Últimas notícias

Fique informado

Microsoft decreta a morte das senhas

26/09/2018

A Microsoft  durante a conferência anual Ignite que acontece em Orlando – Flórida , decretou “o fim da era das senhas” ao divulgar seu novo aplicativo para login de autenticação

Rob Lefferts, vice-presidente corporativo de segurança da Microsoft

O novo sistema de autenticação é baseado em Blockchain e vai armazenar e gerenciar com segurança identidades digitais, começando com um ensaio usando o aplicativo Microsoft Authenticator.

Usando um método de login com vários fatores, você pode reduzir o comprometimento em 99,9% e tornar a experiência do usuário mais simples eliminando as senhas”, escreveu Rob Lefferts, vice-presidente corporativo de segurança da Microsoft.

A Microsoft anunciou o novo suporte sem senha baseado no autenticador para o Azure AD voltado para atender empresas.

A Cia acredita que essa tecnologia possibilitará, no futuro, a autenticação forte em aplicativos, sites e sistemas diversos dando muito mais segurança as pessoas no convívio com os dispositivos eletrônicos que utilizam em seu dia dia.

Atualmente as pessoas lidam com dezenas de aplicativos e serviços e fornecem seus dados de identidade porque não têm outra alternativa. Com isso, espalham seus dados de identidade para inúmeros provedores quando perdem totalmente o controle das empresas que detém seus dados, como os utilizam  e para quais finalidades.

Nesse modelo atual, as pessoas não têm controle sobre seus dados de identidade e ficam expostas a violações de dados e roubo de identidade. A Microsoft  então finalmente propõe com esse novo aplicativo que as pessoas se apoderem de seus dados, armazenem, controlem e disponibilizem apenas para quem lhes convier.

Adicionalmente a Microsoft também está procurando diferenciar seus serviços em nuvem com mais recursos de segurança, anunciando uma série de novos recursos que devem melhorar a segurança e tornar o acesso mais simples para os usuários.

O autenticador para o Azure AD significa que os usuários corporativos poderão usar um smartphone com o aplicativo Microsoft Authenticator para fazer login usando um PIN ou recursos de biometria, como o rosto ou a impressão digital dos dedos.

A ideia é que a autenticação de dois fatores via aplicativo torne o acesso a aplicativos de linha de negócios que dependem do Azure AD. Oferecem segurança, já que os hackers têm menos probabilidade de roubar um telefone do que as senhas on-line.