletrônica?

No passado, muitas pessoas relutavam em usar documentos ou assinatura eletrônica, questionando sua validade legal e a capacidade de usá-los como evidência ​​em processos judiciais ou demais contextos jurídicos

25 de fevereiro de 2021

Diretor da Digicert fala sobre os megavazamentos no Brasil e as novas relações de confiança na internet

Segundo Dean Coclin , “Os consumidores devem agora olhar além da fechadura para verificar se o site é autêntico”.

24 de fevereiro de 2021

Assinatura Eletrônica nos contratos e em outros atos jurídicos

“A assinatura eletrônica decorrente de certificados emitidos no âmbito do ICP-Brasil é eficaz para qualquer ato jurídico por força do art. 10 da MP 2.200-2/2001”

23 de fevereiro de 2021

Mergulhando e Navegando no Submundo da Deep Web

Deep Web (dark web, deepnet, invisible net, undernet, ou hidden web) refere-se a qualquer rede fechada que compreende um grupo privado de pessoas, que querem se comunicar.

25 de julho de 2016

Proteção ao titular de dados requer investimento do controlador na área jurídica

“LGPD provocou uma corrida de investimentos em projetos e tecnologia de dados, mas não conseguiu capacitar profissionais nem educar a sociedade para esse novo papel”

8 de fevereiro de 2021

Laboratório de Estudos Direito e Transformação Digital do Mackenzie Brasília inicia 2021 com trabalhos voltados à proteção de dados e os impactos da Reforma Tributária sobre os negócios digitais

Grupo de pesquisa acompanhará cientificamente a adequação dos grandes e pequenos negócios à Lei Geral de Proteção de Dados, além de se dedicar a compreender os impactos das propostas de Reforma Tributária sobre o setor de tecnologia

A proteção de dados, a privacidade e a tributação da economia digital serão os focos do trabalho do Laboratório de Estudos Direito e Transformação Digital (LabDITD/Mack), da Faculdade Presbiteriana Mackenzie Brasília (FPMB), que retomará seu ciclo de reuniões e pesquisas em março de 2021, sob a coordenação do professor Rodolfo Tamanaha, docente do curso de Direito.

A proposta do grupo, que neste mês completa um ano de vida, mas que teve as suas atividades suspensas em 2020 por conta da pandemia, é trabalhar em notas técnicas, relatórios, artigos científicos e na organização de seminários e eventos acerca de temas importantes sobre a relação entre a transformação digital e o direito.

Os dois temas aos quais o grupo se dedicará em 2021 são a interpretação e aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), principalmente a partir da atuação da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), e as propostas de Reforma Tributária e seus impactos sobre os negócios digitais.

Professor Rodolfo Tamanaha – Docente do Mackenzie Brasília

“Estaremos focados em discutir, pesquisar e produzir documentos científicos para auxiliar no processo de adequação das empresas à nova legislação. A LGPD é um marco importante porque não apenas garante a segurança de dados dos clientes dessas organizações, como também assegura maior proteção aos bancos de dados e informações dos negócios”, explicou o professor.

No mesmo sentido, com a indicação de que a Reforma Tributária é um tema prioritário para o Governo Federal e para o Congresso Nacional, o LabDIDT/Mack buscará refletir academicamente sobre os efeitos de uma nova estrutura tributária sobre os negócios digitais, considerando que o aspecto tributário é um elemento central para qualquer modelo de negócios”, complementou.

A LGDP regula os direitos dos indivíduos relativos a suas informações pessoais, e de que maneira empresas e entes públicos podem coletar e tratar esses registros.

As empresas terão mais responsabilidades, como obter consentimento do titular, dar transparência às suas práticas de tratamento e assegurar níveis de segurança da informação para evitar vazamentos.

Para fiscalizar seu cumprimento e definir normas infralegais, foi prevista a figura da Autoridade Nacional de Proteção de Dados, que já está em funcionamento.

“Além disso, continuaremos de olho nos impactos sofridos pelo ambiente profissional e de negócios causados pela utilização em massa das tecnologias da informação e comunicação. A economia como um todo está se digitalizando e todos os seus setores, sejam públicos ou privados, passam a formar a “economia digital”, que nada mais é do que a própria economia que se encontra em processo de transformação digital”, acrescentou o professor Rodolfo.

Linhas de pesquisa dados

Inicialmente, o LabDITD/Mack concentrará esforços na linha de pesquisa “Desafios relacionados à implementação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)”. O grupo se dedicará a pesquisar o tema da LGPD e seus impactos no setor público e privado, com o objetivo de realizar dois workshops temáticos (impactos da LGPD no setor público; e impactos da LGPD no setor privado).

Entre os objetivos está o de realizar um estudo a ser entregue à ANPD. “Embora ainda seja necessário refletir mais sobre o objeto do estudo, aventa-se a possibilidade de realizar uma análise das experiências internacionais e uma reflexão sobre a melhor estrutura de aplicação de sanções pela ANPD”, comentou o professor Rodolfo.

O grupo igualmente acompanhará a tramitação das propostas de Reforma Tributária perante o Congresso Nacional, para avaliar os impactos que a mudança do Sistema Tributário Nacional poderá ter sobre as empresas de base tecnológica e as que se utilizam intensamente de tecnologia para produzir seus produtos e serviços.

Evento no Mackenzie discute Inteligência Artificial em ambientes jurídicos

Universidade Mackenzie e Instituto LGPD anunciam curso online de proteção de dados e privacidade

Sobre a Faculdade Presbiteriana Mackenzie

A Faculdade Presbiteriana Mackenzie é uma instituição de ensino confessional presbiteriana, filantrópica e de perfil comunitário, que se dedica às ciências divinas, humanas e de saúde.

A instituição é comprometida com a formação de profissionais competentes e com a produção, disseminação e aplicação do conhecimento, inserida na sociedade para atender suas necessidades e anseios, e de acordo com princípios cristãos.

O Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM) é a entidade mantenedora e responsável pela gestão administrativa dos campi em três cidades do País: Brasília (DF), Curitiba (PR) e Rio de Janeiro (RJ). As Presbiterianas Mackenzie têm missão educadora, de cultura empreendedora e inovadora.

Entre seus diferenciais estão os cursos de Medicina (Curitiba); Administração, Ciências Econômicas, Contábeis, Direito (Brasília e Rio); e Engenharia Civil (Brasília). Em 2021, serão comemorados os 150 anos do Mackenzie no Brasil. Ao longo deste período, a instituição manteve-se fiel aos valores confessionais vinculados à sua origem na Igreja Presbiteriana do Brasil. dados

Mackenzie lança curso a distância de pós-graduação em compliance digital

Apresente suas soluções e serviços no Crypto ID! 

Nosso propósito é atender aos interesses dos nossos leitores, por isso, selecionamos muito bem os artigos e as empresas anunciantes. Conteúdo e anúncios precisam ser relevantes para o mercado da segurança da informação, criptografia e identificação digital. Se sua empresa é parte desse universo, baixe nosso Mídia Kit, escreva pra gente e faça parte do Portal Crypto ID!

ACESSE O MÍDIA KIT DO CRYPTO ID

contato@cryptoid.com.br   +55 11 3881 0019