Últimas notícias

Fique informado

Quanto vale um dado verídico e contextualizado na era da informação?

09/09/2020

Spotlight

ONLYOFFICE, plataforma colaborativa, apresenta sua estrutura de segurança de dados

Confira a entrevista na íntegra com Nadya Knyazeva, Gerente de Comunicação da ONLYOFFICE, a plataforma open source que possui mais de sete milhões de usuários no mundo

27/11/2020

Lei da Internet das Coisas segue para sanção presidencial e deve impulsionar o mercado de eIDs

Os equipamentos que utilizam a Internet precisam ser identificados para a autenticação precisa máquina a máquina e, em alguns casos, é primordial estarem blindados contra invasões hackers.

26/11/2020

Doutor Fabiano Menke Concede Entrevista Sobre a Evolução das Assinaturas Eletrônicas

Nesta entrevista Dr. Fabiano Menke fala sobre a Lei 14.063 de setembro de 2020 e sobre o Decreto 14.543 de novembro de 2020 sobre os tipos de assinaturas eletrônicas

25/11/2020

Decreto 14.543/2020 regulamenta o artigo 5º da Lei 14.063/2020

O decreto 14.543/20 define alguns requisitos do artigo 5º Lei 14.063/2020.

16/11/2020

Encarregado pelo tratamento de dados pessoais no Brasil e o famoso “DPO” europeu

Curiosamente a lei brasileira de proteção de dados não fala expressamente sobre DPO, em verdade o termo é uma designação estrangeira fixada pela GDPR.

09/09/2020

A chamada “era da informação” vem com muitos obstáculos para os trabalhadores que tomam as decisões

Por Adriel Santana

Adriel Santana – Coordenador de Forense e Investigações Empresariais na ICTS Protiviti

Se, por um lado, o número de dados acumulados, sobre tudo graças à Internet, atingiu um tamanho inimaginável em poucas décadas, por outro, é cada vez mais difícil e necessário separar o “joio do trigo” neste mar de informações.

O fenômeno das notícias falsas vem agravando esta situação. Estudos recentes do Instituto de Tecnologia de Massachusetts e da Universidade de Oxford confirmam uma maior velocidade e alcance de propagação de notícias falsas em relação aos conteúdos verdadeiros.

Seja na vida pessoal ou no ambiente profissional, analisar apenas os dados verídicos não é apenas uma meta, mas um dos grandes desafios.

Na prática, um primeiro problema da era da informação é que apesar de sermos capazes de levantar muitos dados, há pouco tempo disponível para analisar todos eles, separando o que é verdade do que é notícia falsa e isolando o fato da opinião. Além disso, na maioria das vezes, não é possível ajustar a classificação e decidir qual informação real é útil para embasar uma decisão.

Neste sentido, o mensageiro, que é o transmissor das informações, ganha destaque. Dada nossa natureza como uma espécie social, a confiança tem um papel central nas relações humanas.

Essa confiança é estendida, consequentemente, às informações, ou seja, é mais fácil acreditar que uma informação recebida é real se a pessoa que repassou pertence ao meu círculo de confiança.

Outro problema nesta discussão é que ser cético quanto a tudo que escutamos ou lemos é uma medida impraticável e, como nem todos possuem experiência para filtrar dados brutos e validá-los, normalmente os tomadores de decisão estabelecem sua fonte de confiança por meio da avaliação qualitativa de seus mensageiros.

Enquanto o primeiro critério refere-se às características do mensageiro, composto pelo seu “currículo” e histórico, o segundo se refere à verificação, via experiência alheia, dos resultados práticos já entregues por ele.

Muita informação disponível, por si só, nada significa para quem precisa decidir. Dados demais, sem contextualização e correlações, tornam-se mais parte do problema do que a solução.

No mundo dos negócios, esse cenário pode ser fatal. Muitas vezes, menos informações, desde que devidamente organizadas e validadas, podem significar maior qualidade sobre os dados repassados. A inteligência deve ser, antes de mais nada, focada e precisa!

A primeira recomendação para tomar uma decisão de iniciar uma análise das informações que foram transmitidas é definir os tipos de riscos e seus níveis de importância.

Quais são existentes dentro do conjunto de dados repassadas pelo mensageiro e qual o grau de tolerância aceitável em cada um desses para embasar minha decisão? São essas questões que devem ser respondidas.

Se, por exemplo, para contratar um diretor, um risco de natureza financeira (débitos) pode ser relativizado, o mesmo resultado ganha um olhar bastante diferenciado se estivermos tratando de um parceiro potencial em desenvolvimento financeiro ou em processo de fusão ou uso.

Este peso diferente, conforme o contexto, também se aplica aos riscos reputacionais, criminais, regulatórios, políticos-eleitorais e outros.

Selecione critérios como mensageiros, mas também os parâmetros de análise das informações que serão repassadas por esses, tendo em vista o contexto e o tipo de decisão a ser tomada.

Dado que o tempo também é um fator relevante na era da informação, um mensageiro confiável e competente não é apenas aquele que filtra os ruídos dos dados levantados, mas também sinaliza como informações relevantes para o caso concreto. Desta forma, ele diminui o tempo despendido pelo receptor das informações entre o processo de ponderação e a decisão, ambos concordados nos dados levantados.

Segurança de dados em primeiro lugar, confira curso de especialização em cibersegurança

Sobre a ICTS Protiviti

A ICTS Protiviti é uma empresa brasileira que combina o alcance global e o conhecimento e inovação em gestão de riscos, compliance, auditoria, investigação e proteção de dados da Protiviti, com a segurança, eficiência e independência da plataforma tecnológica de serviços especializados da ICTS Outsourcing (canal de denúncias, diligência de terceiros, monitoramento de fraudes e de comportamentos antiéticos, e treinamentos on-line).

A união de deep expertise, com capacidade de transformação e excelência operacional, proporciona aos seus clientes um portfólio abrangente de soluções que endereçam os principais riscos, problemas e desafios de negócio, protegendo e maximizando o valor das organizações, e ajudando seus líderes a encararem o futuro com confiança e alcançarem resultados extraordinários num mundo dinâmico.

Reconhecida como Empresa Pró-Ética por 3 anos consecutivos, conta no Brasil com mais de 300 profissionais em 4 escritórios – São Paulo, Barueri, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, que atendem cerca de 600 empresas de diferentes portes e segmentos.

No mundo, são mais de 4.500 profissionais atuando por meio de uma rede de subsidiárias e firmas-membro independentes. Empresa reconhecida como Great Place To Work e com faturamento anual superior a USD 1 bilhão, opera 85 escritórios em 27 países, que atendem a 60% das empresas da FORTUNE 1000®.

Alerta: falsas ofertas de emprego podem roubar os seus dados bancários

A importância da análise de dados para avançar na assistência em saúde

Apresente suas soluções e serviços no Crypto ID! 

Nosso propósito é atender aos interesses dos nossos leitores, por isso, selecionamos muito bem os artigos e as empresas anunciantes. Conteúdo e anúncios precisam ser relevantes para o mercado da segurança da informação, criptografia e identificação digital. Se sua empresa é parte desse universo, baixe nosso Mídia Kit, escreva pra gente e faça parte do Portal Crypto ID!

ACESSE O MÍDIA KIT DO CRYPTO ID

contato@cryptoid.com.br  
+55 11 3881 0019