Menu

Últimas notícias

Fique informado

Aplicativo Sigepe já possibilita envio de atestado médico pelo celular

25/09/2020

Spotlight

Thales apresenta nova edição do “Manual de Ciberameaças: o cibercrime organizado” Ouça

Especialistas apresentam o modus operandi dos cibercriminosos e as formas de combatê-los

21/10/2020

Reimaginando o novo contrato social para a era digital. Entrevista com Don Tapscott

Don Tapscott é uma das maiores autoridades mundiais no impacto da tecnologia nos negócios e na sociedade. Ele compartilha sua visão de futuro de um novo contrato social.

21/10/2020

eIDAS – REGULAMENTO (UE) N.o 910/2014 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

eIDAS – REGULAMENTO (UE) Nº 910/2014 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

20/10/2020

Empresas brasileiras são beneficiadas pelo certificado ICP-Brasil

A transformação digital, que após a pandemia tornou-se essencial para a economia, já era realidade em diversas empresas brasileiras antes de 2020 com o certificado digital

20/10/2020

Ministério da Saúde regulamenta o envio remoto de receitas médicas e atestados com certificado digital. Ouça

Novidade está atrelada ao uso de certificação digital e poderá reduzir a necessidade de deslocamento de pessoas de grupos de risco.

27/04/2020

Funcionalidade com atestado médico desenvolvida pelo Serpro já está disponível para mais de 21 mil servidores públicos federais

O aplicativo Sigepe Mobile, sistema de gestão de servidores ativos e inativos do Governo Federal desenvolvido pelo Serpro, agora também poderá ser utilizado para envio de atestados médicos de forma prática, ágil e sem necessidade de deslocamento.

A nova funcionalidade foi lançada nesta segunda-feira (21) e irá beneficiar, neste primeiro momento, mais de 21 mil servidores das unidades de saúde do Ministério da Saúde em Brasília, da Universidade de Brasília (UnB) e do Instituto Federal de São Paulo (IFSP). Em breve, a novidade também estará disponível para os demais servidores públicos federais.

De acordo com o Ministério da Economia, em 2019, houve 361,5 mil afastamentos para tratamento de saúde de mais de 135,9 mil agentes públicos. Com a nova funcionalidade, a estimativa de economia indireta à União é de aproximadamente R$ 27 milhões por ano.

Leon Wlasenko – Gerente do domínio de Gestão e Desempenho de Pessoal do Serpro

“Para o servidor público, a solução representa uma grande facilidade e economia, pois ele não precisará se deslocar até a unidade de saúde para entrega do atestado médico.”

“Além disso, temos outro benefício associado que é a otimização da força de trabalho nas Unidades de Saúde, considerando os atestados que serão aceitos automaticamente e que não dependerão de intervenção manual para receber, digitalizar e cadastrar o atestado no sistema”, destacou o gerente do domínio de Gestão e Desempenho de Pessoal do Serpro, Leon Wlasenko.

O chefe de divisão da Superintendência de Digitalização de Governo do Serpro, Rivaldo Zambianco, destaca outros benefícios da nova funcionalidade. “Além de economia, a nova solução traz segurança para as unidades de saúde que recebem, além dos dados revisados pelo servidor, a imagem do atestado e os textos originais reconhecidos pela tecnologia.” 

“Utilizamos inteligência ao processo de negócio das unidades de saúde. Combinamos nossas soluções WEB e Mobile com as tecnologias de OCR (Tesseract) e reconhecimento de textos para agregar um valor diferenciado à solução. Assim, todo o processo pode ser auditado e, ao longo do tempo, pode gerar insumos para a melhoria contínua da solução”.

Por meio do Sigepe Mobile será realizada a análise do atestado médico e o registro pelas unidades do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor (Siass). O servidor também poderá consultar no aplicativo todos os atestados enviados, bem como a evolução da situação até os registros nos demais sistemas de administração de pessoas.

A funcionalidade

Para o usuário enviar o atestado médico, basta abrir o aplicativo Sigepe, clicar em Minha Saúde, então em Atestado e depois em Incluir. O próximo e último passo é tirar uma foto do atestado médico ou fazer upload da imagem, se ela já estiver no celular.

Caso o usuário não precise editar nem uma informação do atestado, este é, então, recepcionado e aceito pela Unidade de Saúde de forma automática.

Se o usuário perceber que alguma informação precisa ser ajustada ou complementada, ele tem a opção de editar a informação neste mesmo momento e, utilizando o próprio aplicativo, submeter para a análise da sua respectiva Unidade de Saúde, que analisará se o conteúdo informado pelo usuário está correto e aceitar o atestado.

Fonte: Serpro

Atestado médico digital obrigatório no Paraná é aprovado na Assembleia Legislativa

Com atestado médico digital, GDF quer barrar fraudes em afastamentos

Receita Digital da Memed pode agora ser assinada por todos os certificados que seguem o padrão ICP-Brasil

Anvisa certifica a primeira plataforma de telemedicina

Siga o Crypto ID no Linkedin e acompanhe as atualizações sobre inovação e segurança da informação com foco em eIDs e Criptografia!

https://www.linkedin.com/company/crypto-id
Pular para a barra de ferramentas