Menu

Últimas notícias

Fique informado

Segurança em nuvem: o uso do HSM para certificados digitais. Ouça

28/09/2020

Spotlight

Thales apresenta nova edição do “Manual de Ciberameaças: o cibercrime organizado”

Especialistas apresentam o modus operandi dos cibercriminosos e as formas de combatê-los

21/10/2020

Reimaginando o novo contrato social para a era digital. Entrevista com Don Tapscott

Don Tapscott é uma das maiores autoridades mundiais no impacto da tecnologia nos negócios e na sociedade. Ele compartilha sua visão de futuro de um novo contrato social.

21/10/2020

eIDAS – REGULAMENTO (UE) N.o 910/2014 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

eIDAS – REGULAMENTO (UE) Nº 910/2014 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

20/10/2020

Empresas brasileiras são beneficiadas pelo certificado ICP-Brasil

A transformação digital, que após a pandemia tornou-se essencial para a economia, já era realidade em diversas empresas brasileiras antes de 2020 com o certificado digital

20/10/2020

Primeiro Documento Eletrônico assinado entre dois Países foi emitido em 2 de outubro de 2020

A possibilidade de acordos internacionais serem assinados por meio de documentos eletrônicos com reconhecimento mútuo entre os países é uma prerrogativa dos documentos que utilizam certificados digitais emitidos por PKIs.

05/10/2020

Valid é a primeira Autoridade Certificadora a conquistar os Certificados SSL EV e SSL CODESIGNING. Ouça

No último dia 28, o ITI oficializou o credenciamento da Valid Certificadora como a primeira Autoridade Certificadora a conquistar os Certificados SSL EV e SSL CODESIGNING para as cadeias V10 e V11.

03/08/2020

A nuvem permite que documentos, arquivos e outros itens sejam acessados por seus usuários de forma remota e por meio da internet. Você sabia que isso também pode ser feito com os certificados digitais?

Ao conhecer o módulo HSM, torna-se simples compreender isso. Sigla para Hardware Security Module, Módulo de Segurança de Hardware em português, esse dispositivo armazena o certificado digital na nuvem.

Caso o seu titular tenha um dispositivo seguro e acesso à internet, é possível acessá-lo tanto para se autenticar em sites, programas e plataformas, quanto assinar arquivos de maneira digital sem preocupações com segurança, perdas ou danos.

Entenda mais sobre a segurança em nuvem por meio do uso de HSM para certificados digitais!

O funcionamento dos HSMs

O módulo HSM atua como um dispositivo físico que fornece segurança extra para chaves criptográficas, como no caso dos certificados. Ele executa operações criptográficas e de armazenamento.

Suas aplicações realizam solicitações, mas nunca manipulam, de fato, essas chaves armazenadas. Em outras palavras, por meio do HSM é possível guardar, com segurança, as chaves de titulares de certificados de vários tipos como se fosse mais um cofre de dados. Para que isso seja realizado com eficiência, é preciso contar com a homologação por parte da ICP–Brasil.

Segurança do HSM

Durante o uso seguro de um certificado digital, é preciso garantir que uma chave criptográfica válida foi gerada. Ela diz respeito a um pedaço de informação que controla a operação de um algoritmo. Mas o que isso quer dizer, na prática?

Significa que, ao contratar o certificado em nuvem de uma Autoridade Certificadora (AC) devidamente credenciada ao ITI — Instituto Nacional de Tecnologia da Informação — você terá uma espécie de fechadura de última geração protegendo seus dados. Eles serão decifrados somente por meio da inserção da chave correta remotamente.

Contudo, para que a segurança do HSM seja realmente garantida, é preciso realizar um bom gerenciamento dessa chave. Isso significa garantir que ela seja mantida em segurança e que seu conteúdo seja conhecido apenas por você. Finalmente, tenha em mente que a segurança de qualquer criptografia depende, em especial, de sua implementação.

Por esse motivo, é importante contar com uma empresa confiável e experiente no mercado tanto na hora de contratar o serviço de certificação em nuvem quanto em termos dos mecanismos de proteção que mantém seus dados invioláveis.

O uso do HSM

Esse módulo, ligado a um servidor seguro, oferece uma camada extra de segurança às chaves criptográficas — conforme citado — entrará em ação uma vez que a credencial de assinatura emitida pela Autoridade Certificadora for armazenada e protegida em um hardware HSM.

Em outras palavras, após a contratação do serviço, o titular passará contar com uma forma inovadora de armazenar seu certificado digital, o Hardware Security Module. Ele será amparado pela regulamentação da ICP-Brasil, o PSC — Prestador de Serviço de Confiança e poderá ser requisitado de qualquer dispositivo autorizado.

Como consequência ele acessará, sempre que desejar, o certificado em nuvem de forma protegida e prática. Isso permitirá a assinatura de documentos digitalmente e de maneira automatizada. Confira os benefícios disso a seguir.

Vantagens de ter um certificado digital em nuvem

Uma das principais vantagens do certificado digital em nuvem é a praticidade que ele traz em termos de compatibilidade. Afinal, é possível acessá-lo por meio de qualquer tipo de dispositivo autorizado (celulares, tablets ou computadores).

Contudo, outros benefícios se destacam. Confira!

Custos reduzidos

A assinatura digital com certificado digital ICP-Brasil possui validade jurídica. Isso significa que será possível economizar em autenticações, materiais, impressão, equipamentos, transporte na hora de trabalhar com seus documentos. Todos esses pontos, além de minimizar gastos, ainda trazem muita praticidade ao usuário.

Por se tratar de um certificado em nuvem, não é necessário um hardware específico como um token ou um cartão inteligente, nesse caso, o custo final do certificado em nuvem é um pouco mais em conta.

Ainda na parte de possuir um hardware criptográfico, quem utiliza o certificado digital, pode “trocar” facilmente o seu dispositivo, apenas transferindo a porta de requisição de um local para outro, por exemplo, quando precisa trocar de aparelho celular.

Solicitações facilitadas

Antes de falarmos sobre esse benefício, é importante ter em mente que a assinatura digital não é a mesma coisa que a eletrônica. A assinatura por certificado digital é uma assinatura qualificada e mais robusta. Por isso, é fundamental buscar pela opção digital, oferecida em nuvem e por empresas autorizadas como a Valid.

Com o certificado digital, uma série de solicitações e serviços realizados junto aos órgão públicos ficam mais práticos. É possível acessar, por exemplo, o Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex), o portal e-CAC da Receita Federal e o e-social. Além disso, garante-se a emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), DCTF, DSPJ Inativas, DIPJ, DITR e DIRF, DIRPF etc.

Segurança otimizada na nuvem

A prestadora que oferta o certificado em nuvem por meio de um servidor com um HSM tem que cumprir diversos requisitos para ser capaz de fazê-lo. Além de ser uma AC, Autoridade Certificadora, ainda precisa ser credenciada ao ITI e atuar em conformidade com as normas da ICP-Brasil. Porém, não para por aí.

É preciso que a empresa comprove ir além em termos de segurança. Isso significa contar com um Hardware Security Module (HSM) em um data center fornecido por um PSC (Prestador de Serviços de Confiança) com os níveis de segurança mais avançados de acesso, inclusive físico. A Valid é credenciada nesse sentido desde 2019.

Certificado digital em nuvem Valid

certificado em nuvem da Valid conta com toda a segurança e as vantagens do HSM. Seus serviços foram criados para simplificar sua rotina. Por meio dele, torna-se simples:

  • enviar informações;
  • acessar o certificado quando e onde quiser;
  • autenticar-se;
  • ganhar tempo e autonomia;
  • digitalizar e assinar documentos;
  • portabilidade;
  • contar com rapidez e confiabilidade.

Você pode contar com o certificado digital para assinar declarações, contratos, formulários, procurações e o que precisar no seu notebook, smartphone ou desktop. Além disso, também é possível enviar, acessar e consultar informações da Receita Federal, no Meu INSS e portais e-CAC.

Valid Certificadora é um PSC (Prestador de Serviços de Confiança) credenciado pelo ITI (Instituto Nacional de Tecnologia da Informação), o que garante toda a segurança necessária.

Se você busca por certificação em nuvem, siga três passos. São eles: compra, validação e emissão. Eles são necessários para ter o seu certificado digital em mãos e contar com todas as suas vantagens!

Fonte: Pode Contar por Valid

Ivan Murias assume como novo CEO da VALID SA. Ouça

RG Digital de SP tem o DNA tecnológico da VALID. Ouça

O certificado digital é de suma importância para garantir uma boa gestão dos condomínios. Ouça

Content Syndication

Content syndication – distribuição de conteúdo é um método de republicar conteúdo desenvolvido por sua empresa em outros sites para atingir um público mais amplo e levar novos visitantes a seu site. Fale conosco sobre Content Syndication, contato@cryptoid.com.br | +55 11 3881 0019.

Surpreenda-se com a qualificação da nossa audiência! Mídia Kit.

Pular para a barra de ferramentas