Últimas notícias

Fique informado

Serpro anuncia parceria com a AWS para serviços de nuvem

02/06/2020

O Serpro – Serviço Federal de Processamento de Dados que é a  maior empresa pública de prestação de serviços em tecnologia da informação no Brasil, anunciou oficialmente a parceria com a empresa americana Amazon Web Services – AWS como primeira parceria de seu serviço de plataforma multinuvem.

A parceria foi anunciada hoje  – 2 de junho de 2020 – numa coletiva por videoconferência realizada com a imprensa especializada.

Participaram da coletiva o presidente do Serpro Caio Mario Paes de Andrade, Jeffrey Kratz, diretor para Setor Público da AWS para América Latina, Canadá e Caribe, Antonino dos Santos Guerra, diretor de Operações do Serpro e Paulo Cunha (PaCu), líder de Setor Público da AWS.

Regina Tupinambá do Crypto ID, Jeffrey Kratz da AWS, Paulo Cunha (PaCu) da AWS, Antonino dos Santos Guerra, diretor de Operações do Serpro e o presidente do Serpro Caio Mario Paes de Andrade

O Serpro adiantou que não foi necessário nenhum tipo de investimento por parte da estatal. O modelo comercial estabelece que o Serpro e a AWS serão parceiros nos resultados das contratações. O acordo acontece na modalidade “parceria de negócios”, conforme as determinações previstas na Lei das Estatais (Lei 13.303/2016).

Apesar da parceria ter sido anunciada hoje, a AWS já vem disponibilizando sua estrutura para testes e provas de conceitos. O Serpro não perdeu tempo e já contatou importantes empresas brasileiras e empresas globais com operação no Brasil. São clientes potenciais para serviços em nuvem e algumas das empresas já estão com as POCs em curso. PoC da sigla do inglês, Proof of Concept – Prova de conceito.

A parceria foi estabelecida como resultado de um chamamento público, feito em novembro de 2019 para a seleção de fornecedores do mercado de computação em nuvem com o objetivo de potencializar os serviços e soluções da linha de negócios da estatal. A consulta reuniu propostas técnicas visando a identificar provedores de serviços em nuvem nas modalidades Infraestrutura como Serviço, Plataforma como Serviço e Software como ServiçSobre a proporcionalidade que cabe a cada empresa não foi revelado nessa coletiva.

Segundo o diretor de Operações da estatal Antonino dos Santos Guerra, outras empresas fornecedoras de serviços em nuvem devem ser anunciadas assim que forem homologadas. A AWS foi a primeira empresa a cumprir todos os requisitos necessários para formalizar a parceria.

Além da estrutura disponibilizada, a AWS vem treinando funcionários do Serpro em suas soluções em nuvem. Paulo Cunha declarou estar positivamente impressionado com a facilidade com que os funcionários do Serpro absorvem a tecnologia. Esses funcionários participaram de uma série de eventos da divisão Cloud Practitioner.

Segundo o presidente do Serpro essa parceria com a AWS pode projetar o Serpro como provedor internacional de serviços de tecnologia. Paes de Andrade falou ainda sobre a relevância do Serpro como pilar da transformação digital do estado brasileiro e sobre a plataforma GOV.BR ele afirmou que em pouco tempo será a maior plataforma de serviços públicos do mundo e o Serpro é parte disso.

O Serpro que é gestor de serviços tecnológicos de organizações públicas e atende a um amplo público-alvo de clientes do setor privado, instituições financeiras e órgãos de outras esferas além do executivo federal já vem atendendo o mercado com o Estaleiro. Estaleiro é o nome dado ao projeto de nuvem pública do Serpro lançado no final de 2016.

Nem tudo vai para a nuvem pública da AWS

Ficou claro que nem todos os serviços do Serpro migrarão para o ambiente de nuvem pública da AWS.

Perguntamos especificamente sobre os serviços e soluções comercializados pela estatal que utilizam a biometria dos cidadãos brasileiros e também sobre os certificados ICP-Brasil emitidos pela AC Serpro.

Paes de Andrade explicou que alguns serviços precisam cumprir requisitos específicos como é o caso dos certificados digitais emitidos pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileiras.

“No Brasil temos o ITI – Instituto Nacional da Tecnologia da Informação que é uma autarquia federal, vinculada a Casa Civil da Presidência da República, que tem por missão manter e executar as políticas da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil. Segundo os regulatórios do setor em vigor estabelecidos pelo Comitê Gestor da ICP-Brasil, nenhuma fase do ciclo de vida dos certificados digitais ICP-Brasil poderia, nesse momento, migrar para uma estrutura de nuvem pública nesse modelo de parceria que estabelecemos com a AWS”, esclarece Paes de Andrade.

Sobre o Serpro

O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Economia – ME. Foi criada no dia 1º de dezembro de 1964, pela Lei nº 4.516, regido pela Lei 5.615, de 13 de outubro de 1970, com o objetivo de modernizar e dar agilidade a setores estratégicos da Administração Pública brasileira. A empresa, cujo negócio é a prestação de serviços em Tecnologia da Informação e Comunicações para o setor público, é considerada uma das maiores organizações públicas de TI no mundo.

O Serpro desenvolve programas e serviços que permitem maior controle e transparência sobre a receita e os gastos públicos, além de facilitar a relação dos cidadãos com o governo. Dentre as várias soluções desenvolvidas com essas características destacam-se a declaração do Imposto de Renda via Internet (ReceitaNet), a nova Carteira Nacional de Habilitação, o novo Passaporte Brasileiro e os sistemas que controlam e facilitam o comércio exterior brasileiro (Siscomex)

Acompanhe a validação por videoconferência da AC Serpro feita pela PRONOVA. Menos de cinco minutos!

Hackathon Serpro totalmente online estimula a inovação pelo Brasil

Exército Brasileiro utiliza tecnologia do Serpro para a emissão de certificado de registro de armamento

Nova funcionalidade do eSocial permite alterar responsável por contratação de trabalho doméstico