Últimas notícias

Fique informado

Bradesco é o primeiro banco privado a aderir ao gov.br

3 de dezembro de 2020

Spotlight

Comitê Gestor da ICP-Brasil aprova emissão primária por videoconferência

A aprovação cria o amparo jurídico necessário para a edição da Instrução Normativa que regulamentará e viabilizará o processo operacional da emissão primária de Certificados Digitais através de videoconferência.

22 de janeiro de 2021

Veja o que diz Miguel Martins da AET Europe sobre gerenciamento de eIDS

Como traçar a estratégia de IAM para sua organização? Confira o que diz a AET Europe, líder global em gerenciamento de identidades.

19 de janeiro de 2021

Reconhecimento facial sem prova de vida está com os dias contados, afirma CEO de uma das principais plataformas brasileiras de biometria facial

Conversamos com José Luis Volpini, CEO da CredDefense, uma das pioneiras e mais conceituadas plataformas de biometria facial do mercado brasileiro.

6 de janeiro de 2021

Carimbo do Tempo dá início ao fim da era dos protocolos proprietários na ICP-Brasil. Ouça

Segundo Dr. Roberto Gallo, o fim da era dos protocolos proprietários na ICP-Brasil tem data marcada e deve beneficiar fabricantes, prestadores de serviços e clientes finais.

28 de dezembro de 2020

QR Code de instituição bancária dá a seus clientes acesso ainda mais facilitado aos serviços do governo federal

Clientes do Banco podem acessar os serviços digitais do Governo Federal por meio de suas contas

A plataforma digital do governo federal, Gov.br começa a ser usada pelos clientes do Bradesco, primeiro banco privado do país a aderir à ferramenta.

Na prática, todos os clientes que já possuem QR Code para acessar sua conta terão acesso ainda mais facilitado a serviços como a Carteira de Trabalho Digital, a Carteira Digital de Trânsito e os da Receita Federal, entre tantos outros.

Uma parceria do Bradesco com o Governo Federal possibilitará aos clientes utilizarem a autenticação do Banco para acessar os serviços digitais oferecidos pelos Governos Federal, Estaduais e Municipais que estão integrados no portal gov.br.

A iniciativa facilita o acesso dos clientes do Banco aos mais de 2.400 serviços digitais disponíveis no Portal do Governo e que podem ser utilizados remotamente.

O pioneirismo em conceber soluções de ponta é uma das marcas ao longo de nossa história. As novas funcionalidades tecnológicas são absorvidas e utilizadas pelo Bradesco com o objetivo de direcionar sua aplicação em conveniência e facilidade a serviço do cliente”, afirma José Gomes Fernandes, Diretor de Segurança Corporativa do Bradesco.

Hoje, 63% dos 3,9 mil serviços do governo brasileiro já estão totalmente digitalizados e podem ser resolvidos remotamente, seja pelo celular ou computador.

Caio Mario Paes de Andrade, Secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia.

A facilidade e a simplicidade com que os clientes do banco passam a acessar os serviços do governo federal é o diferencial com que trabalhamos nesta ação e desejamos expandir ainda mais. Os clientes do Bradesco agora não precisam memorizar novos login e senha ou, ainda, fazer cadastros adicionais para acessar todos os serviços disponibilizados pelo Governo. Queremos o governo cada vez mais integrado, na palma da mão dos brasileiros, como definimos na Estratégia de Governo Digital 2020-2022 e como estamos aplicando nesta ação”, ressalta o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Caio Mario Paes de Andrade.

Tendo como base a rigorosa política de segurança que o Bradesco adota para proteção das informações de seus clientes, o acesso via conta será usado somente se o cliente autorizar – e essa autorização pode ser cancelada a qualquer momento.

Luis Felipe Monteiro secretário de Governo Digital

O governo só acessa os dados básicos do cliente – nome e CPF –, e mesmo assim apenas para validação.

“Isto é o governo cada vez mais integrado e confiável, na palma da mão do brasileiro, onde ele estiver e na hora que ele quiser”, completa o secretário de Governo Digital, Luis Felipe Monteiro.

Ao autorizar, o Governo só terá acesso ao nome e CPF do cliente e não aos dados da conta bancária.

Outros dois bancos já aderiram ao Gov.br

Em abril deste ano, o Banco do Brasil. E, em novembro, o Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul). Hoje, 63% dos serviços do governo brasileiro já são totalmente digitais, disponíveis 24 horas por dia pelo celular ou computador.

Confira o passo a passo

1- O Cliente deverá acessar o site gov.br, escolher o serviço desejado, e clicar no ícone do Banco

2 – Neste momento, será preciso informar o número da Agência e conta, fazer a validação digital com o QR Code e digitar a senha de 4 dígitos;

3 – Antes de finalizar, o cliente deverá ler e concordar com o termo de uso e, por fim, clicar em “Autorizar” para realizar o acesso.

Brasil está entre os 20 países com melhor oferta de serviços públicos do governo digital

Brasil é o segundo país das Américas em serviços de governo digital

Governo brasileiro é referência mundial no desenvolvimento em Plone

UAE Pass: a solução de identidade digital que atende mais de 5 mil serviços governamentais nos Emirados Árabes Unidos

“O Governo digital é bom para todos”

Decreto 14.543/2020 regulamenta o artigo 5º da Lei 14.063/2020

A Lei 14.063/2020 reconhece o valor das assinaturas digitais e faz a distinção entre assinaturas avançadas e qualificadas

Doutor Fabiano Menke Concede Entrevista Sobre a Evolução das Assinaturas Eletrônicas

Nesta entrevista Dr. Fabiano Menke fala sobre a Lei 14.063 de setembro de 2020 e sobre o Decreto 14.543 de novembro de 2020 sobre os tipos de assinaturas eletrônicas em 25/11/2020

O mestre em direito e escritor Fabiano Menke concedeu uma entrevista ao Crypto ID para conversar sobre as assinaturas eletrônica e sua evolução no Brasil.

Dr. Fabiano Menke cita o artigo escrito por ele e publicado pelo Crypto ID sobre a MP 983/2020 sobre o mesmo tema que constou como referência no relatório elaborado pelo Congresso Nacional para a contextualização do parecer final da Câmara dos Deputados da MP 983/2020 | A MP 983 e a classificação das assinaturas eletrônicas: comparação com a MP 2.200-2 | Por Fabiano Menke