Últimas notícias

Fique informado

Receita mundial de nuvem pública deve crescer 6,3% em 2020

28 de julho de 2020

Spotlight

Tecnologia referência em segurança chega ao ramo educacional através da CredDefense

Além de universidades e faculdades, a CredDefense quer oferecer seus serviços para escolas de ensino fundamental e médio e também para cursinho pré-vestibular

8 de junho de 2021

Philip Zimmermann: “Today marks the 30th anniversary of the release of PGP 1.0.”

PGP Marks 30th Anniversary – 6 June 2021 – Today marks the 30th anniversary of the release of PGP 1.0

8 de junho de 2021

O que é uma cifra de bloco e como ela funciona para proteger seus dados?

Uma cifra de bloco tem alta difusão (as informações de um símbolo de texto simples são distribuídas em vários símbolos de texto cifrado).

7 de junho de 2021

Comissão Europeia propõe uma identidade digital segura e de confiança para todos os europeus

As Orientações da Comissão para a digitalização até 2030 definem uma série de metas e marcos que a identidade digital europeia ajudará a alcançar.

7 de junho de 2021

Tendências dos Ciberataques: criminosos têm como alvo de ataques todos os setores da economia

O relatório “Tendências dos Ciberataques: Primeiro Semestre de 2020” revela como os criminosos têm como alvo de ataques todos os setores da economia.

27 de julho de 2020

Aruba indica 5 razões para considerar o gerenciamento da rede em nuvem

Empresas adotaram diversos aplicativos baseados na nuvem, porém ainda fazem a gestão da rede à moda antiga.

8 de julho de 2020

Desktop como serviço (DaaS) garante o maior crescimento de nuvem no ano; enquanto o SaaS continua sendo o maior segmento de mercado

O mercado mundial de serviços de nuvem pública deve crescer 6,3% em 2020, totalizando US$ 257,9 bilhões, acima dos US$ 242,7 bilhões em 2019, segundo estimativa do Gartner.

Impulsionado pela necessidade das empresas de oferecer suporte a trabalhadores remotos e reduzir custos, o desktop como serviço garante o maior crescimento em 2020.

“O uso dos serviços de nuvem pública oferece aos CIOs duas vantagens distintas durante a pandemia da Covid-19: escala de custo com uso e gastos diferidos”, disse Sid Nag, Vice-presidente de Pesquisa do Gartner.

“Os CIOs podem investir significativamente menos dinheiro adiantado utilizando a tecnologia em nuvem, em vez de aumentar a capacidade local do data center ou adquirir software tradicional licenciado”, explicou.

De acordo com análise da empresa de consultoria Gartner, o DaaS deverá ter o crescimento mais significativo este ano, aumentando de 95,4% para US$ 1,2 bilhão.

O serviço oferece uma opção barata para empresas que estão apoiando o aumento de funcionários remotos e sua necessidade de acessar com segurança aplicativos corporativos a partir de vários dispositivos e locais.

“Quando a pandemia da Covid-19 ocorreu, houve alguns soluços iniciais, mas a nuvem acabou fornecendo exatamente o que deveria. Ele respondeu ao aumento da demanda e atendeu à preferência dos clientes por modelos de consumo elástico e de pagamento conforme o uso”, disse.

O software como serviço (SaaS) continua sendo o maior segmento de mercado e deve crescer para US$ 104,7 bilhões em 2020.

A mudança contínua do software de licença local para os modelos SaaS baseados em assinatura, em conjunto com a crescente necessidade de novas ferramentas de colaboração de software durante a Covid-19, está impulsionando o crescimento do SaaS.

O segundo maior segmento de mercado são os serviços de infraestrutura de sistemas em nuvem, ou infraestrutura como serviço (IaaS), que devem crescer 13,4% para US$ 50,4 bilhões em 2020.

Os efeitos da desaceleração econômica global estão intensificando a urgência das organizações de abandonar os modelos operacionais de infraestrutura herdada.

Os serviços públicos de nuvem servem como um “ponto brilhante” nas perspectivas para os gastos com TI em 2020. De acordo com o Gartner, espera-se que os gastos com nuvem em muitas regiões cresçam rapidamente à medida que as economias reabrem e a atividade econômica mais normal seja retomada, com regiões como a América do Norte esperando retornar a gastos mais altos já em 2022.

“Qualquer debate sobre a utilidade da nuvem pública foi deixado de lado desde o início da Covid-19. Para o restante de 2020, as organizações que expandirem a funcionalidade de trabalho remoto priorizarão o software de colaboração, o gerenciamento de dispositivos móveis, as soluções e a segurança da educação a distância, bem como a infraestrutura a ser dimensionada para suportar o aumento da capacidade”, complementou Nag.

Fonte: CIO

Oito motivos que fazem cloud computing combinar com órgãos públicos

Gartner prevê que investimentos em segurança e gestão de riscos permanecerão positivos em 2020

Maioria dos líderes de TI indica que pandemia força mudanças de estratégia de nuvem