Últimas notícias

Fique informado

KPMG mostra como empresas podem proteger-se de crimes durante a pandemia

10 de março de 2021

Spotlight

O que é PKI? Definição e guia para infraestrutura de chaves públicas.

A infraestrutura de chave pública – PKI, em português ICP – gerencia a identidade e a segurança nas comunicações da Internet para proteger pessoas, dispositivos e dados.

13 de maio de 2021

GlobalSign anuncia mudanças no comprimento da chave de assinatura de código

Os clientes TSA devem migrar para os novos URLs até 1º de junho de 2021.

12 de maio de 2021

Entrevista com Daniela Costa – VP da Arcserve LATAM – sobre Proteção de dados e soluções de backup

Daniela Costa, VP Arcserve Latam, fala sobre o porque as corporações precisam repensar suas estratégias de backup.

7 de maio de 2021

Viviane Bertol explica o que é AR Eletrônica e fala sobre os novos procedimentos de validação da ICP-Brasil

Drª Viviane Bertol, fala sobre os novos procedimentos da ICP-Brasil, panorama mundial de eIDs e sobre LGPD.

8 de abril de 2021

O que o futuro da segurança na Internet mantém em 2019 segundo especialistas da Sectigo – Ouça

Especialistas em identificação digital e criptografia da Sectigo se reúnem para traçar as principais questões sobre segurança na internet em 2019

21 de janeiro de 2019

A KPMG acaba de produzir o guia “Covid-19 fraudes e golpes: Como se proteger?”, que aponta soluções voltadas ao direcionamento de ações de compliance

Além de gestão de crise e de riscos, segurança cibernética e tecnologia forense, áreas nas quais as empresas precisam defender-se. Dentre as ações, cabe uma adaptação nas rotinas das normas atreladas ao novo cenário. Também é preciso garantir que as interações com órgãos governamentais e concorrentes estejam adequadamente registradas e controladas.

Emerson Melo – Sócio de forense da KPMG

“Anteriormente, o compliance já era um item extremamente relevante para as empresas. Com a pandemia, os riscos cresceram e há necessidade imediata de adaptações das normas implementadas.”

A parte analítica desse processo é fundamental, pois para aprofundamento das questões regulatórias e de compliance é necessário entender o que está se passando no dia a dia da organização e quais medidas devem ser tomadas para mitigar os riscos emergentes e exposições adversas”, explica o sócio de forense da KPMG, Emerson Melo.

O relatório também mostra que a segurança cibernética e tecnologia forense são itens importantes para que as empresas sigam protegidas durante pandemia e após esse período, com a nova realidade de trabalho remoto e crescimento exponencial de transações digitais.

Para isso, é necessário ter o controle e proteção do acesso remoto, com monitoramento do desempenho de servidores e redes e atualização constante dos softwares anti-malware, anti-ransomware e antivírus.

Outra ação importante está relacionada à gestão de risco, como dar atenção a incidentes gerais, pois podem indicar um problema maior, além disso, e essencial ter um plano de resposta a incidentes desta natureza nesta nova realidade.

Potenciais fraudes relacionadas à pandemia apontados pela KPMG

A análise feita pela KPMG também aponta algumas das potenciais fraudes relacionadas à covid-19, que incluem as tecnológicas, com destaque para sites fraudulentos, comprometimento do email corporativo e ataques de ransoware.

O relatório indica que outro iminente risco está associado a golpes comerciais e contratuais, com ênfase nos serviços de educação on-line e provedores de assistência médica entre outras transações digitais. Outro dolo indicado no guia é o tema de doações e desvios de conduta.

“A pandemia enfatizou o quanto as empresas estão expostas a ataques cibernéticos, por meio de fraudes por email e sites. Além disso, ampliaram-se as oportunidades de o crime organizado orquestrar golpes. Por isso, é muito importante ter proteção e dar atenção a tudo o que possa gerar possíveis problemas na organização”, finaliza o sócio da KPMG.

Ransomware e as novidades no cibercrime

Como assegurar a adoção de IoT e IA e manter os Sistemas de Controle – ICS blindados de ações hackers?

Sobre a KPMG

A KPMG é uma rede global de firmas independentes que prestam serviços profissionais de Audit, Tax e Advisory. Estamos presentes em 154 países e territórios, com 200.000 profissionais atuando em firmas-membro em todo o mundo. No Brasil, são aproximadamente 4.000 profissionais, distribuídos em 22 cidades localizadas em 13 Estados e Distrito Federal.

Orientada pelo seu propósito de empoderar a mudança, a KPMG tornou-se uma empresa referência no segmento em que atua. Compartilhamos valor e inspiramos confiança no mercado de capitais e nas comunidades há mais de 100 anos, transformando pessoas e empresas e gerando impactos positivos que contribuem para a realização de mudanças sustentáveis em nossos clientes, governos e sociedade civil.

Maioria das empresas de tecnologia espera retorno de investimento em até um ano, aponta KPMG

Content Syndication

Content syndication – distribuição de conteúdo é um método de republicar conteúdo desenvolvido por sua empresa em outros sites para atingir um público mais amplo e levar novos visitantes a seu site. Fale conosco sobre Content Syndication, contato@cryptoid.com.br | +55 11 3881 0019.

Surpreenda-se com a qualificação da nossa audiência! Mídia Kit.